21/11/2020 às 17h20min - Atualizada em 21/11/2020 às 17h09min

Tottenham é mais eficaz, vence o Manchester City e é líder da Premier League

Em mais um capítulo da rivalidade entre os treinadores, quem saiu vitorioso foi o português

Léo Abrantes - Editado por Amanda Cruz
Spurs vencem partida. (Foto: REUTERS/Clive Rose)

O Tottenham de José Mourinho recebeu o Manchester City de Pep Guardiola nesta tarde de sábado (21) no Tottenham Hotspurs Stadium, válido pela 9ª rodada da Premier League. Os Spurs garantiram a vitória por 2 x 0, com gols de Son e Lo Celso, e assumiram a ponta da tabela do Campeonato Inglês, ultrapassando o Chelsea. Ainda, o atual líder espera o resultado da partida entre Leicester e Liverpool, para que a liderança seja, de fato, mantida.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
O início do jogo foi bastante típico dos confrontos entre Guardiola e Mourinho: o time do espanhol mantinha a posse de bola, enquanto o do português se defendia completamente. Mas o Tottenham não ficava completamente acuado, procurava o contra-ataque sempre que possível. Após uma falta sofrida em um dos contra-ataque, Ndombele recebeu rapidamente e lançou para Heung-Min Son, que recebeu, correu e bateu na saída do goleiro. Gol dos Spurs, 1 x 0, logo aos quatro minutos.
 
Depois de sofrer o gol, o Manchester City começou a pressionar ainda mais, sempre trocando muitos passes e buscando um companheiro melhor posicionado. Já o Tottenham buscava sempre a recuperação da posse para atacar a meta do brasileiro Éderson em velocidade, e até conseguiu marcar, mas Kane estava impedido após o passe de Son. Na metade do tempo, o jogo estava mais para o City, que tinha 69% da posse de bola, criava oportunidades e não deixava o Tottenham crescer tanto. Em uma dessas chances da equipe de Manchester, Jesus recebeu um cruzamento e ajeitou para o zagueiro Laporte marcar o gol, mas o VAR foi acionado logo depois e detectou o toque de mão do atacante brasileiro ao receber o cruzamento.
 
Com o final do primeira etapa chegando, o cenário da partida não se alterou muito: o City ainda mantinha a posse de bola e o Tottenham se defendia. Mas a intensidade das duas equipes caiu, ao ponto de elas não levarem perigo para a outra. A maior posse de bola dos Citizens fez com que a equipe chutasse 11 vezes ao gol, enquanto o adversário apenas uma. Outra estatística que chama atenção no primeiro tempo é as defesas de goleiros: Éderson não fez nenhuma e Lloris, três.
 
SEGUNDO TEMPO
 
O tempo começou mais parecido com o início da partida. O Manchester City voltou melhor para a etapa, buscando mais o gol, conseguindo melhores movimentações na grande área e finalizando mais. Já o Tottenham buscava o contra-ataque ainda, e, algumas vezes, conseguia chegar ao ataque, mas não finalizava com tanta frequência, pois o City sempre que podia recuperava a posse e buscava outro ataque.
 
Em um dos contra-ataques da equipe de branco, após erro de passe do City, o zagueiro Alderweireld acionou Harry Kane, que saiu em velocidade e tocou para a Giovani Lo Celso chutar entre as pernas do goleiro. Segundo gol do Tottenham, e a nona assistência de Kane na temporada. Os Spurs conseguiram ser mais eficazes, com três finalizações na partida e dois gols, enquanto o City tinha 17 finalizações. Após o segundo gol, o jogo ficou tranquilo para o Tottenham, e a equipe de Londres conseguiu ficar mais com a posse de bola e se arriscar um pouco mais na partida.
 
Kane se mostrou um jogador importante para manter a posse de bola, conseguindo segurar a bola ou acionar alguém em velocidade, ganhando ainda mais tempo. O City aparentou sentir o golpe, pois, diminuiu a intensidade e não conseguiu mais atacar com a mesma frequência do início do segundo tempo. De Bruyne e Gabriel Jesus foram os jogadores que mais tentaram finalizar e criar jogadas, mas a defesa do Tottenham fez grande partida. Ao final do confronto, o City fez uma pressão maior em busca do gol, levando Lloris a fazer uma defesa à queima-roupa após bola cruzada na área. Depois de 90 minutos, o jogo acabou e a vitória do agora líder Tottenham foi concretizada.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
A equipe do norte de Londres jogará em seu estádio contra a equipe do Ludogorets, da Bulgária, válido pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga Europa, na quinta-feira (26), às 17h (horário de Brasília). Já o Manchester City busca sua recuperação na Grécia, contra o Olympiakos, na quarta-feira (25), válido pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »