14/08/2020 às 23h39min - Atualizada em 14/08/2020 às 23h34min

Barcelona demite Santién depois do vexame contra o Bayern de Munique

Ronald Koeman e Mauricio Pochettino são nomes apontados para assumir o comando técnico do clube

Emille Beatriz Costa - labdicasjornalismo.com
Quique Sentién deixa o Barcelona. Foto: Rafael Marchante / POOL / AFP
O Barcelona decidiu não manter Quique Santién como treinador do clube espanhol para próxima temporada. Após a goleada por 8 x 2 sofrida pelo Bayern de Munique, a diretoria do clube demitiu o comandante.  O presidente do clube, Josep Bartomeu, confirmou a medida neste domingo (16) em entrevista à rádio Cope. A confirmação oficial deve ser divulgada nesta segunda (17). Mas ainda na sexta o jornalista Fabrizio Romano foi o primeiro a dar a informação. A saída de Santién é a primeira de muitas que devem ocorrer. Há até rumores de que Messi possa deixar o Barça. A queda do técnico, apenas sete meses após sua contratação, já era especulada antes mesmo da retomada da Liga dos Campeões e ganhou força após a eliminação humilhante.  

O holandês Ronald Koeman é o favorito para assumir o comando técnico do clube. A emissora Cuatro registrou imagens de Koeman no terminal de voos de Barcelona.  Atualmente ele dirige a seleção holandesa.  Mauricio Pochettino é outro nome sondado pela diretoria, embora tenha dito que nunca trabalharia no clube após boa passagem pelo Espanyol, rival do clube catalão.


Após a partida, Bartomeu prometeu anunciar novidades, o que reforçou os rumores sobre a troca no comando técnico. “Algumas decisões já estavam tomadas antes de retomar a Liga dos Campeões, e outras virão também. Haverá mudanças, mas hoje não é dia de anunciar decisões, e sim para lamentar.” afirmou o dirigente. Embora Bartomeu tenha deixado para o sábado o anúncio das mudanças prometidas, a Sky Sports informou logo após a partida desta sexta que Setién já está demitido, faltando apenas a confirmação oficial por parte do Barcelona. 

Setién, em uma entrevista depois da partida contra o Bayern, não confirmou que iria sair, mas indicou que essa possibilidade existia de maneira concreta, lamentando a derrota por um placar tão dilatado. “Agora todos estão pensando se vou continuar ou não. Não depende só de mim. Essa derrota me doeu pela maneira como aconteceu. Não me preocupa só pelo meu futuro, porque sei como é a profissão que escolhi, mas pela dor que ela causa.” 

Setién iniciou a carreira como treinador em 2001, no Racing Santander, onde permaneceu durante uma temporada. Comandou ainda o Poli Ejido o Logroñés e o Lugo, além da Seleção da Guiné Equatorial, entre 2006 e 2007. O técnico assinou com Barcelona no dia 13 de Janeiro de 2020 e tinha contrato até junho de 2022. Fez sua estreia no dia 19 de janeiro, pela La Liga, em uma vitória no Camp Nou sobre o Granada por 1 x 0 e demitido sete meses depois, neste sábado (15). 

Essa é a terceira vez seguida que o Barcelona é eliminado na Champions. Em 2018, perdeu de 3 x 0 para a Roma nas quartas de final. Em 2019 , para o Liverpool, nas semifinais, que aplicou um sonoro 4 x 0 no time espanhol para virar um placar de 3 x 0 no Camp Nou. 
O duelo ainda contou ainda contou com dois gols de Philippe Coutinho, que pertence ao Barcelona e aplicou a famosa “lei do ex “ mais uma vez na história do futebol. Desde 1976, o clube não tomava mais de cinco gols em um torneiro europeu. No jogo desta sexta (14),  Muller abriu o placar aos três minutos, após a assitência de Lewandowski. Dai para frente o time alemão dominou o jogo e Coutinho marcou dois gols que selaram o placar. Ao fim do jogo, era nítido o cansaço do time espanhol. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »