09/05/2019 às 07h32min - Atualizada em 09/05/2019 às 07h32min

Vegetarianismo x veganismo: uma nova gastronomia influenciada pelas redes sociais

Cresce o número de adeptos à alimentação natural

Marcus Pedrosa
Atualmente a procura e o interesse por um hábito saudável vem aumentando, isso parte disso por (principalmente pela) influência e pelo conhecimento recebido através das redes sociais sobre o tema. Mas a primeira pergunta que nós fazemos é, qual a diferença entre vegetarianismo e veganismo? Vegetarianos são pessoas que não comem carne, nem na verdade nada de origem animal, e nisso se incluem também os peixes. Ademais, o vegetarianismo abre algumas “exceções” e termos, como ovo-lacto-vegetarianos que são aqueles que não comem carne, mas comem leite e ovos. Já o veganismo é um nível elevado e que vai além das questões ultrapassa até os níveis alimentares, onde inclui a proteção dos animais, fazendo com que haja uma certa privação de coisas produtos advindos de animais, incluindo um pensamento prévio sobre a questão de produtos industrializados que usam animais como cobaias, por exemplo.
 
Ultimamente algumas celebridades e digitais influencers vem colocando como pauta esse tema. Em rede nacional, através do reality show Big Brother Brasil apresentado pela TV Globo, a participante Hana Khalil trouxe para  casa mais vigiada do Brasil a sua relação com o veganismo, de certa maneira foi bastante julgada  foi alvo de julgamentos por causa de sua militância, mas aumentou trouxe conhecimento de várias pessoas que tinham algumas dúvidas em comum sobre o assunto. Mesmo fora da casa, a ex-BBB compartilha um pouco de sua vida social e alimentar com o veganismo, mostrando suas refeições e explicando algumas questões recebidas pelos internautas.

Na internet, em especial a rede social Instagram, com facilidade as pessoas tem contato particularmente com aquilo que tem interesse ou que desejam conhecer mais, e essa aproximação traz ainda mais uma visão positiva sobre o tema abordado. Muitos perfis vêm sendo criados para inspirar e aumentar ainda mais o número de praticantes desse hábito. Porém, vale lembrar a necessidade de não seguir apenas a dieta de alguém que você acompanha. A nutricionista Juliana Dias em seu canal no Youtube, explica a questão da restrição e da falta de algumas vitaminas e ferro, a profissional indica as substituições para receber essas fontes proteicas. A mesma lembra que por causa dessa privação, a pessoa deve compensar comendo frutas, leguminosas, cereais algumas vezes por dia para evitar alguma deficiência futura por falta dessas vitaminas.

Edição: Michelle Ariany 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »