03/10/2020 às 00h09min - Atualizada em 03/10/2020 às 00h06min

Valentino Rossi será piloto da SRT em 2021

O maior vencedor da categoria irá tentar o décimo titulo mundial na nova equipe

Carlos Augusto dos Santos - labdicasjornalismo.com
Valentino Rossi. Foto: Mirco Lazzari/Getty Images

A espera acabou. Após semanas de especulações, negociações e dúvidas sobre uma possível aposentaria, Valentino Rossi continuará na Moto GP em 2021. O italiano chegou a dizer há meses atrás que já tinha 99% de certeza sobre sua nova casa, mas não assinou o contrato porque havia algo a resolver. O multicampeão agora será piloto da SRT, equipe parceira da Yamaha, atual casa de Rossi. Pela equipe japonesa, o italiano correu por 14 anos somadas as duas passagens (2004-2010 e 2013 –2020) e conquistou quatro títulos: 2004, 2005, 2008 e 2009. 

Aos 41 anos de idade, Valentino diz está muito feliz e escolheu correr pela Petronas SRT, pois acredita a equipe tem potencial para estar na ponta. “Estou muito feliz por me mudar para a Petronas Yamaha SRT. Eles são jovens, mas mostraram ser uma equipe de ponta. São muito sérios e muito bem organizados” disse Rossi..  

Já chefe da Petronas Sepang Racing Team, Razlan Razali, disse que é uma honra ter um piloto icônico como Valentino. “Em nome da equipe Petronas e seus parceiros, é uma honra receber Valentino Rossi, um piloto icônico e lendário, em nossa equipe. Sua experiência será valiosa para a equipe e aprenderemos muito com ele. Ao mesmo tempo, vamos dar o nosso melhor para ajudá-lo a ser competitivo, recompensando-o pela confiança que ele depositou em nós. Estamos muito felizes pela oportunidade e prontos para o desafio"

O novo contrato foi fechado direto com a Yamaha que prometeu dar ao italiano o mesmo equipamento dos pilotos da equipe de fábrica, mas em contra partida, Rossi perderá os mecânicos Alex BriBriggs que o acompanha desde os tempos de Honda e Brent Stephens que incorpado no time em 2004, mas não terá o contrato renovado. 

“Lutei muito para ter todo o time, mas às vezes é impossível. Também porque na Petronas trabalham muitas boas pessoas”, disse Rossi. “Para mim, durante a minha carreira, sempre foi importante ter o meu time. Por exemplo, eu e Alex Briggs estamos juntos desde 2000. Mas, neste momento da minha carreira, é normal que nem tudo possa ser perfeito”, afirmou. 

O futuro parceiro de Rossi na SRT será Franco Morbidelli, piloto formado na academia do “The Doctor” . O jovem italiano foi campeão de Moto2 em 2017 e é o primeiro da academia do #46 a chegar na Moto GP. Morbidelli disse que esta ansioso pela chegada de seu mentor pois será o momento diferente. “Estou ansioso para brigar com ele. E isso é o que me faz olhar adiante agora. Digo, quando eu disputo posição com o Valentino na pista, é um sentimento diferente. É sempre legal, fico com um sorriso no rosto. Nunca aconteceu de você lutar com alguém na pista, especialmente na MotoGP, sorrindo", afirmou Morbidelli ao site Motorsport. 

Valentino Rossi está na classe prinicpal desde 2000 e é o único piloto a conquistar os títulos das categorias: 125, 250, 500 e da MotoGP, somando nove no total. Em 2020, “The Doctor” poderia brigar pelo título após o acidente que tirou Marc Maques das pistas por tempo indeterminado, mas ocupa somente a 11° colocação, com 58 pontos, um pódio e nehuma vitória. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »