09/10/2020 às 09h45min - Atualizada em 09/10/2020 às 09h40min

‘’Hoje, Lewis Hamilton é o maior atleta em atividade’’, afirma jornalista Rafael Lopes

Jornalista da Globo concedeu entrevista ao Lab Dicas de Jornalismo

Matheus Aquino - labdicasjornalismo.com
Foto: Divulgação/Twitter/Rafael Lopes
O Lab Dicas de Jornalismo entrevistou, nesta quinta-feira (8), o jornalista Rafael Lopes, comentarista de automobilismo no SporTV. Na conversa, o comunicador opinou sobre o trabalho dele no jornalismo diante da pandemia e sobre o atual cenário e futuro da Fórmula 1.

Como tem sido o seu trabalho diário no jornalismo diante desse momento de pandemia?

Rafael Lopes é presença carimbada nas transmissões dos treinos livres e classificatórios da Fórmula 1 no SporTV e da Porsche Cup Endurance, entre outros. Além disso, o jornalista escreve para o blog Voando Baixo, do GE. No entanto, o jornalista comentou como tem sido o seu trabalho nesse período de pandemia da covid-19.

''Bem, fiquei de março a julho de home office e cumprindo a quarentena. Agora, ainda fico em casa, mas vou presencialmente ao trabalho nos fins de semana para as transmissões. As grandes diferenças são os protocolos sanitários rígidos e, claro, o fato de não viajarmos para cobrir os eventos in loco. Faz falta, mas é o momento que vivemos'', relatou.

De um modo geral, tratando de talento, números e representatividade, você vê Lewis Hamilton como o maior piloto da história da Fórmula 1?

Ao todo, Lewis Hamilton sagrou-se campeão mundial de Fórmula 1 em seis ocasiões: 2008, 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019. Além disso, é o líder isolado na classificação da atual temporada. Ademais, o piloto detém outros recordes, como o de maior número de pole positions (96) e número de pódios (159).


Na imagem, Lewis Hamilton no GP de Sóchi, na Rússia.                                 Foto: Reprodução/Maxim Shemetov/Pool/GettyImages

''Acho que sim. Hamilton é um fenômeno em termos de talento e, com o amadurecimento, passou a reunir várias características de outros campeões da F1, como Senna, Prost e Schumacher. Mas ao abraçar as causas fora das pistas, ele mostra entender seu tamanho como ídolo no mundo e tenta fazer a diferença. É hoje o maior atleta em atividade no mundo por tudo isso'', comentou.

No treino classificatório para o GP da Rússia, Bottas falou no rádio: ''não acredito''. Quando soube do tempo do companheiro de equipe. Como você analisa a situação do Finlandês na Mercedes?

Apesar de ter sido superado por Lewis Hamilton no treino classificatório para o GP de Sóchi, na Rússia, Valtteri Bottas conseguiu a vitória na prova. O companheiro de equipe teve duas punições, o que fez o inglês terminar em 3º lugar.

''O Valtteri Bottas é um bom piloto contra um gênio chamado Lewis Hamilton. Entendo a frustração dele. Mas não dá pra ser muito diferente disso. Acho só que ele precisa ser menos apático em alguns momentos. E se ele quiser enfrentar Hamilton em alguma temporada, sugiro contratar Nico Rosberg como conselheiro'', disse.

Para 2021, você acredita que Sebastian Vettel pode voltar ao topo com a Aston Martin?

Tetracampeão da F1, Sebastian Vettel anunciou em setembro que estará com a Aston Martin em 2021. Atual Racing Point, a equipe contará com o piloto alemão para o lugar de Sérgio Pérez. Com isso, Sebastian se despede da Ferrari, que terá Carlos Sainz em seu lugar.

‘’A equipe tem tudo para ser uma das principais da categoria. Bem, voltar ao topo vai depender do carro. Mas acho que Vettel tem tudo para voltar aos bons dias. Ele é um grande piloto, ninguém é tetracampeão mundial à toa, mas está num inferno astral tremendo na Ferrari. Mudar de ares só vai fazer bem pra ele’’, afirmou.

Por fim, o que você espera do futuro da Fórmula 1? Grandes nomes têm surgido e impressionado os fãs cada vez mais.


Na imagem, Sainz (à esquerda), Gasly (centro) e Stroll (à direita), jovens pilotos da F1.     Foto: Reprodução/Miguel Medina/Reuters

''Estamos diante de uma grande geração chegando à categoria. Temos grandes nomes chegando, de muito talento. Mas a maior expectativa é quanto ao regulamento de 2022. Se funcionar, as corridas tendem a melhorar muito em termos de entretenimento. Isso sem falar no teto de gastos, que pode equilibrar mais as coisas entre as equipes'', finalizou.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »