09/10/2020 às 10h38min - Atualizada em 09/10/2020 às 10h32min

CBLoL 2021: divulgadas as equipes que participarão do novo formato

João Martinez - Editado por Bárbara Miranda

No dia 2 de outubro a Riot Games Brasil divulgou os times que participarão do novo formato do CBLoL, a partir de 2021. Dentre as equipes tivemos nomes já conhecidos do cenário como Pain, INTZ, Flamengo, Kabum, Fúria, Red Canids, Rensga e Falkol Prodigy (união de dois times), mas alguns novos também, Cruzeiro e Loud irão estrear suas equipes de League of Legends no ano que vem.
 

O novo campeonato brasileiro de LoL será no formato de franquias. Esse modelo já é muito utilizado em ligas ao redor do mundo, principalmente nos esportes tradicionais, na NFL, NBA, MLS e MLB. No League of Legends temos alguns exemplos também, a LCS, liga da américa do Norte, irá para seu quarto ano como franquias e a  LEC, servidor europeu, vai disputar o seu terceiro ano em 2021. Porém, aqui no Brasil este estilo não é tão comum e por isso vamos explicar como ele funciona.

Franquia é um sistema de venda de licença na qual o detentor da marca - no caso o CBLoL -  cede, ao franqueado, as equipes, o direito de uso da sua marca. Ou seja, as equipes participantes compram o direito de compartilharem a marca CBLoL, e assim, participarem da competição. E como essas equipes são escolhidas? Cada time interessado em participar teve um período para se aplicar. Eles tiveram que apresentar Dossiês de Candidatura, junto de diversos certificados que mostravam os planos da organização para desenvolvimento esportivo, comercial, gestão e sustentabilidade financeira da operação e assim, mostrar o porque aquela equipe deveria estar presente na franquia. Os candidatos foram analisados pela Riot e escolhidos por ela. Segundo o site LoL Esports BR, “foram selecionadas dez organizações que melhor se qualificaram no processo, que contou com a participação de representantes de diferentes áreas da Riot Games (Esports, Comunicação, Branding, Finanças, Jurídico, Negócios).”
 

Os times escolhidos, agora tem de assinar o contrato e pagar uma quantia para a Riot. Organizações que já estavam no CBLoL pagam menos do que equipes novas. Por exemplo, a INTZ - atual campeã - deve pagar menos para participar do que o Cruzeiro, que nunca teve time de League of Legends.
 

Apesar de aumentar o número de participantes, foi de oito para dez, times tradicionais do cenário de esports brasileiro ficaram de fora, Vivo Keyd, Team One, Santos, CnB. Não é o fim do mundo, existem maneiras de essas equipes voltarem ao campeonato em anos futuros. Elas podem comprar uma das marcas já participantes, um dos times pode ser expulso e abrir uma nova vaga, a Riot pode decidir expandir o número de participantes, ou ainda, esses times selecionados podem não assinar o contrato.

 

Quais são as mudanças?

 

Além do número de participantes já comentado, a principal mudança é no rebaixamento. O Circuito desafiante, segunda divisão do CBLoL, deixa de existir. Nenhuma equipe caí e nenhuma equipe sobe. No lugar, tudo indica, teremos a criação da liga Academy. 
 

As equipes Academy são o segundo time de cada uma das organizações do CBLoL. Ou seja, Pain  terá a Pain Academy, Resnga terá a Rensga Academy,  e assim por diante. Elas disputarão um campeonato à parte, apenas com Academys. Isso permite o aumento no número de jogadores que cada organização terá, e ainda, os players poderão revezar entre a equipe principal e a Academy, sem penalidades ou necessidade de transferências.
 

Sem o medo do rebaixamento, uma equipe que estiver com péssimos resultados pode dar espaço para seus jogadores novatos no time principal e revelar talentos importantes para o split seguinte.
 

Outra mudança é nos patrocinadores. Uma empresa que gasta milhares de reais para patrocinar um time, nunca gosta de ver sua marca ser rebaixada e sumir dos holofotes. Com a certeza da permanência no alto escalão do LoL brasileiro, os investimentos são mais seguros e poderão acontecer com mais frequência.  


 

REFERÊNCIAS

 

CONHEÇA as organizações selecionadas para o CBLoL 2021. LOL ESPORTS BR, 2020. Disponível em: <https://lolesports.com/article/conheça-as-organizações-selecionadas-para-o-cblol-2021/blt78bc82581461d375>. Acesso em 08 de outubro de 2020.

 

MAIS ESPORTS. Modelo de franquias vai chegar no CBLOL - o que vai mudar?, 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=K9IfA7-N7fQ>. Acesso em 05 de outubro de 2020.

 

TAVARES, Tainah. “CBLoL 2021: entenda seleção dos times e regras do sistema de franquias”; Techtudo, 2020. Disponível em: <https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/06/cblol-2021-entenda-selecao-dos-times-e-regras-do-sistema-de-franquias-esports.ghtml>. Acesso em 05 de outubro de 2020.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »