26/11/2020 às 00h19min - Atualizada em 26/11/2020 às 00h09min

Atlético vence o Botafogo e segue líder isolado do Brasileirão

Com gols de Saravino e Sasha, time mineiro comemora a 13ª vitória no campeonato

Ludmilla Dias - editado por Wesley Bião
Galo vence e permanece na liderança. (Foto: Agência i7/ Mineirão)

Nesta quarta-feira (25), Atlético-MG e Botafogo jogaram pela 23ª rodada do Campeonato Brasieliro, no Mineirão. Os donos da casa cumpriram a missão, venceram por 2x1 e permanecem na liderança da competição. Com o melhor ataque do torneio, o Galo chega a marca de 40 gols em 23 jogos. Já o Fogão permanece na zona de rebaixamento, em 19º lugar e segue há sete rodadas sem vencer, mas tem um jogo a menos que vai cumprir em dezembro contra o São Paulo, pela 18ª rodada.

 

Em homenagem ao craque Diego Armando Maradona, que faleceu nesta quarta, o meia argentino Zaracho usou a camisa número 10 e nas costas levava o nome de Don Diego. Os jogadores do Galo usaram calções com uma imagem de Maradona na coxa esquerda e a torcida atleticana colocou uma bandeira da Argentina entre o gramado e a arquibancada inferior.       

 

PRIMEIRO TEMPO 

Durante a primeira etapa da partida, o Atlético-MG abriu o placar com Savarino, que durante o jogo contra o Ceará, no último domingo (22) recebeu uma pancada na coxa esquerda e era uma dúvida para a partida de hoje. O atacante fez um tratamento intensivo, voltou e marcou aos 16 minutos. O lance começou com Keno, que recebeu na direita e cruzou de três dedos para o venezuelano, que não perdeu a oportunidade e, de ombro, mandou para o gol de Diego Cavalieri.

 

Aos 20 minutos Warley tentou puxar contra-ataque para o Botafogo mas foi derrubado no meio de campo. O Alvinegro teve poucas jogadas e só uma finalização nessa primeira etapa. Com 32 minutos, o Galo quase ampliou a vantagem na jogada de Hyoran, que na cobrança de escanteio bateu fechado e quase marcou um gol olímpico, mas o goleiro botafoguense defendeu. 

O primeiro cartão amarelo da partida veio aos 36 minutos para o zagueiro atleticano Júnior Alonso por falta em Caio Alexandre. O jogador já estava pendurado e com a punição fica de fora da próxima partida. Aos 42 minutos, Bueno levou a pior em dividida com Victor Luis e ficou com um corte na testa, precisando de atendimento médico no gramado. Aos 45 minutos, o lateral direito Kevin levou cartão amarelo por falta em Keno. Foi o terceiro do jogador que não entra em campo semana que vem.  

 

SEGUNDO TEMPO 

A segunda etapa começou movimentada e sem alterações nos times. Com quatro minutos, Savarino ajeitou a bola e mandou para Eduardo Sasha, que marcou de cabeça e ampliou a vantagem atleticana. Mas aos sete Marcelo Benevenuto marcou para o Fogão. Na jogada que começou com a cobrança de falta de Marcinho, o zagueiro subiu mais que a defesa atleticana e mandou para o gol. 

 

Os dois times fizeram substituições e aos 31 minutos Keno balançou para cima de Marcinho, foi derrubado na área e sofreu pênalti. O atacante chutou no canto esquerdo do gol, mas Cavalieri pulou e defendeu. Nos 37 e 42 minutos, os jogadores Marcinho e Kanu levaram cartão amarelo, respectivamente.     

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS 

Na 24ª rodada do campeonato, Atlético-MG recebe o Internacional, no Mineirão, dia 06/12. Já o Botafogo encara o Flamengo, dia 05/12, no Nilton Santos.       

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »