23/11/2020 às 17h17min - Atualizada em 23/11/2020 às 17h07min

Athletico-PR recebe o River Plate pelas oitavas de final da Libertadores

Ambos os times vem de boa fase nos campeonatos nacionais

Janaína Drongek - editado por Thamyres Pontes
Último treino da equipe paranaense antes de enfrentar o River Plate. (Foto: Fabio Wosniak/Site Oficial Athletico Paranaense)
Vindo de uma sequência de quatro vitórias no Campeonato Brasileiro, o Athletico-PR enfrenta o River Plate, nesta terça-feira (24), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. A partida que abre a rodada da competição está marcada para às 19h15, na Arena da Baixada, em Curitiba, e será transmitida pela Conmebol TV. O responsável pela arbitragem será o colambiano Andrés Rojas. Além disso, o jogo de volta será na próxima terça-feira (1), no mesmo horário, em Avellaneda. 
 
ATHLETICO-PR
 
O Athletico-PR ficou na segunda colocação no grupo C da Libertadores, com 10 pontos, logo atrás do Jorge Wilstermann. Na última rodada da competição, perdeu para o Peñarol por 3 a 2. No Campeonato Brasileiro, a equipe de Paulo Autuori vem com quatro vitórias seguidas. A última aconteceu sábado, quando bateu o Santos por 1 a 0, em casa. 
 
O tecnico Rubro-Negro deve ter sete desfalques para o jogo de terça-feira (24). O atacante Geuvânio e o meia Fernando Canesin cumprem isolamento pois testaram positivo para Covid-19. Já o lateral-direito Jonathan, o lateral-esquerdo Márcio Azevedo, o meia Lucho González e os atacantes Carlos Eduardo e Vitinho seguem no departamento médico. Porém a lista de desfalques pode aumentar se mais algum jogador for diagnosticado com Covid-19.

Um possível Athletico conta com Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard ou Wellington, Christian ou Ravanelli e Léo Cittadini; Nikão, Reinaldo e Kayzer. 
 
RIVER PLATE
 
O time de Marcelo Gallardo apresenta um ótimo retrospecto em 2020, visto que, possui quase 80% de aproveitamento e apenas duas derrotas e três empates em 18 partidas. A equipe vem de uma sequência de três vitórias sendo a última por 2 a 0 sobre o Banfield, fora de casa, pelo Campeonato Argentino, onde o River é o segundo do Grupo C, atrás do Banfield apenas pelos critérios de desempate.

Pela Libertadores, o River Plate chega como líder do grupo D, com 13 pontos. Na última  rodada venceu o LDU por 3 a 0, em casa.
O técnico pretende entrar em campo com força máxima. Nacho Fernández e De La Cruz, que eram tratados como dúvida para o jogo, foram relacionados. Mas algumas surpresas podem acontecer. A imprensa argentina acredita que os volantes Ponzio e Santiago Sosa podem aparecer no time.

Uma possível escalação do time argentino tem Armani; Montiel, Paulo Díaz (Rojas), Pinola e Casco; Enzo Pérez; Julián Álvarez, Nacho Fernández e De La Cruz; Borré e Suárez.
 
HISTÓRICO DE CONFRONTOS
As duas equipes nunca se enfrentaram pela Libertadores, mas apresentam um histórico recente de jogos em outras competições da Conmebol. No ano passado, as equipes disputaram a final da Recopa. No jodo de ida, em Curitiba, o Furacão venceu por 1 a 0, com gol de Marco Ruben. Já na partida de volta, quem se saiu melhor foi o time argentino, que venceu por 3 a 0, com gols de Ignacio Martín Fernández, Lucas Pratto e Matías Suárez, e levou o título da disputa. Em 2016, o River eliminou o time paranaense nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »