16/10/2020 às 17h25min - Atualizada em 16/10/2020 às 16h53min

Eleições 2020: Conheça Washington Granato, candidato à prefeitura de Volta Redonda

Concorrente do partido Solidariedade (SD) respondeu algumas perguntas sobre saúde, educação e esporte, meio ambiente e mobilidade urbana, geração de empregos e segurança pública.

Lucas Mathias - Editado por Ana Paula Cardoso
Foto/Divulgação: Facebook
O quadro #EntrevistaComOCandidato abre espaço para mais um candidato à prefeitura de Volta Redonda-RJ. Depois de cinco mandatos como vereador, Washington Granato é um dos 13 nomes que se colocaram à disposição para ocupar o cargo do poder executivo da cidade do aço. Seu vice é Geraldinho do Gelo, que segundo Granato, é um homem de grande importância para a comunidade da margem esquerda do rio Paraíba.
 
Questionado sobre o porquê da candidatura, ele disse que depois de cinco mandatos como vereador, está pronto para ser prefeito de Volta Redonda.
 

"Convivi com as questões que dizem respeito aos problemas, as oportunidades e as melhores soluções para a população da cidade. Vi os acertos e erros das administrações. Hoje estou preparado para ser prefeito”, completou.   



Saúde

Em um eventual governo, o candidato disse que será realizado um mutirão da saúde, para que a demanda por consultas, cirurgias e exames, que aumentaram devido à pandemia, seja diminuída. Afirmou também que, caso o sistema público não dê conta de atender a todos, pretende contratar alguns procedimentos na iniciativa privada.

 
“Vamos levantar a demanda existente, verificar nossa capacidade de atendimento e, se for necessário, contrataremos através de iniciativas privadas os procedimentos necessários dentro dos valores tabelados pelo Ministério da Saúde”, explicou.

Quanto às Organizações Sociais da Saúde (OSS), que administraram os dois mais importantes hospitais públicos da cidade, alegou que na época em que a proposta chegou à câmara dos vereadores, o sistema era interessante e resolveria os problemas da saúde de Volta Redonda. Porém, após iniciado o trabalho, ele disse que foi o primeiro a questionar o sistema.
 
“Eu fui o primeiro a me posicionar contra as OSS no município. Está gravado nos arquivos da Câmara. Protestei, porque percebi que ia gerar altos custos para o Município”, justificou Granato.

Sobre a falta de medicamentos e materiais essenciais no uso hospitalar, o candidato declarou que é necessária uma auditoria no processo de compra desta categoria, de modo que se verifique o porquê da carência. Resolvido isso, afirmou que com as demais economias em projetos mal sucedidos, a oferta de remédio irá se normalizar.
 
“Com a economia nos demais custos, como o das OSS e da compra dos hospitais Santa Margarida e o de Campanha, poderemos normalizar a oferta de remédios e até montar um sistema de levar à casa dos mais necessitados”, contou.

Educação e Esporte

O Plano Nacional de Educação (PNE) foi criado em 2014 e está previsto até 2024. Se eleito, Washington disse que irá levantar quais as metas que foram ou não cumpridas no município, de modo que seu governo trabalhe para alcançar os objetivos.

 
“Assim que eu assumir, minha intençãao é levantar quais os índices que o município já atingiu e quais ainda não, para que eu dedique esforços no alcance dos mesmos”, disse ele.

Granato manifestou entusiasmo com a meta n° 6, que diz respeito ao ensino em tempo integral de, no mínimo, 50% das escolas públicas da cidade.

Quanto à estrutura das escolas, o candidato do Solidariedade revelou que irá montar uma equipe de profissionais experientes, contando com arquitetos e engenheiros, para que a estrutura física dos estabelecimentos de ensino sejam avaliados e as obras necessárias apontadas.

 
“Vou montar uma equipe de servidores experientes, projetos e planilhas de quantidades e custos das obras necessárias serão realizados, incluindo equipamentos e mobiliário necessário a ser adquirido”, argumentou.

Ele ainda prometeu que, em dois anos, todas as obras serão finalizadas.  “Vamos definir as prioridades para traçar um calendário de obras de recuperação, com prazo máximo de conclusão de tudo em dois anos”, finalizou.

No esporte, Granato alegou que o município conta com uma qualidade excepcional de equipamentos, mas falta dedicação aos jovens. Ele garantiu que, em seu governo, as equipes de educação esportiva terão papeis fundamentais na vida dos jovens e adolescentes. “Nossas equipes de educação esportiva terão um papel de importância nunca antes conferido aos mesmos. Fará parte do Currículo da cátedra Municipal”, revelou.

Meio Ambiente e Mobilidade Urbana

De acordo com Washington, a coleta seletiva da cidade será direcionada ao Centro de Tratamento de Resíduos (CTR).

 
“O beneficiamento do lixo seletivo ficará no CTR local, diminuindo os custos de transporte e consolidando uma cooperativa de catadores bem remunerada e prestigiada”, explicou. 

Quanto ao despejo irregular de escória por parte da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), ele afirmou que a fiscalização cabe ao Instituto Estadual do Meio Ambiente (INEA), mas que em seu governo haverá cobranças de providências e soluções.
 
“Meu governo estará em estrita sintonia com o órgão estadual (INEA), cobrando providências e soluções, exercendo seu papel de responsável solidário e até de apoio de seus técnicos de campo”, manifestou.

Na mobilidade urbana, o candidato falou sobre o seu plano de transportes para o município. Segundo ele, haverá uma sistematização do transporte coletivo na cidade com passagem única e consórcio de empresas mediante licitação. Será criado uma série de eixos estruturais com ônibus BRT e alimentadores dos bairros com veículos elétricos menores. Além disso, o candidato garantiu que motos e bicicletas terão um espaço privilegiado. "Com isso, gradativamente estaremos reduzindo a emissão de gases na atmosfera”, esclareceu.

Geração de Emprego

Granato citou novas formas de trabalho que foram revelados com a chegada da pandemia. Entretanto, segundo ele, a região possui uma atividade âncora metalúrgica e automotiva, que pode gerar milhares de empregos em micro e pequenas empresas dentro desta cadeia produtiva, e por isso deve ser explorada. Apesar disso, em sua opinião, falta um movimento político para que as grandes âncoras privilegiem as empresas locais na compra de produtos.

 
“Um primeiro passo foi dado com a redução do ICMS para novos empreendimentos metalúrgicos. Mas ainda é necessário afinar mais essa legislação Estadual. Eu vou liderar esse movimento na região”, disse.

Segurança Pública

Na tão questionada segurança pública, o candidato disse que dará apoio ao governo do Estado através de um suporte de inteligência e apoio logístico.

 
“Daremos suporte de inteligência aos órgãos de segurança estaduais. Ofereceremos apoio logístico através de um excelente sistema de monitoramento por câmeras instaladas na mesma posteação de iluminação pública com LED e sinal de WiFi. O sistema israelense também será integrado”, finalizou.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »