20/08/2020 às 02h14min - Atualizada em 20/08/2020 às 01h34min

O Grand Prix realizado na Áustria protagonizou cenas impressionantes aos fãs da MotoGP

Andrea Dovizioso, corredor da Ducati, vence a etapa após colisão ocasionada pelo piloto Zarco, que bagunçou todo o grid da corrida

Natan Alves - labdicasjornalismo.com
Motos passam durante o acidente entre Maverick Viñales e Valentino Rossi. Foto: Reprodução/ Site Paultan
O Grand Prix da Áustria do último domingo (16), disputado no circuito Red Bull Ring trouxe fortes emoções aos fãs de MotoGP. Na quarta prova do calendário, houve um triste acidente que acabou envolvendo alguns pilotos da prova. Conforme o desfecho da etapa, Andrea Dovizioso, da equipe da Ducati, ficou em primeiro lugar seguido por Joan Mir e Jack Miller, respectivamente. Embora tenha ficado apenas na 8ª colocação, Fabio Quartanaro da Petronas Yamaha segue líder do campeonato.

A bruxa estava a solta no final de semana da MotoGP e, mesmo que as cenas sejam assustadores, a conclusão foi felizmente apenas ferimentos leves aos envolvidos. Antes de tudo, o principio da confusão da prova foi a colisão entre Johann Zarco e Franco Morbidelli. A ação feita por Zarco de desaceleração na reta antes da tomada da curva resultou em uma forte batida de Morbidelli na traseira de sua moto. Além disso, as motos destes pilotos seguiram o curso e quase pegaram outros dois pilotos na curva que viria a seguir.



Confira todos os ângulos do incidente. Divulgação/ YouTube MotoGP

A parte mais grave e feliz ao mesmo tempo da história foi que as motos passaram entre Maverick Viñales e Valentino Rossi, companheiros de equipe. Um verdadeiro milagre aconteceu em especial com Valentino, que disse ter rezado após o ocorrido. Posteriormente, Zarco, piloto da Esponsorama Racing se desculpou com os pilotos que estiveram envolvidos no acidente, dizendo que não foi intencional seu movimento de frenagem.

Após análise dos vídeos de domingo a comissão do campeonato se pronunciou sobre a possível culpa de Zarco no incidente: “após a disputa do Grande Prêmio da Áustria, a telemetria mostrou que, no momento do acidente, Zarco freia mais tarde na Curva três do que no resto das voltas da corrida, portanto, desta análise, conclui-se que em em nenhum momento sua intenção é prejudicar a frenagem de Morbidelli e fechar sua linha."

Entretanto, segundo o site da MotoGP, ainda haverá reunião entre Johann Zarco e pilotos envolvidos com a comissão organizadora na próxima quinta-feira (20) para discutir o ocorrido e se houve ou não culpa do piloto. Também estarão em aberto possíveis punições a Zarco.


Johann Zarco acode Franco Morbidelli após colisão. Divulgação/ Site MotoGP
 
A prova continua após a bandeira vermelha
 
Logo após a grande sequência de quedas, as posições viraram de cabeça para baixo na prova. Assim, a corrida tomou rumo ao piloto Andrea Dovizioso, que alcança a 2ª colocação geral do campeonato com a vitória neste circuito. Após a prova houve a surpresa que a equipe de Dovizioso, Ducati, encerrará o contrato com o piloto após o término desta temporada.

O francês Fabio Quartanaro 
é líder com 67 pontos na tabela do campeonato, seguido por Dovizioso, com 56 pontos. Vale lembrar que cada prova vale ao primeiro lugar 25 pontos, ao segundo 20 e ao terceiro 16. Ou seja, como ainda está no começo do campeonato, com muitas provas por vir, é de se esperar mudanças na classificação da MotoGP.

Deste modo, os pilotos devem se concentrar no próximo Grand Prix que está por vir. O GP da Estíria acontecerá no próximo domingo (23) na mesma pista do prêmio anterior. E coincidentemente, o maior vencedor deste circuito é o proprio Andrea Dovizioso, com três vitórias conquistadas em sua carreira. Portanto, mais um ingrediente especial para a corrida do próximo domingo.         

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »