03/05/2019 às 08h50min - Atualizada em 03/05/2019 às 08h50min

Manifestações organizadas no Brasil

Graciele Carvalho - Editado por Naryelle Keyse
Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo ( imagem de capa ) ,Foto : Rafael Barbosa/G1- (foto 3 ),Rafael Barbosa/G1( foto 4)
As primeiras manifestações organizadas no Brasil ocorreram entre 1983 e 1984. Naquela época, João Figueiredo era o último militar no poder no Brasil.

A ideia da manifestação partiu do senador Teotônio Vilela, do (PMDB) Partido do Movimento Democrático Brasileiro, no dia 31 de março de 1983. Essa foi a primeira manifestação social em terras brasileiras, organizada pelo partido.

Desde então, atos políticos marcaram as ruas brasileiras. Durante o ano de 2013, as ruas das principais capitais do país foram tomadas por uma multidão que protestava contra o aumento da tarifa do transporte público. As manifestações de 2013 ficaram conhecididas como "Manifestações dos 20 centavos".

Nos dias atuais políticas não liberais estão em ascensão, evidenciado que o capitalismo está em crise. Porém, essa é uma crise entre as relações de produção, trabalho, salário e consumo, do qual grandes empresários querem lucrar através das classes menos favoráveis. Nesse cenário, o Ministério da Educação (MEC) bloqueou, no final de abril, uma parte do orçamento das 63 universidades e dos 38 institutos federais de ensino. O corte, segundo o governo, foi aplicado sobre gastos não obrigatórios, como água, luz, terceirizados, obras, equipamentos e realização de pesquisas.

O corte da verba foi motivo para iniciar uma série de manifestações no país. O corte de 30% prejudica, principalmente, pesquisa de campo e pesquisa laboratorial. Milhares de pessoas foram às ruas em cerca de 250 cidades, nos 26 Estados e no Distrito Federal, para protestar contra os cortes orçamentários na área da Educação.

Para o estudante Marcos Vinícius, aluno da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), as manifestações é um meio que o brasileiro tem para lutar por seus direitos, manifestando-se politicamente contra qualquer corte ou injustiça que esteja passando, com o objetivo de revender o quadro político.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »