21/11/2020 às 20h40min - Atualizada em 21/11/2020 às 19h18min

Atlético de Madrid bate Barça, quebra jejum na La Liga e assume a vice-liderança

Colchoneros foram superiores durante todo o jogo e garantiram vitória importante dentro de casa

João Fellipe Ramos - editado por Wesley Bião
Túnel do Wanda Metropolitano (Foto: Divulgação/Instagram/Wanda Metropolitano)
Dentro do Wanda Metropolitano, pela LaLiga, neste sábado(21) o Atlético de Madrid foi superior ao Barcelona e garantiu a vitória por 1x0 ainda no primeiro tempo, e no segundo apenas administrou o resultado, mas teve chances para ampliar o placar. Com essa importante vitória, Diego Simeone quebra jejum de 10 anos sem vencer o Barcelona na LaLiga, e assim assumiram a vice-liderança.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
Logo aos dois minutos, Dembelé partiu para cima da marcação, cruzou por baixo e Griezmann se atirou na bola mas jogou por cima. Esse foi o primeiro lance de perigo do jogo. A marcação do Barcelona está adiantada para pressionar a saída de bola dos Colchoneros.

O Atlético respondeu logo em seguida com uma troca de passes, e Saúl bateu de fora após passe de Carrasco, fazendo Ter Stegen se esticar para evitar um golaço. O time mandante busca abrir o placar através de contra-ataques com os jovens João Félix e Angel Correa. Antes dos dez minutos, Koke já levou o primeiro cartão do jogo para evitar um perigoso ataque da equipe catalã com Dembelé. A revolta do Atleti foi visível por ser a primeira falta do time mandante.

Em uma triangulação entre Trippier, Correa e Llorente, quase saiu um lindo gol. Eles trabalharam na lateral da área, numa boa troca de passe. Correa deixou Llorente de frente para o gol, que chutou forte e a bola explodiu no travessão. Como resposta a essa chegada o Barcelona criou pela linha de fundo. Dembelé jogou a bola na outra ponta da área, Pedri ajeitou para Messi que bateu de cavadinha, mas a bola passou longe do gol.

Com 40 minutos Jordi Alba acha um lindo passe por entre as pernas do zagueiro dos donos da casa, que chegou até Messi, que se perde um pouco na passada e acabou chutando fraco, em cima do goleiro Oblak.

No final do primeiro tempo, numa saída errada do goleiro catalão, Carrasco fica sozinho na frente do gol e só empurrou para o fundo das redes abrindo o placar no último lance do primeiro tempo.

Mesmo tendo menos posse de bola, os Colchoneros tiveram mais chances de abrir o placar, e fazendo jus aos números de finalizações o time mandante vai para o vestiário com o placar ao seu favor. Com este resultado, o Madrid chegava aos 20 pontos e assumia a vice–liderança até o momento.

SEGUNDO TEMPO
 
A primeira chance clara foi em um escanteio para os catalães, que Lenglet cabeceou em cima de Oblak, outra chance desperdiçada pelo time visitante, e para melhorar o desempenho ofensivo, Ronald Koeman tirou o jovem Pedri para colocar o Coutinho para ter um chute de fora da área mais efetivo.

Um lance forte logo aos 14 minutos preocupou a torcida barcelonista. Piqué trombou com Ángel Correa que caiu por cima de seu joelho. O zagureiro não suportou a dor e foi substituído pelo jovem Dest.

Para tentar liquidar a partida, Diego Simeone tirou Llorente e colocou Diego Costa. O time ficou com três atacantes: dois nas pontas e um mais centralizado. Já 

Ronald Koeman, em busca de um empate, tirou Pjanic e Griezmann para colocar Trincão - a jovem promessa do time visitante - e Braithwaite, um homem de área para escorar as bolas aéreas para a meta adversária.

Numa boa jogada de Lionel, ele dribla o lateral e joga na cabeça de Antoine que cabeceou bem, contudo em cima do goleiro que apenas encaixou e acalmou o jogo. Dembelé fez uma boa jogada, rolou para Sergi Roberto que bateu de fora da área com tanta força que acabou sentindo dor na coxa direita, a bola acabou desviando no zagueiro e gerou um escanteio que não levou perigo.


PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Os próximos confrontos dos dois times são pelo mesmo campeonato, a UEFA Champions League. Os Colchoneros enfrentarão o Lokomotiv Moscou no Wanda Metropolitano na próxima quarta-feira (25) às 17h (horário de Brasília). Já o Barcelona viaja à Kiev para enfrentar o Dinamo Kiev na terça-feira (24) ás 17h (horário de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »