24/11/2020 às 16h39min - Atualizada em 24/11/2020 às 16h36min

Em busca de uma nova "Glória Eterna", Flamengo enfrenta Racing Club pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores

Com crises anteriores e buscando superar resultados, brasileiros e argentinos começam a fase mata-mata

Júlia Mano - editado por Wesley Bião
Flamengo busca uma campanha similar à de 2019 (Foto: Alexandre Vidal/CRF)
Racing Club e Flamengo jogam na noite de hoje, às 21h30 (horário de Brasília). O confronto acontecerá no Estádio El Cilindro, na Argentina, é válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores. A transmissão do duelo de hoje será pelos canais SBT e Fox Sports.

Os times emplacaram 15 pontos na fase de grupos. O rubro-negro se classificou como o líder do Grupo A e La Academia foi o segundo do Grupo F. Com crises recentes nos dois clubes, eles disputam hoje a partida de ida. A volta ocorrerá na próxima terça-feira, dia primeiro de dezembro, no Maracanã.
 
RACING CLUB
O Albiceleste vive uma fase ruim na Liga Profesional, a primeira divisão do campeonato argentino. O clube não venceu nenhuma das quatro partidas disputadas no torneio nacional, sofreu dez gols e marcou apenas um. Na primeira fase da Libertadores ganhou cinco duelos e perdeu somente para o Nacional-URU.

O resultado em campo gerou uma crise interna no clube argentino. O técnico Sebastián Beccacece está na mira da diretoria do clube e precisa voltar a apresentar bons resultados. No domingo, o ídolo do Racing, Diego Milito, comunicou que não continuará no cargo de secretário técnico pelas divergências de modelos e ideias com o presidente da La Academia. Além disso, o clube vai passar por eleições para o cargo de presidência e, pelo conflito interno que está passando, há possibilidade de Victor Blanco não concorrer pela reeleição.

Em conjunto com isso, quatro jogadores não entrarão em campo contra o Flamengo. O atacante Cristaldo testou positivo para a Covid-19 e está em isolamento. Além dele, Augusto Solari, Lorenzo Melgarejo e Darío Cvitanich estão lesionados e Marcelo Diáz continua no departemento médico. Contudo, retornam ao titular Matías Rojas, Nicolás Reniero e Alexis Soto. Dessa forma, Beccacece alterou o seu sistema para 5-3-2 com o intuito de conter o avanço ofensivo dos cariocas e atacar com 3-4-3 ou 4-3-3.

Sob o comando do ex-treinador do Internacional, Eduardo Coudet, o Racing levantou as taças do torneio nacional da Argentina e do Troféu dos Campeões no ano passado. Milito foi o responsável por escolher o atual técnico, que sofreu questionamentos desde o início dos seu trabalho no comando do time e tentará conter o avanço do Flamengo para se manter no cargo.
 
Provável escalação: Gabriel Arias; Fabricio Domíngez, Leonardo Sigali, Nery Domínguez, Alexis Soto; Matías Rojas, Leonel Miranda, Eugenio Mena, Héctor Fértoli; Reniero e Lisandro López.
 
FLAMENGO
Assim como o adversário, o rubro-negro está passando por algumas dificuldades na organização e no entrosamento do time. Depois de uma série de jogos sem vencer no Brasileirão, o ex-treinador Domènec Torrent foi demitido e quem assumiu foi Rogério Ceni, que vai para a sua quinta partida no comando do Urubu e mira na segunda vitória. Com falhas no sistema defensivo e no ataque por desfalques importantes, o Flamengo tenta solucionar rapidamente os problemas desses setores.

Embalado pela vitória do último domingo em cima do Coritiba pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro e a quebra do jejum, o time conta com o retorno de Filipe Luís e Gabigol ao time titular para fortalecer os sistemas defensivo e ofensivo. Os rubro-negros ainda buscam superar a queda da Copa do Brasil, tentando fazer uma trajetória similar à de 2019 em que querem na conquistar o torneio e o Brasileirão.

Ontem, 23 de novembro, a nação rubro-negra e o Flamengo relembraram a vitória em cima do River Plate que consagrou o time campeão da Libertadores de 2019. Para hoje, Rogério Ceni conta com oito dos onze titulares da final do ano passado. Dessas três faltas, somente Rodrigo Caio continua no elenco do Urubu, mas não entra em campo, pois está se recuperando de lesão.

Do atual elenco, Pedro também será uma baixa importante. Ele voltou da Seleção Brasileira lesionado e ainda não está recuperado para alternar com Gabigol no ataque. Além dele, Thiago Maia não deve atuar mais pelo Fla nesta temporada de 2020. O volante sofreu um rompimento dos ligamentos do joelho e vai passar por uma cirurgia.

Escalação: Diego Alves; Renê, Thuler, Léo Pereira, Filipe Luís; Willian Arão, Gérson, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.
 
RETROSPECTO
Os times se enfrentaram em apenas duas ocasiões, na Supercopa Libertadores de 92. Eles empataram no jogo de ida da semifinal com um placar de 3x3. Na partida de volta, o Racing derrotou o Flamengo com o gol de Graciani, se classificou para a final contra o Cruzeiro, mas ficou em segundo lugar no campeonato.

Outro reencontro é o de Rogério Ceni e Sebastián Beccacece. Durante a passagem do brasileiro como treinador do São Paulo, o Defensa y Justicia que era comandado pelo argentino eliminou o Tricolor da Copa Sul-Americana de 2017. Apesar dos jogos de ida e volta da primeira fase terem ficado no empate, o critério do gol fora de casa permitiu o avanço do El Halcón.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »