14/11/2020 às 11h29min - Atualizada em 14/11/2020 às 11h23min

Conheça o teste da ancestralidade

O teste genético de ancestralidade pode auxiliar na conquista da cidadania Europeia

Junior Saull - labdicasjornalismo.com
Fonte e Reprodução: Uol
Desde a descoberta da dupla hélice de DNA por Watson e Crick, na década de 50, os avanços quando se falam em genética são diversos. O desenvolvimento dessa descoberta ajuda a solucionar crimes, determinar o parentesco, identificar pessoas, informar a probabilidade de desenvolvimento de doenças, e agora pode ser usado inclusive para ajudar a ter um passaporte de cidadania europeia. Essa é uma das grandes promessas do teste genético de ancestralidade, o teste que faz sucesso em todo mundo, inclusive no Brasil. Grande parte do sucesso é devido à facilidade de realizar um teste genômico no conforto do lar já que a maioria dos laboratórios disponibilizam o teste pra coleta em casa e envio do material pelos Correios.

O teste se baseia na análise do DNA que o paciente colhe através de uma amostra da mucosa da gengiva, região rica em células com material genético saudável. Essa amostra é acomodada em local apropriado e enviada ao laboratório, onde serão analisados cerca de 700.000 pontos,  que corresponde a cerca de 0,01% do código genético da pessoa. Parece ser algo de outro mundo, mas o médico Ricardo Di Lazzaro Filho, CEO da Genera uma das empresas que fornecem o teste no Brasil, informou que a tecnologia disponibilizada hoje permite fazer essa analise em pouco tempo. No nosso DNA trazemos traços característicos da região que vivemos, e os fatores externos acabam influenciando nosso DNA. O estudo dessa área é chamado de epigenética, unindo esse fenômeno à característica do DNA de ser replicado em cada geração, o teste permite descobri a origem dos parentes que te antecederam em até 8 gerações.

Anos atrás, era impossível pensar na probalidade de um teste desse tipo. Com a finalização do Projeto Genoma, que terminou em 2003, foi possível fazer diversos avanços no que diz respeito à genética humana, já que os estudos com genético animal e vegetal sempre foram mais avançados devidos à flexibilidade da bioética nesse campo. Um grande motivo pra se buscar por esse teste, é que países da Europa como Portugal e França, oferecem nacionalidade aos familiares de cidadãos nascidos nesses países. Existem empresas especializadas a realizar todo o tramite legal para a conquista desse direito.

Há ainda laboratórios que aliam a pesquisa da ancestralidade testes genéticos de intolerância alimentar, predisposição a certos tipos de doenças, além de fazer um cruzamento de informações para a possibilidade de encontrar outros familiares que também realizaram o teste. No Brasil, ele tende a se tornar comum já que o período de colonização do país aconteceu com influencia de diversas regiões.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »