25/11/2020 às 17h23min - Atualizada em 25/11/2020 às 17h17min

Nesta quinta-feira, Defensa y Justicia e Vasco começam a disputa pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana

Ambos os times vivem momentos difíceis nos campeonatos nacionais

João Gabriel de Oliveira Santos - editado por Thamyres Pontes
Defensa y Justicia x Vasco - Copa Sul-Americana - GettyImages/Divulgação
Vindo de uma sequência de dois empates no Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama enfrenta o Defensa y Justicia, nesta quinta-feira (26), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. A partida está marcada para às 21h30, no Estádio Norberto Tomaghello, em Santa Rosa, Argentina, e será transmitida pela Conmebol TV. O responsável pela arbitragem será o uruguaio Andrés Matonte. Além disso, o jogo de volta será na próxima quinta-feira (3), no mesmo horário, em São Januário.
 
DEFENSA Y JUSTICIA

O time argentino vive má fase no campeonato nacional, são quatro jogos disputados com dois empates e duas derrotas. O Defensa y Justicia entrou na Sul-Americana após ser eliminado na fase de grupos da Copa Libertadores, ficando em terceiro lugar. Na Copa Sul-Americana, a equipe passou pelo Desportivo Luqueño, do Paraguai.

O modesto time comandado pelo ex-atacante Crespo poupou grande parte de seu time titular na partida do último final de semana, pelo Campeonato Argentino, contra o Colón. É fato que Crespo está focado exclusivamente no confronto contra o Cruzmaltino e promoverá o retorno de jogadores importantíssimos, como o zagueiro David Martínez, o meia Marcelo Benítez e os atacantes Pizzini e Braian Romero.

Uma possível escalação do time argentino com Unsain; Frias, Rodríguez, Martínez; Acevedo, Loaiza, Rius, Benítez, Camacho ou Isnaldo, Pizzini; Braian Romero.
 
VASCO DA GAMA

O Gigante da Colina vive um momento de instabilidade no Campeonato Brasileiro. São três jogos com uma vitória e dois empates seguidos, sendo o último contra o São Paulo, fazendo uma partida segura na parte defensiva e dando trabalho para o time de Fernando Diniz. Os números apontam que a equipe de Sá Pinto melhorou nos últimos jogos, a defesa foi vazada apenas cinco vezes nos últimos oito confrontos. Na competição internacional, o Vasco superou o Caracas, da Venezuela, na fase anterior.
 
Com o surto de Covid-19 e lesões, acertar a escalação do Vasco tem sido uma tarefa difícil nas últimas semanas. O que se sabe é que o goleiro Fernando Miguel, caso mais recente entre os jogadores que testaram positivo, segue afastado. O jovem goleiro de 19 anos, Lucão, será titular mais uma vez nessa quinta. O lateral direito Léo Matos e o zagueiro Leandro Castán treinaram normalmente e devem voltar ao time titular. Andrey é outra ausência certa, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Sem poder contar com o técnico Sá Pinto, o Vasco será comandado pelo auxiliar Alexandre Grasseli.
 
Um possível Vasco conta com Lucão; Miranda, Leandro Castán ou Jadson, Ricardo Graça; Léo Matos ou Pikachu, Marcos Júnior, Leo Gil, Carlinhos, Henrique; Torres ou Talles Magno, Germán Cano.
 
RETROSPECTO

As equipes nunca se enfrentaram. O Vasco, contra equipes da Argentina, possui 25 vitórias, 27 empates e 23 derrotas, em 75 jogos. Já o Defensa y Justicia jogou apenas oito vezes contra equipes brasileiras, possui uma vitória, dois empates e quatro derrotas. Durante essa edição da Copa Libertadores, a equipe argentina enfrentou o Santos na fase de grupos, perdeu em casa por 2 a 1 e também saiu derrotada na Vila Belmiro, pelo mesmo placar. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »