23/10/2020 às 15h32min - Atualizada em 23/10/2020 às 15h27min

Cinema ou streaming, qual a sua escolha?

Com a pandemia de covid-19 os cinemas perderam lugar, abrindo espaço para mídias de streaming como Netflix, Amazon Prime e Telecine

Gabriel Leandro - Editado por: Gustavo H Araújo
Reprodução: sala de cinema

O cinema está diretamente ligado a arte e a cultura da população brasileira. Através dos filmes as pessoas desenvolvem conhecimento e, não só isso, desfrutam de um excelente entretenimento. A sétima arte influencia consideravelmente o cotidiano das pessoas, pois pode representar um recurso de lazer nas horas de descanso; além de ser, para muitos, considerada um hobby.

Porém, com o surgimento dos serviços de streaming, houve uma expressiva queda nas bilheterias. Muito se comenta acerca da acessibilidade que foi gerada com essas novas mídias, como o custo-benefício, a facilidade de acesso para assistir a qualquer hora e em qualquer lugar e poder compartilhar com as pessoas. Enfim, infinitos fatores positivos que colocaram a audiência dos cinemas em risco.

Outro fator que cooperou para o aumento das assinaturas de streaming como Netflix, Amazon Prime e Telecine, e que acarretou na diminuição dos números das bilheterias foi a chegada da pandemia da covid-19, que acabou fechando todas as salas de cinema do Brasil, intensificando, assim, o crescimento de membros nos serviços de distribuição digital.

Após aproximadamente sete meses fechados, os cinemas de São Paulo e de outras cidades podem ser reabertos seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, mas a grande questão que fica na mente é a seguinte: depois de tanto tempo longe, ainda vale a pena frequentar as salas de cinema? Muitos dos que são fãs dizem que não trocam jamais a emoção de estar de frente para as telonas; enquanto outros afirmam terem se adaptado com os serviços de streaming por conta da acessibilidade.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »