13/08/2020 às 17h43min - Atualizada em 13/08/2020 às 17h09min

Mulan: Disney lançará o filme via streaming. Quais outras produções podem não chegar aos cinemas?

Thaís Cordeiro - Editado por Bárbara Miranda
Mulan não será mais lançado nos cinemas dos Estados Unidos.
 
Com o lançamento originalmente programado para março e adiado diversas vezes por conta da pandemia do novo coronavírus, a Disney decidiu distribuir o live-action diretamente pelo seu serviço de streaming, o Disney +, a partir do dia 04 de setembro.
 
O anuncio foi feito pelo CEO da Disney, Bob Chapek durante uma reunião que discutia os resultados trimestrais da companhia. Chapek disse que Mulan é um caso isolado, porém, servirá como um experimento para a tomada de decisões de futuros lançamentos.
 
Os assinantes da plataforma precisarão desembolsar o valor adicional de US$29,99 (cerca de R$160) além da assinatura convencional, para ter acesso ao filme. Diferente do formato de aluguel padrão, uma vez adquirido, o filme ficará disponível enquanto o assinante mantiver a assinatura. O custo é uma forma de recuperar o investimento da produção para os cinemas, do que deveria ser um dos maiores lançamentos do ano.
 
O longa chegará aos cinemas em países onde o Disney+ ainda não está disponível. Com o lançamento da plataforma marcado para novembro deste ano, ainda não se sabe qual será o destino do filme no Brasil.
 
Com direção de Niki Caro (Encantadora de Baleias e O Zoológico de Varsóvia) Mulan conta com um elenco totalmente asiático. Yifei Liu assume o papel da protagonista Mulan, Donnie Yen será o comandante Tung, Jet Li será o Imperador e Li Gong e Jason Scott Lee serão os vilões Xian Lang e Bori Khan, respectivamente.


 
Apesar do CEO da Disney afirmar que o lançamento de Mulan via streaming será um evento único, a pergunta que fica é: Existe a possibilidade de outros títulos seguirem o mesmo caminho?
 
Inicialmente, a companhia negou diversas vezes o lançamento de Mulan em uma plataforma digital, mas a falta de previsão para uma retomada segura de atividades em grandes espaços culturais como os cinemas, levaram a Disney a voltar a trás e levar o filme ao público de uma maneira totalmente nova.
 
Com as incertezas em volta do retorno das produções culturais até o fim do ano e grande parte das salas de cinemas fechadas no EUA e em diversos outros países, a possibilidade de outros títulos com grandes investimentos seguirem o mesmo caminho do longa, pode ser real.

Destacamos algumas dessas produções:

Viúva Negra – Previsto para 05 de Novembro

Sem dúvida a maior aposta do estúdio e o maior evento cinematográfico da Marvel Studios esse ano, o que torna improvável seu lançamento na plataforma de streaming. Entretanto, embora a data de estréia nos cinemas esteja mantida e a Disney não tenha planos oficiais para um lançamento digital de Viúva Negra, o CEO Bob Chapek não descartou a possibilidade de outra grande produção como Mulan ser lançada diretamente no Disney+.
 
Os Novos Mutantes – Previsto para 28 de Agosto

Apesar de notícias recentes do lançamento em cinemas americanos no dia 28 de agosto, o filme, que já passou por vários altos e baixos desde seu anuncio em 2017, foi adiado num total de cinco vezes e se lançado na data prevista, será a primeira grande produção a chegar as telonas desde que a pandemia forçou os fechamentos das salas de cinema nos EUA em março. Entretanto, dada as mudanças rápidas da pandemia, ainda é possível que a Disney reveja o lançamento mais uma vez.
 
King’s Man: A Origem – Previsto para 18 de Setembro

O longa que vem da Fox teve seu lançamento adiado por sete meses , o que pode levar a Disney a colocá-lo no catalogo de streaming ao invés de adiar mais uma vez, caso o lançamento nos cinemas continue inviável, porém o filme faz parte de uma franquia em desenvolvimento, ou seja, seria mais interessante manter o lançamento nas telonas.

Soul – Previsto para 20 de Novembro

Apesar de a animação ser a grande aposta cinematográfica da Pixar para 2020, o título seria talvez a escolha mais fácil caso seja necessário uma alteração nos planejamentos prévios para o lançamento.
 
O futuro desses filmes vai depender da evolução do cenário pandêmico da Covid 19 nos Estados Unidos e da aceitação de Mulan no formato digital. Se a situação não se alterar e os cinemas permanecerem fechados nos próximos meses, é possível que os títulos passem por um novo adiamento no calendário da Disney.

REFERÊNCIAS
 
CNet.“Disney to release Mulan online Sept. 4 on Disney Plus, for $30 in US ”. Disponível em: < https://www.cnet.com/news/disney-mulan-release-date-online-disney-plus-sept-4-30-dollars-us/>.Acessado em 13 de Agosto de 2020.
 
CBR.“Black Widow: Despite Mulan Shift, No Plans to Release Marvel Film on Disney+”. Disponível em: < https://www.cbr.com/black-widow-disney-plus-no-plans/ >.Acessado em 13 de Agosto de 2020.
 
CANALTECH. “Depois de Mulan, Disney fala sobre possibilidade de Viúva Negra no Disney+ ”. Disponível em: < https://canaltech.com.br/cinema/depois-de-mulan-disney-fala-sobre-possibilidade-de-viuva-negra-no-disney-169423/ >.Acessado em 13 de Agosto de 2020.
 
CNBC.“'Mulan' went to Disney+ out of necessity; don't expect $30 blockbuster releases to become the norm ”. Disponível em: < https://www.cnbc.com/2020/08/06/mulan-went-to-disney-out-of-necessity-wont-become-the-norm.html >.Acessado em 13  de Agosto de 2020.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »