15/11/2020 às 16h12min - Atualizada em 15/11/2020 às 15h57min

Peça Querubim estreia com nova versão em São Paulo

Pensada para o público jovem, a peça aborda sobre mudanças comportamentais, psicológicas e emocionais em tempos de isolamento social.

Natáscia Tuelher - Editado por Letícia Agata
Grazy Pisacane | GPress Comunicação - Jornalista e Assessora de Imprensa Cultural
Rayssa Zago
Após a capital paulistana entrar na fase verde do Plano São Paulo, eventos em museus, teatros, casas de show, galerias e bibliotecas voltaram às suas atividades, respeitando os protocolos da covid-19. Uma das primeiras realizações de teatro na cidade é a peça ‘Querubim’, em cartaz no Comedy Sampa Clube – Teatro Novo.

Com enfoque nos altos e baixos da adolescência, a peça teatral conta a história de amigos que se encontram em uma viagem após um ano de formados. Em tempos de coronavírus, a peça foi adaptada e repensada para esses novos tempos, tanto em relação aos protocolos necessários quanto a sua própria história.

Diferente da versão apresentada em 2019 no Rio de Janeiro, a viagem dos amigos, dessa vez, ocorre em período de isolamento social por conta pandemia, o que evidenciará mudanças emocionais, psicológicas e comportamentais vividas por cada um nos últimos meses. Esses, serão evidenciados com a chegada de um visitante ao local, que surpreendentemente conseguirá abordar os conflitos pessoais e profissionais de cada personagem.
 

O espetáculo conta com nomes famosos da TV, que trabalharam nas novelas ˜Malhação", "Chiquititas" e "Carrossel", além de outras novelas e filmes. (Foto: Reprodução/ Rayssa Zago)

 
“O começo da vida adulta é um período que todo mundo já passou ou ainda vai passar. A peça aborda um pouco deste momento cercado por novos interesses e curiosidades e que é pouco retratado nos palcos, por isso estamos sempre animados para contar essa história, que também celebra a amizade e as diferenças”, afirma o diretor de Querubim.

A produção conta com alguns nomes já conhecidos na TV como João Fernandes, Gabriel Santana, Felipe Rodrigues e Matheus Polis (stand-in), que fizeram parte da primeira fase da peça no Rio de Janeiro, além de Nicholas Torres, Caroline Dallarosa, Léo Belmonte e Isadora Santana (stand-in), que ingressaram na versão paulista.

Trazendo um assunto que devemos dar mais atenção, a peça aborda o fato de como estamos conhecendo mais a fundo um ao outro nesse tempo de pandemia. Estamos vendo mais de perto manias e sensações mais profundas de pessoas que amamos e reconhecendo-as de formas que não imaginávamos. O público jovem, por estar em uma fase de transformação e autoconhecimento, é o que mais sente o peso do isolamento social nesse aspecto, por não ter para onde fugir e muitas vezes não ter com quem conversar.

O produtor da peça, Alexandre Bissoli, afirma:
“Produzir peças que conversem com o público jovem é muito desafiador, pois é um público que está em constante evolução. Muitas vezes as próprias famílias não conseguem abordar dentro de casa temas importantes na vida deles, fazendo com que acabem gerando uma série de dúvidas, angústias, ansiedades e frustrações. Portanto, falar de certos temas com eles é possibilitar um espaço de descobertas e até mesmo aceitação”.

A peça chegou aos palcos da cidade no dia 31 de outubro e ficará em cartaz até o dia 28 de novembro. As apresentações ocorrem todo o sábado e domingo, às 16h no Comedy Sampa Clube – Teatro Novo, localizado na Vila Mariana - SP. Os ingressos estão sendo vendidos pelo website do Comedy Sampa (https://comedysampa.com.br), com os valores de R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia). Classificação 16 anos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »