12/11/2020 às 14h50min - Atualizada em 12/11/2020 às 14h47min

Desrespeito e aglomeração em Goiás

A organizadora do evento informou que adotou todos as medidas necessárias e tinha autorização para realizar a festa

Lorenzo Rivero - Editor: Ronerson Pinheiro
Foto/Reprodução: TV Anhanguera
Uma festa reuniu cerca 4 mil pessoas no município de Santa Bárbara de Goiás, no estado de Goiás, causando desrespeito e aglomeração nesse momento de pandemia. Os vídeos publicados pelos próprios frequentadores nas redes sociais mostram que a maioria das pessoas estava sem máscara. Além dos frequentadores, vendedores que estavam no local, também não usavam a máscara. A festa que teve início às 08h da manhã, só acabou após a chegada da Polícia. Com a presença dos militares, alguns frequentadores saíram correndo pulando as grades que protegiam o local do evento.

Segundo o portal de notícias G1, a organizadora do evento informou que adotou todos as medidas necessárias, tinha a autorização para realizar a festa e que havia profissionais na entrada do local para cumprir as exigências do uso da proteção. Em nota, a organizadora do evento afirmou que “esse tipo de festa gera empregos e renda e que esse tipo de classe, precisa urgente para gerar renda após pandemia”, diz o comunicado.

Em áudio, o Prefeito de Santa Bárbara, Wagner Vaz da Silva (PP), afirmou que já tinha pedido para interditar a festa: “Já pedi para interditar. “A festa nesse momento vai acabar, porque a autorização que saiu foi de 10 pessoas por quiosque e esse tem mais de três mil pessoas”, disse o prefeito na ocasião”, disse no áudio.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta: lave as mãos com frequência utilizando água e sabão, mantenha a distância mínima de um metro entre você e qualquer pessoa, evite tocar nos olhos, nariz e boca, use álcool em gel 70% e se puder, fique em casa.


Editora-chefe: Lavínia Carvalho. 
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »