11/12/2020 às 19h40min - Atualizada em 11/12/2020 às 19h30min

Verdão recebe o Bahia pela 25ª rodada do Brasileirão

Palmeiras busca entrar no G4; já o Tricolor Baiano busca voltar a vencer após quatro rodadas sem vitórias

Bruno Gomes Moura - editado por Thamyres Pontes
Willian comemora gol pelo Palmeiras com seus companheiros. (Gabriel Veron e Raphael Veiga) Foto: Marcelo Zambrana / Estadão Conteúdo
Palmeiras e Bahia se enfrentam na noite deste sábado (12), em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19h (horário de Brasília), no estádio Allianz Parque, em São Paulo. O Verdão ocupa a 7ª colocação, com 38 pontos ganhos em 23 jogos. Já o Tricolor Baiano, encontra-se na 13ª posição, com 28 pontos, e possui uma  disputa a mais. O árbitro Rafael Traci , que faz parte do quadro da FIFA, apitará o jogo transmitido pelos canais TNT, EI Plus e  Premiere.

Palmeiras

O Verdão não contará com o técnico português Abel Ferreira, afastado devido ao novo coronavírus. Os paulistas, nos últimos cincos jogos no campeonato, somam três vitórias, um empate e uma derrota. Além disso, buscam entrar no G-4 do Brasileirão para continuarem sonhando com o título.

Para a partida deste sábado (12), a equipe Alviverde estuda poupar alguns jogadores, devido à maratona de jogos e desgaste físico de alguns atletas. Vale lembrar que na próxima terça-feira (15), o Verdão duela pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores da América, sendo este também um fator preponderante para a decisão de poupar ou não.

Na última sexta-feira (11), o experiente atacante Willian concedeu uma entrevista à Academia de Futebol e projetou os dois próximos jogos do Verdão:

 
“Temos um jogo importante amanhã (sábado) para a sequência do Brasileiro. O nosso foco é o Bahia, passando o Bahia aí sim voltaremos o foco para o Libertad, sabendo das dificuldades, mas com totais condições de fazer um grande jogo e ir para a semifinal (da Libertadores). O Abel (Ferreira) tem nos passado confiança e tranquilidade, mostrando a importância de viver a cada jogo. Não priorizaremos nenhuma competição, temos de nos doar ao máximo sempre, assim como estamos fazendo todos os jogos. Neste período de reta final das competições, temos de manter esta crescente para que possamos conquistar os nossos objetivos”, declarou o atleta.

Provável Escalação:  
Weverton, Marcos Rocha (Gabriel Menino), Renan (Luan), Alan Empereur  (Gustavo Gómez) e Matías Viña; Emerson Santos, Danilo e  Lucas Limas (Raphael Veiga) ;  Breno Lopes (Gabriel Veron), Willian e Rony (Gustavo Scarpa).

Bahia

A equipe comandada pelo técnico Mano Menezes, não tem vivido um bom momento na competição. O Esquadrão de Aço acumula três derrotas, RB BragantinoSão Paulo Ceará, pelos últimos jogos em que disputou. Além disso, o time perdeu em casa na última quarta-feira (9), por 3 a 2, para o Defensa y Justicia, pela partida de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Para o duelo contra o Palmeiras, os baianos terão o retorno de alguns jogadores, os goleiros Douglas Friedrich e Mateus Claus, além do lateral-direito João Pedro (ex-Palmeiras). Porém, o zagueiro Lucas Fonseca se recupera de uma lesão muscular e desfalcará a equipe.

Em coletiva de imprensa, o lateral-esquerdo Juninho Capixaba comentou como uma vitória sobre o Palmeiras pode ajudar o Bahia a ganhar confiança para o jogo de volta da Copa Sul-Americana contra o Defensa y Justicia, na próxima quarta-feira (16).

 
“Para a gente, dentro do futebol, é sempre mais uma oportunidade. Depois de um resultado ruim, a gente tem um jogo em seguida para mostrar o nosso trabalho, isso é muito importante. O jogo contra o Palmeiras vai nos desgastar, mas temos elenco. Se fizemos um bom jogo e sairmos com um bom resultado, isso nos dará confiança para a Sul-Americana”, afirmou Juninho.

Provável Escalação:
Douglas Friedrich; Nino, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo e Daniel (Ramon); Rossi, Élber (Fessin) e Gilberto (Gabriel Novaes).

Retrospecto

Somando todas as competições, Palmeiras e Bahia se enfrentaram 48 vezes. Os paulistas levam vantagem com 23 vitórias, 16 empates e apenas nove derrotas, além de terem marcado 64 gols e levado 36. O último confronto entre as equipes ocorreu em agosto de 2020, no estádio de Pituaçu, na Bahia, pela 6ª rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, e terminou empatado por 1 a 1.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »