22/08/2020 às 21h38min - Atualizada em 22/08/2020 às 21h38min

Santos quer confirmar sua reação no Brasileiro contra o Palmeiras

Verdão quer vencer para aliviar a pressão sobre o clube

Paulo Octávio
Marinho durante treino nessa sexta (21). Foto: Ivan Stori/ Santos
Embalado pela sequência de duas vitorias seguidas, o Santos quer confirmar sua arrancada no começo do Campeonato Brasileiro contra o Palmeiras neste domingo (23) no Morumbi, às 16h (horário de Brasília). Já o Verdão procura melhorar seu futebol e aliviar a pressão sobre o técnico Vanderlei Luxemburgo.
 
O Santos começou o Brasileirão pressionado após eliminação precoce no campeonato paulista para a Ponte, o que causou a demissão do técnico Jesualdo Ferreira.
 
E há ainda várias crises que perturbam o time de Vila Belmiro. Por causa da dívida com Hamburgo, de 16 milhões de reais pela contratação de Cleber Reis, o clube esta impedido pela Fifa de adquirir novos jogadores. A pena pode aumentar se o Peixe não quitar o débito de 18,3 milhões de reais ao Huachipato pela aquisição de Soteldo.
 
Clube teve saídas de Everson, de Sasha, para o Atlético MG, e de Yuri Alberto, para o Internacional. Com isso, o time aposta em jovens promessas.
 
E há até uma crise política que se avizinha no ar. Presidente José Carlos Perez se salvou de um processo de impeachment, mas o conselho deliberativo reprovou as contas do time e pode aplicar sanções. Mesmo assim, com a chegada de Cuca, o clube conseguiu aliviar a pressão e é o quinto colocado do campeonato com cinco pontos.
 
Por outro lado, agora é o Palmeiras que está pressionado. Mesmo com título paulista, o time não conseguiu embalar e a largada no Brasileiro não foi positiva. O time é o oitavo colocado após empates com Fluminense e Goiás e vitória em cima do Atlhetico.  Nesses três jogos o clube teve um desempenho ruim. Depois do jogo no Paraná, jogadores foram hostilizados no aeroporto de Curitiba e no Twitter. Zé Rafael rebateu comentário no Twitter de um torcedor que criticou sua forma física. Nesse sábado, o time criticou a ação em nota oficial. “Há claros indícios de se tratar de ações articuladas, portanto, não espontâneas, com o objetivo de desestabilizar o ambiente e, consequentemente, a atual gestão”, disse a nota sem nomear quem está por trás das mensagens.
 
Peixe e o Verdão são os paulistas com pior aproveitamento em clássicos no ano. O Alviverde perdeu para o Corinthians, na fase de grupos, e empatou com o Alvingero nas duas finais e acumulou empates contra São Paulo e o Peixe. O Santos perdeu para o Tricolor e Corinthians e empatou com Palmeiras.
 
O jogo será no Morumbi porque a cerveja Heineken promoverá a transmissão da final da Liga dos Campeões no estádio Allianz Parque no formato drive-in. Quem estiver lá vai assistir uma transmissão exclusiva, que terá a participação especial de jogadores como Zé Roberto, Carlos Alberto, Giovanni, Belletti entre outros.
 
PALMEIRAS
 
Vanderlei Luxemburgo afirma que vai mudar o time para o clássico deste domingo. O técnico disse que teve que deixar o time “mais feio” para que pudesse vencer o campeonato paulista, mas que agora pretende voltar a ser mais ofensivo. “Agora é hora de mudar. Eu vou dar oportunidade ao Lucas, ao Raphael, daqui a pouco está o Verón, para o time ficar mais leve. Eles vão ter oportunidades, cabe a eles mostrar capacidade, que podem continuar”, disse ao Globo Esporte.
.
Ofensividade é um problema para o clube, pois os volantes não têm chegam ao ataque, e os gols nasceram de recuperação no meio ou de bola parada
 
Time não tem jogadores suspensos, mas alguns machucados. Matias Viña treinou nesta sexta, mas segue como dúvida. O jogador se recupera de uma pancada sofrida no jogo contra o Goiás. Felipe Melo, que trata uma lesão muscular na coxa, e Luan Silva, que sofreu lesão na cartilagem no joelho, não vão atuar. Gabriel Verón, recuperado de lesão está a disposição.
 
Provável Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Patrick de Paula, Gabriel Menino, Bruno Henrique (Zé Rafael) e Lucas Lima; Rony e Luiz Adriano.

SANTOS
 
Clube tem vários desfalques para o clássico. O goleiro Vladimir e o zagueiro Lucas Veríssimo estão em recuperação. E há quatro jogadores lesionados: Anderson Ceará, Uribe, Luiz Felipe e Raniel. Com isso, Cuca deve apostar em jovens promessas. O goleiro João Paulo agradou a torcida que estava na bronca com Vladimir. E o jovem Kaio Jorge, que subiu com saídas de Sasha e Yuri Alberto, é esperança.
 
Provável Santos: João Paulo, Pará, Alison (Lucas Veríssimo), Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Alison), Pituca, e Carlos Sánchez; Marinho, Kaio Jorge e Soteldo. Técnico: Cuca.
 
HISTÓRICO DE CONFRONTOS
 
Santos e Palmeiras se enfrentaram em 328 jogos. O Verdão venceu 137 partidas, o Peixe 105, e houve 86 empates. Considerando apenas o Campeonato Brasileiro foram 64 confrontos. O time de Vila Belmiro ganhou 24, o Alviverde, 18, e foram 22 empates

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »