24/11/2020 às 19h49min - Atualizada em 24/11/2020 às 18h57min

Barcelona mantém 100% na Champions League e está nas oitavas de final

Sem Messi, Piqué e muitos outros, o time Catalão jogou muito bem fora de casa e aplica goleada no Dínamo de Kiev

João Fellipe Ramos - editado por Stefany Cardoso
Comemoração do segundo gol de Braithwaite (Foto: Divulgação/Barcelona)
Com gols de Braithwaite, Griezmann e Dest, a equipe Catalã jogou com as peças que tinham e se impôs do começo ao fim pela Champions League afim de se classificar antecipadamente para as oitavas de final fora de casa. Ronald Koeman também precisou utilizar jovens da base para jogar esta importante partida, como o jovem zagueiro Mingueza.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
Até os 10 minutos iniciais, os times não conseguiram chances efetivas de balançar as redes, contudo, o Barcelona pressionou bastante a saída de bola e Dínamo, tentando criar suas oportunidades através de contra-ataques que não resultaram bons lances para equipe Ucraniana.

Com 15 minutos, numa boa saída do Kiev, tiveram uma boa chance no contra-ataque, porém, Pjanic matou o lance com uma falta e consequentemente tomou o primeiro cartão amarelo precocemente, mas evitou que surgisse possivelmente um lance perigoso para a equipe catalã.
O zagueiro da equipe do Barça fez uma falta infantil na lateral do campo, que ocasionou uma bola na área e depois de um bate-rebate, Carlos De Pena, pegou de primeira e Ter Stegen encaixou a bola com segurança, essa foi a primeira chance clara de abrir o placar em um jogo muito congestionado no meio campo.

Aos 27 minutos, Pjanic tentou levantar para o atacante central, Braithwaite, o zagueiro evitou o passe mas entregou a bola de graça para Coutinho que finalizou de fora da área e a bola acabou passando à esquerda do gol de Bushchan. A primeira defesa do goleiro ucraniano, foi aos 35 minutos numa finalização de fora da área de Trincão, que recebeu, girou em cima da defesa e finalizou do jeito que dava, contudo levou certo perigo para o time ucraniano.

Ao final do primeiro tempo, De Pena puxou um contra-ataque sozinho, foi até grande área, bateu cruzado e Ter Stegen esticou-se para evitar descer para o vestiário com o placar desfavorável. A posse de bola durante todo o primeiro tempo foi do Barcelona, mesmo assim, teve menos finalizações que o Dínamo que explorou muito bem as oportunidades de partir em contra-ataques, mesmo assim o placar continuou zerado ao final da primeira etapa.

 
 
SEGUNDO TEMPO
 
Logo no início da segunda etapa, Lenglet errou na saída de bola Buyalskiy tomou a bola e deixou para Verbic que avançou até dentro da grande área, e finalizou à meia altura e Ter Stegen fez uma defesa em dois tempos acalmando os ânimos do início da etapa final. Aos 6 minutos, Dest teve um lapso de ponta-direita passou nas costas de Braithwaite que só rolou para ele, deixando-o de frente para o gol, bateu cruzado sem chance nenhuma para o goleiro Bushchan, logo na primeira chance clara de gol para o Barça, o placar foi aberto logo no começo.

Após uma jogada de escanteio, Aleña bateu o escanteio no primeiro “pau”, o estreante Mingueza escorou para dentro da pequena área, e Braithwaite quase dentro do gol só escora para dentro do gol ampliando o placar e carimbando o Barcelona nas oitavas.

Para mudar o modo de jogo, Mircea Lucesu fez uma substituição dupla tirou o meio-campista Garmash e o defensor Karavaiev e colocou o meio-campista Andrievsky e outro defensor o Popov. Já o Ronald Koeman fez uma substituição tripla, tirou o Pjanic, Lenglet e Coutinho, para entrar o Puig, Jordi Alba e Antonie Griezmann.

Em um contra-ataque do Dínamo, saiu contra apenas dois defensores tendo três atacantes, trocaram passes dentro da área e De Pena em mais uma chance tentou estufar as redes e chutou muito forte e isolou, a chance mais clara do time Ucraniano.

Aos 25 minutos, após um cruzamento Braithwaite, foi empurrado dentro da área pelo zagueiro que havia acabado de entrar, o Popov além do pênalti, recebeu cartão amarelo. O próprio que sofreu o pênalti, pegou a bola e bateu com muita categoria e fez seu segundo gol ampliando o placar e sacramentando a vitória.


Comemoração do gol de Braithwaite ( Foto: AFP)

Ainda tentando fazer algo que incomode a zaga do Barcelona, Mircea, tirou mais dois jogadores, o De Pena e o Shaparenko, para colocar os jogadores Lendev e Supryaha. Já Koeman satisfeito com o jogo, tirou o jovem Pedri e colocou o estreante brasileiro Matheus Fernandes.

Com quase 45 minutos, Dest faz uma tabelinha com De La Fuente, que só deixou para ele na meia lua, ajeitou para a perna direita finalizou e a bola passou por cima do travessão. Já no apagar das luzes, Jordi Alba rolou para trás e Griezmann chutou de perna esquerda no canto do goleiro Bushchan para fazer o quarto gol do Barcelona.
 

PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
O Barcelona volta à Espanha para jogar a LaLiga no Camp Nou contra o Osasuna no domingo (29) ás 10H da manhã no horário de Brasília. Já o Dínamo de Kiev enfrenta em casa o Vorskla Poltava pela Liga Ucraniana, no sábado (28) ás 12H no horário de Brasília.  

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »