25/10/2020 às 07h36min - Atualizada em 25/10/2020 às 07h49min

O Halloween de Hubie: Adam Sandler contra os monstros

Em mais um filme da parceria com a Netflix, Sandler diverte sem inovar

Ricardo Accioly Filho - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Netflix / Reprodução: Pipocas Club
No mês de outubro, a Netflix planejou vários lançamentos de filmes e séries inspirados na temática do Halloween, o Dia das Bruxas. Como parte de seu contrato com a plataforma de streaming, no último 7 de outubro, estreou o novo filme de Adam Sandler, O Halloween de Hubie, protagonizado pelo comediante e trazendo um elenco de peso, quase todos seus amigos.

Na obra, Sandler vive Hubie Dubois, uma pessoa de quem toda a comunidade de Salem zomba, inclusive crianças, por ser preocupado com o que pode acontecer na noite de Halloween. No entanto, quando um assassinato ocorre, ele vira responsável pelas investigações e se torna a esperança da cidade para salvar a data, tão comemorada pelos habitantes.




Consagrado por comédias pastelões dos anos 90 e começo de 2000, Adam Sandler é um caso a parte na indústria cinematográfica. Pois, se seus filmes são sempre criticados pelos clichês do gênero e indicados a prêmios de piores do ano, o ator ainda rende boa quantia aos cofres dos estúdios e de sua produtora, a Happy Madison.

Recentemente, esteve em tela pelo conceituado Joias Brutas, em que fez burburinho por uma indicação ao Oscar de melhor ator. Inclusive, devido a isso, o comediante chegou a brincar que faria o pior filme de sua carreira, caso não fosse indicado na maior premiação do cinema. Acontece que, claro, mesmo sendo o primeiro filme após a “promessa”, Adam Sandler ainda não a cumpre em O Halloween de Hubie. No entanto, está longe da melhor forma de filmes como A Herança de Mr. Deeds, Click, Esposa de Mentirinha e Um Faz de Conta que Acontece.

Com o brilhantismo peculiar de Adam Sandler, que ainda produz e assina o roteiro ao lado de Tim Herlihy, O Halloween de Hubie reúne o que suas comédias tem de melhor: um protagonista bobalhão, um mistério com a pior das soluções e, claro muitos amigos do ator. Inclusive, apesar de contracenar com quase todo o elenco de Gente Grande, um de seus últimos grandes sucessos, o novo longa subaproveita os “amigos de Sandler”, especialmente Rob Schneider, que pouco ou quase nada contribui para a narrativa.

Nessa oportunidade, até Adam Sandler erra um pouco na medida de seu personagem. Caricato, infantil demais e com algumas piadas forçadas, seu Hubie Dubois convence pelo carisma do comediante, algo semelhante ao visto em Billy Madison: um herdeiro bobalhão. Mesmo não sendo a primeira tentativa de fazer comédia mesclando suspense e mistério, como no recente Mistério no Mediterrâneo, o roteiro de O Halloween de Hubie é simples e até consegue criar o clima desejado, nos melhores esquetes pode gerar certo medo nas crianças, mas recai em uma resolução clichê, apesar da lição de moral.

Fonte: Netflix / Reprodução: Metrópoles

Fonte: Netflix / Reprodução: Metrópoles



No entanto, o que tem de pior é seu primeiro ato arrastado demais e pouco didático, onde vários personagens são jogados sem muita explicação. Apenas do meio para frente que se começa a entender as motivações dos personagens e, nesse instante, o filme ganha atenção e interesse do expectador.

Se até aqui você ainda não concluiu se estou a defender ou a criticar o filme é porque, justamente, O Halloween de Hubie entrega aquilo que já é esperado dos filmes de Adam Sandler. É como se o próprio já soubesse disso e escreve o roteiro sabendo o que seu público quer do produto: uma sucessão de besteiróis com seu protagonismo. E isso não é algo negativo.

Pois, o filme todo funciona como uma grande diversão de Sandler com seus amigos. Não há nada de novo. Mas também não há descompromisso com o que é posto em tela, porque seu personagem é a personificação de que não devemos esquecer a infância na fase adulta e o quanto isso pode nos ajudar a manter a sobriedade em tempos tão nebulosos. Além disso, apesar do toque de comédia, trabalha o bullyng dentro de uma jornada de autodescobrimento, com cada “rival” servindo a uma função na superação de seus traumas da infância. Além disso, enxerga na simplicidade aquilo de melhor para o amadurecimento das pessoas.

Muito por isso, o longa não pode ser encarado como um adversário digno ao péssimo Cada um tem a Gêmea que Merece na disputa pelo pior filme de sua carreira. Pois, mesmo simples e mais do mesmo, entrega metáforas relevantes e discute temas caros para a sociedade de um jeito lúdico e infantil. O Halloween de Hubie funciona como um bom passatempo de fim de noite e, talvez, seja por essa ótica que devemos analisar o trabalho de Adam Sandler. No fim, se surpreenda com as rápidas participações de um certo comediante de museus e um ex-jogador de basquete.
 
REFERÊNCIAS:
O Halloween de Hubie | 2020. ADOROCINEMA. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/filme-274680/> Acesso em: 16 de out. de 2020.

O Halloween de Hubie (2020). IMDB. Disponível em: <https://www.imdb.com/title/tt10682266/> Acesso em: 16 de out. de 2020.

GUIMARÃES, C. O Halloween de Hubie: 3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) o filme de Adam Sandler que estreou no TOP10 da Netflix. ROLLING STONE UOL. 11 de out. de 2020. Disponível em: <https://rollingstone.uol.com.br/noticia/o-halloween-de-hubie-3-motivos-para-assistir-e-3-para-nao-assistir-o-filme-de-adam-sandler-que-estreou-no-top-10-da-netflix/> Acesso em: 16 de out. de 2020.

BRAZ, R. “O Halloween de Hubie”: Adam Sandler volta á Netflix em filme quase bom. A GAZETA. 10 de out. de 2020. Disponível em: <https://www.agazeta.com.br/colunas/rafael-braz/o-halloween-do-hubie-adam-sandler-volta-a-netflix-em-filme-quase-bom-1020> Acesso em: 16 de out. de 2020.

Netflix Brasil. O Halloween de Hubie | Trailer oficial | Netflix. YOUTUBE. 10 de set. de 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=_mUO2ukDTZk> Acesso em: 17 de out. de 2020.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »