29/04/2019 às 22h20min - Atualizada em 29/04/2019 às 22h20min

Interferências externas no Governo podem afetar economia

Segundo cientista político, família Bolsonaro continua prática da 'velha política'

Samuel D´Paulla - Editado por Naryelle Keyse
Bhreno Vieira
Imagem: Roberto Jayme/Ascom/TSE
O filho mais novo do presidente e vereador pela cidade do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, tem assumido um papel de destaque desde o início da instalação do governo.
Além de exercer um papel na própria articulação política, influenciar na demissão de ministros e, mais recentemente uma briga via redes sociais com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. O político tem uma postura que desagrada a área mais conservadora do governo, que inclui os militares da administração.

Por meio das redes sociais o vereador tem atacado o vice-presidente de forma direta e sem receio dos problemas que poderá ocasionar. O cientista político Bhreno Vieira diz que  “o conflito entre Carlos e Mourão que estampou as capas dos principais boletins de notícia do país entra em contradição com o discurso de campanha de Bolsonaro, que pregava o combate a ‘velha política'. No entanto, até agora ele mesmo não se mostrou distante dessas práticas”.

Bhreno ainda explica que tal feito é algo singular, mas não sobrenatural, “podemos concluir que estamos vivendo um momento singular na política brasileira. Até porque, é muito comum ocorrer na política estadual, o controle de determinadas famílias nos governos estaduais ou municipais, algo que de certa forma se enquadra na “velha política”, vício que o presidente combateu durante todo o período de campanha. É a primeira vez que termos um presidente que tem um filho na Câmara e outro no Senado, e ambos interferem nas decisões e ações do pai”.

Ainda de acordo com Bhreno Vieira, a atual situação do Brasil pode não agradar países que são, historicamente, parceiros comercial. “As democracias europeias e a China, principalmente, estão até agora tentando compreender qual é o rumo que o Brasil irá tomar, pois até o momento o que tem acontecido em um dia, acaba voltando-se atrás na manhã seguinte”. Sobre resultados ele afirma que haverá muitas consequências.

Confira a entrevista completa com o cientista político Bhreno Vieira aqui.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »