01/12/2020 às 09h23min - Atualizada em 01/12/2020 às 09h21min

Nesta quarta-feira, Palmeiras e Delfín se enfrentam em partida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América

Verdão vai para a partida com vantagem conquistada na última quarta-feira (25), já o Delfín tem uma missão muito difícil

Bruno Gomes Moura - editado por Thamyres Pontes
Taça da Copa Libertadores da América (Foto: Foto: Divulgação/Conmebol/ Estadão/Terra)
Palmeiras e Delfín se enfrentam na noite desta quarta-feira (2), às 19h15 (horário de Brasília),  pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. O Palmeiras tem grande vantagem para o confronto, já o Delfin busca um milagre para seguir na competição. A partida será transmitida pelos canais da Fox Sports.

Resumo do primeiro jogo

Delfín, mesmo jogando em casa, não começou o jogo atacando, decidiu esperar o Palmeiras e sair no contra-ataque. Já o Verdão buscou o gol desde o primeiro minuto. Aos 18 minutos do primeiro tempo, Gabriel Menino deu um chute cruzado, contou com a falha do experiente goleiro Banguera e fez 1 a 0 para o Palmeiras. Então, o time Alviverde continuou atacando, quando aos 32 minutos, Lucas Lima foi derrubado na área e o árbitro, com auxílio do VAR, assinalou pênalti para o Verdão. Aos 35 minutos, Rony converteu o pênalti com categoria e marcou 2 a 0 para o Palmeiras.

Já no segundo tempo, o Delfín buscou mais o gol e acabou criando duas boas chances, mas o goleiro Weverton impediu uma e a outra, na segunda tentativa, foi por cima do travessão. Mesmo sob pressão, aos 15 minutos do segundo tempo, Zé Rafael fez boa jogada e marcou 3 a 0 para o Verdão, o jogo ficou mais disputado a partir desse momento. Aos 25 minutos, o jogador Ramires, do Palmeiras, marcou um gol contra e, apesar disso, os paulistas venceram por 3 a 1.

Palmeiras

Verdão chega para o jogo da volta com uma grande vantagem por ter vencido o Delfín por 3 a 1, em Manta, no Equador. Com isso, o time Alviverde pode empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença, ainda assim, se classificará para próxima fase da competição. Caso os equatorianos vençam por 3 a 1, a partida será decidida nas cobranças de pênaltis.
 
Para a partida contra o Delfín, nesta quarta-feira (2), o técnico português Abel Ferreira contará com o retorno de Gustavo Scarpa, Danilo, Gabriel Veron, Alan Empereur, Kuscevic, Breno Lopes, Matias Viña, Willian e Raphael Veiga.
 
Provável Escalação: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Danilo, Zé Rafael e Patrick de Paula (Raphael Veiga); Lucas Lima (Willian), Rony e Gabriel Veron (Gustavo Scarpa).
Técnico: Abel Ferreira

Delfín

Os equatorianos, comandados pelo técnico argentino Miguel Ángel Zahzú, chegam para o confronto precisando de um resultado histórico. O time necessita vencer pela primeira vez uma equipe brasileira por um placar elástico, 3 a 0 sobre o Palmeiras, para continuar fazendo história na competição. 

Provável Escalação: Banguera; Jhonatan Gonzáles, Agustín Ale, Luis Cangá e Geovanny Nazareno; Ortíz, Charles Vélez e Oscar Benítez; Janner  Corozo, Carlos Gárces e Cifuente.
Técnico: Miguel Ángel Zahzú

Retrospecto

As equipes se enfrentaram apenas uma vez,  na última quarta-feira (25), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. O Verdão venceu o Delfín por 3 a 1, no estádio Jocay, no Equador.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »