05/11/2020 às 19h21min - Atualizada em 05/11/2020 às 17h59min

"Acabo expressando minha arte", diz profissional sobre sucesso das maquiagens artísticas

Axel Cruz conta sobre o processo de criação para as produções em suas redes

Adriane Cristhine - Editado por Larissa Barros
Reprodução / Instagram / @axelcruz
Milhares de conteúdos são publicados todos os dias na internet e com o distanciamento social, não demorou muito para que movimentos artísticos encontrassem nas redes um palco com plateia ilimitada. Dentre as publicações que tem chamado a atenção dos internautas está a maquiagem artística - também conhecida como maquiagem performática.

A técnica usada frequentemente em cinema, teatros e shows se tornou popular entre os amantes da maquiagem e faz sucesso por meio de vídeos e fotos nas mídias sociais. Axel Cruz tem 18 anos, mora na região metropolitana de São Paulo, e trabalha como maquiador e fotógrafo no Instagram. Ele confessa sempre ter tido um lado artístico, e afirma que seus hobbies são relacionados com a maquiagem, a fotografia, desenhos e pintura.

Segundo o maquiador, investir nas produções performáticas foi uma nova maneira de expandir seu estilo de fotos - que geralmente exploravam lugares externos. “Como no começo da quarentena, a maioria das pessoas estavam nesse contexto de conteúdo de maquiagem, eu pensei: Por que não investir neste meu lado?", disse o maquiador.

Ele conta que suas maiores referências são oriundas de filmes do cineasta Tim Burton e fotografias surrealistas. Várias de suas inspirações também surgem de reality shows, como o estadunidense RuPaul’s Drag Race e clipes de música da cantora norte-americana Lana Del Rey.
“O processo de criação depende muito, quando eu quero fazer uma produção maior, que foi o caso desse Halloween, eu penso semanas antes. Penso em como eu quero o cabelo, unhas, o shape [formato] da maquiagem e como eu quero a foto”, explica Axel sobre a criação das suas maquiagens.

Axel alega ter se surpreendido com a complexidade de produzir conteúdo para a internet e com o investimento que isso representa.
“Eu era muito desses de pensar que trabalho na rede social é muito fácil, que ganha dinheiro fácil. Mas agora, eu estou sentindo na pele porque em um dia só eu fico produzindo uma maquiagem e fico sentado no mesmo lugar por horas para gravar um vídeo. Eu dependo de ter comprado um celular caro, equipamento de luz e comprar muitas maquiagens para isso”, explica.
Apesar do alto investimento e do retorno não ser algo rápido, o maquiador afirma que é cada dia mais incentivado pelos amigos e família a continuar com as produções. “Acabo expressando minha arte, trazendo mais pessoas pra esse meu mundo e para ver o meu trabalho. E ver essas pessoas agradecendo, comentando, falando que ‘tá’ bonito, isso me motiva cada vez mais."

Além da realização pessoal, ele entende a arte como algo “muito importante dentro da sociedade, ela demonstra nossos sentimentos, demonstra nossas revoltas, é um meio da gente se expressar de um jeito bonito [visualmente]."


Para Axel Cruz, as pessoas estão procurando novas formas de consumir arte no mundo virtual, principalmente durante o período da pandemia do novo coronavírus. “Nesse isolamento social em que a gente não pode visitar museus e não tem galerias abertas, muitos exemplos diferentes de arte cresceram. Então tem maquiagem, podcasts, artistas lançando álbuns sem tanta produção, álbuns mais íntimos, novas formas da gente consumir arte”.

Já com relação à aceitação de novos conteúdos nos meios digitais, o fotógrafo diz acreditar que as pessoas estão prestando mais atenção no que acontece nas redes e que estão mais abertas a ver e consumir conteúdos diferentes de entretenimento, como os vídeos e fotos de maquiagem artística.




Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »