23/10/2020 às 12h06min - Atualizada em 24/10/2020 às 17h05min

Era uma vez…um livro!

O passo a passo da produção de um livro, desde a sua criação até a sua publicação

Estéfani Martins - Editado por: Gustavo H Araújo
Reprodução: Pixabay
Escrever um livro não é uma tarefa simples; não há uma fórmula para isso. O processo é demorado e pode enfrentar diversas dificuldades e, quando finalmente a obra está escrita, o autor pode perceber que não é o fim da história, mas o começo de um longo caminho para a publicação. São esses passos, da criação até a venda, que serão abordados neste texto.

Inspiração

Muitas pessoas têm a ideia de que a criação de uma obra literária inicia-se com a escrita. Pórem, muito antes de colocar no papel, o escritor passa por uma fase crucial do processo: a inspiração. Afinal, para escrever é preciso saber o que quer contar, não necessariamente tudo, mas pelo menos o começo. A inspiração pode vir de muitos lugares, até do cotidiano. A escritora do livro “A história da garota que o desafiou” Andressa Miranda, conta que a ideia para o livro surgiu de repente. “Minhas inspirações surgem do nada, enquanto estou olhando ou fazendo algo da rotina", afirmou. Alguns artistas também relatam que suas histórias surgiram durante um sonho; outros têm um ritual particular para obter a inspiração. Agora, se para você é difícil encontrá-la, há alguns métodos que podem ajudar sua mente nesse processo:

Consuma arte: escute músicas, leia livros ou veja filmes. Ter contato com outras expressões artísticas te ajuda a trabalhar sua criatividade e te dá mais conhecimento para aplicar.
Saia da rotina: mude a ordem do seu dia. Às vezes, a rotina programa o cérebro para trabalhar mecanicamente. Reinventar seu caminho para o trabalho ou a ordem dos afazeres traz um outro olhar.
Não se cobre: a cobrança excessiva pode atrapalhar sua criatividade. Por isso, o ideal é deixar a mente trabalhar no seu tempo.

Criação

Com a ideia em mente, ou pelo menos parte dela, é chegada a hora de começar a escrever. A forma e a frequência do ato variam dependendo do autor. Andressa relata que o processo de criação do seu livro durou seis meses. A autora também conta que passou por uma fase muito conhecida dos artistas: o bloqueio criativo. Mesmo os profissionais mais experientes já tiveram um bloqueio criativo. Para um escritor, essa fase assemelha-se a um dia ruim no trabalho e, assim como tal, uma hora acaba. O importante é manter a calma. As dicas para obter inspiração também são úteis nessa fase do processo. Inclusive, Andressa comenta que não se desesperou quando enfrentou essa situação. "Como eu não gosto de me forçar a escrever, quando eu estava sem inspiração simplesmente parava e começava a ler um livro. Então, quando me dava o 'clique' retornava."

Revisão

Como qualquer outra tarefa, após a conclusão, é preciso revisar; fazendo, por exemplo, a verificação da ortografia e a análise de coesão e coerência do texto. Modificar algumas partes são essenciais para se obter o resultado esperado. Nesta fase, o ideal é pedir para outra pessoa conferir também, pois quando se passa muito tempo trabalhando em algo, alguns detalhes podem passar despercebidos. Por fim, todo autor quer mostrar sua obra para o mundo, não é? Então, isso leva à última fase.

Publicação

A publicação de uma obra literária é o sonho de todo escritor. A forma e o valor para a impressão do livro são variáveis. As grandes editoras são as mais almejadas para isso, porém não é fácil. Geralmente, elas apostam em nomes já conhecidos ou em obras indicadas por críticos literários. Neste caso, quase sempre os livros são custeados por ela, ou seja, o autor não tem que pagar nada. Por outro lado, a editora passa a ter total autonomia para a formação do material que será comercializado. O autor recebe uma porcentagem sobre a venda, que varia de 5% a 10%. Outra opção é publicar através de uma editora menor, em que provavelmente os valores serão divididos entre a empresa e o autor. Contudo, o autor também recebe uma porcentagem das vendas. Andressa conta que a procura por uma editora foi difícil. “Além de achar uma editora que me fornecesse uma condição acessível, tinha que analisar se ela comercializava o tipo de livro que escrevi."

Atualmente estão surgindo novas formas de comercialização de livros, alguns sites possuem a opção de impressão apenas quando um exemplar é vendido. Então, logo que alguém compra o livro no site, a obra é impressa. No final, o escritor deve optar pela maneira mais conveniente para ele.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »