26/11/2020 às 19h41min - Atualizada em 26/11/2020 às 20h31min

Black Friday: O que esperar desta data em 2020?

Procura por eletrônicos será maior mesmo com o dólar em alta, aponta economista.

Lucas Mathias - Editado por Caroline Gonçalves
Foto: Contábeis
A tradicional “Black Friday” irá acontecer a partir das 00h de amanhã (27), mas deve ter números inferiores em relação ao ano passado. Além da pandemia, a crise financeira que o Brasil já vivenciava fez com que muitas pessoas perdessem seus empregos. Entretanto, alguns economistas acreditam que, como em Julho o país voltou a gerar postos de trabalho, o resultado final do evento poderá ser contrabalanceado.

Segundo o economista Bruno Piacentini, o grande destaque deste ano será as vendas online, pois, por conta da pandemia, muitas pessoas irão evitar sair de casa para não gerar aglomeração.

“Minha principal expectativa para o evento é com relação a alteração na forma de consumir, já que a pandemia acelerou o processo de digitalização em todos setores. Creio que o grande destaque deste ano serão as vendas online”, disse ele.

Piacentini ainda afirma que os lojistas que não usufruírem da internet para alcançar clientes não terão um bom resultado no evento, impossibilitando uma possível melhora nas vendas de fim de ano. Além disso, ele aponta que a grande estratégia para vender mais é apostar no marketing e no tratamento ao cliente.

“Com o e-commerce registrando alta de 47% no primeiro semestre no país, podemos afirmar que os lojistas e empresas em geral que não se digitalizaram, não irão aproveitar o evento deste ano em todo seu potencial para a recuperação ou alavancagem de resultados. Quem conseguir aproveitar essa oportunidade como estratégia terá os melhores resultados. Desde o marketing até a venda ao consumidor estão digitalizados”, argumenta.

Quanto ao setor que poderá ter mais vendas, o economista aponta que serão os eletrônicos, como celulares, tablets, computadores e televisões.

Mesmo com o dólar em alta, os itens mais procurados pelos brasileiros são os eletrônicos”, explica.  


 
 
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »