28/10/2020 às 11h50min - Atualizada em 28/10/2020 às 11h40min

Vasco e Caracas se enfrentam pela Sul-Americana

Confronto é válido pela segunda fase da competição

Elison Lima - editado por Wesley Bião
Cano foi decisivo na primeira fase da Sul-Americana; hoje ele será desfalque (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)
Vasco e Caracas se enfrentam pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, às 21h30 (horário de Brasília), em São Januário. Enquanto os brasileiros buscam encerrar um longo jejum de nove jogos sem vencer, os venezuelanos tentam se reabilitar da eliminação na fase de grupos da Libertadores.

VASCO

Oito meses após a primeira fase da competição, muita coisa mudou no Vasco. O técnico não é mais Abel Braga e jogadores como Marrony e Raul não fazem mais parte do elenco. Assim como no início do ano, o futebol apresentado não vem agradando os torcedores e a última vitória do time foi há mais de um mês, no clássico contra o Botafogo, válido pelo Campeonato Brasileiro. O clube vê a Sul-Americana como a única possibilidade de título na temporada, uma vez que já foi eliminado da Copa do Brasil e faz campanha muito ruim no Brasileirão.

Para o confronto desta noite, o técnico Ricardo Sá Pinto mais uma vez não contará com os argentinos Germán Cano e Martín Benítez. Enquanto o primeiro já estava descartado por conta de uma lesão na coxa, o segundo ainda alimentava uma esperança de jogar, pelo menos, 45 minutos, mas sequer foi relacionado.  A ideia é preservar Benítez para os próximos jogos, principalmente o jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Caracas, na Venezuela. O português tem as liberações do zagueiro Ricardo Graça e do meia Juninho para o jogo. Será também a estreia de Sá Pinto em competições internacionais no comando do Cruzmaltino.

Provável escalação: Fernando Miguel; Cayo Tenório, Miranda, Leandro Castan e Henrique; Andrey, Leonardo Gil e Carlinhos; Vinícius, Talles Magno e Ribamar.

CARACAS

Atual campeão venezuelano, o Caracas entra na segunda fase da Sul-Americana por ter ficado na terceira colocação do grupo H na Copa Libertadores, ficando atrás de Boca Juniors e Libertad. Os Rojos tiveram os mesmos sete pontos do Libertad, ficando de fora dos dois classificados por conta de um gol no saldo. No campeonato nacional, está em segundo lugar no Grupo B, mas apenas com uma partida disputada, justamente a mais recente, realizada no último domingo. O clube venceu o Zamora, fora de casa, pelo placar de 1x0. A delegação teve problemas na autorização do voo para o Rio de Janeiro, devido às restrições da pandemia do novo coronavírus. O tempo de espera chegou a dez horas, porém, feita com sucesso a partir de uma ajuda da Conmebol junto às autoridades. O técnico Noel Sanvincente tem o desfalque de jogadores que testaram positivo para a Covid-19 e sequer viajaram com a equipe. O clube tem como grande destaque o meia Robert Hernández, de 27 anos.

Provável escalação: Velásquez; Ferreira, Osio, Rivero e Notaroberto; Flores e Andreutti; Hernández, Contreras e Cellis; Blanco.

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

Será o primeiro confronto na história entre Vasco e Caracas. Em duelos oficiais contra equipes venezuelanas, o Vasco tem retrospecto positivo. Foram no total seis jogos, com cinco triunfos vascaínos e um empate, todos pela Copa Libertadores.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »