10/11/2020 às 07h26min - Atualizada em 10/11/2020 às 07h31min

Os super-heróis nativos do Brasil ao alcance de um toque

Paulo Pereira - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Fabrício Guerra | Reprodução: Catarse

Assinatura de quadrinhos digitais com temática indígena, do quadrinista, roteirista e escritor Tom Gomes, é lançada no Catarse no último dia 3 de novembro como forma de estabelecer um diálogo participativo e constante com o público consumidor.
 
Autor das bem sucedidas obras Isolda (2017) e Corruption (Parte 1 - 2018 e Parte 2 - 2019) – todos frutos de financiamento coletivo no site Catarse –, o paraense de 33 anos, Tom Gomes, é um artista iniciante no mundo das histórias em quadrinhos. Contudo, já goza de uma carreira de sucesso.


Sempre em parceria com um grande time de profissionais a exemplo de Fabricio Guerra, Felipe Watanabe, Aldaci Junior, Ronilson Freire, Karine Ribeiro e Talita Grass, os gibis criados por Gomes estão voltados para uma espécie de ficção heroica – ou ficção fantástica como ele mesmo define. Os trabalhos mais recentes marcam a sua entrada nas particularidades da cultura brasileira. É por este viés que se estrutura a sua nova empreitada.
 
O primeiro quadrinho a ser disponibilizado é SUMAR, que narra as aventuras de uma poderosa índia guerreira com poderes divinos em sua saga para proteger a floresta de grileiros e garimpeiros inescrupulosos. De fato, o chamariz para o novo projeto é a temática focada nos índios. Veremos vigorosos guerreiros e guerreiras indígenas vivendo cativantes aventuras, em uma realidade similar à nossa e em distopias futuristas.
 
Motivado a criar o sistema de assinaturas de quadrinhos digitais – a fim de ter uma maior conexão com os seus leitores ao mesmo tem em que ajuda a superar as complexidades próprias da situação de um artista independente – Gomes promete interessantes recompensas. Dentre elas, relacionadas a cada valor contribuído, estão papéis de parece (inclusive no formato físico), rascunhos, páginas de histórias exclusivas, dicas de narrativa e até mesmo o dar opiniões e participar das histórias. Será um processo realmente colaborativo.
 
O carro-chefe da proposta é, a partir do pagamento do valor mínimo fixo e mensal de R$ 10,00, o leitor ter acesso a um perfil exclusivo na mídia social Instagram onde as histórias serão apresentadas. Se preferir, um pacote de arquivos, com o mesmo conteúdo, será enviado diretamente para o e-mail do assinante.
 
Para quem não está familiarizado com os quadrinhos digitais, os também chamados de webcomics surgiram ainda nos anos 1980 com a possibilidade de fazer e divulgar histórias em quadrinhos em uma tela de um computador. Com o acesso em larga escala à internet nos anos 1990, somada à popularização das mídias (redes) sociais nos anos 2000, a disseminação das histórias em quadrinhos em formato digital ganhou força. Ao longo dos anos, muitas experimentações foram feitas, até mesmo aproximando os gibis de outras mídias tais quais o cinema e o videogame.
 
Atualmente, novos rumos (e nomes) vem sendo desenvolvidos para as webcomics. Certo é que, a proposta de Gomes segue uma tendência atual que tem gerado bons frutos - As dificuldades impostas pela atual pandemia também estabeleceram questões que são consideradas.
 
Há bastante pesquisa na área. E, particularmente, as ferramentas oferecidas pelo Instagram possibilitam uma leitura de quadrinhos que se aproxima, sob alguns aspectos práticos, da leitura tradicional. É promissor. A campanha de assinatura, com todos os seus detalhes, pode ser conferida aqui.
 
 
REFERÊNCIAS:
DAQUINO, F. A história das redes sociais: como tudo começou. tecmundo. 26. nov. 2012. Disponível em: https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/33036-a-historia-das-redes-sociais-como-tudo-comecou.htm. Acesso em 4. nov. 2020.
 
GOMES. T. Uma jornada épica pelas narrativas indígenas, para o universo dos quadrinhos.. Catarse. 3. nov. 2020. Disponível em: https://www.catarse.me/tomgomes?ref=user_contributed&project_id=123872&project_user_id=639817. Acesso em: 3. nov. 2020.
 
GOMES, T. Instagram. [s.d]. Disponível em: https://www.instagram.com/tomgomes__/. Acesso em: 4. nov. 2020.
 
GOMES. T. Corruption – Isolda - A Canção da Espada. Catarse. 13 nov. 2018. Disponível em: https://www.catarse.me/isolda. Acesso em: 4. nov. 2020.
 
GOMES. T. Corruption – O Senhor do Abismo Cósmico. Catarse. 13 nov. 2018. Disponível em: https://www.catarse.me/corruption. Acesso em: 4. nov. 2020.
 
GOMES. T. Corruption - Parte 2 (Exclusivo Catarse). Catarse. 9 nov. 2019. Disponível em: https://www.catarse.me/corruption2. Acesso em: 4. nov. 2020.
 
PINHEIRO, R. Você (realmente) sabe o que é uma Webcomic? | Escrevendo Quadrinhos. 2019. (12m55s). Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=OizDZ-Hge8Y. Acesso em: 5. nov. 2020.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »