14/05/2019 às 10h08min - Atualizada em 14/05/2019 às 10h08min

Com emoção do início ao fim, Goiás vence diante da sua torcida

Em Goiânia, time esmeraldino derrota o Ceará por 2 x 1 e conquista segunda vitória no Brasileiro

Luiz Eduardo - Editado por Amanda Cruz
Partida Goiás x Ceará. Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás
Diante do Estádio Serra Dourada com pouco mais de oito mil pagantes, o time do Goiás fez o famoso dever de casa e venceu o Ceará por 2 x 1 no último sábado (11), pela quarta rodada do Brasileirão Série A 2019. Os donos da casa abriram o placar com Marlone aos 21’ da etapa inicial e aos 32’ da etapa final o estreante Thiago Galhardo empatou para o vozão com um gol de cabeça. Nesses dois lances, o juiz Caio Max Augusto Vieira precisou esperar o árbitro de vídeo validar as jogadas. A equipe goiana só foi reagir no final do segundo tempo quando o uruguaio Leandro Barcia vira o jogo aos 45’, decretando a vitória esmeraldina.
 
1° TEMPO

 
A primeira chance do jogo foi logo aos 3’, o atacante Kayke recebeu a bola em alta velocidade, chegou na área e bateu cruzado para a defesa do goleiro cearense Diogo Silva. No momento em que o relógio marcava nove minutos, Michael arriscou na entrada da grande área, obrigando Diogo a espalmar o lance. Passado 10 minutos, ocorreu uma jogada incrível do camisa 11 do Goiás, que fez fila na intermediária, chegou na área do Ceará e bateu direto no goleiro. Logo depois, aos 21’, Kayke toca de calcanhar e encontra Marlone, abrindo o marcador no Estádio Serra Dourada. Nesse momento, o VAR é acionado. Depois de quatro minutos analisando a jogada, o mediador da partida Caio Max valida o gol.

Passa mais oito minutos e o alvinegro responde com o lateral direito Samuel Xavier arriscando da entrada da área pela direita, a bola desvia na zaga do verdão e foi parar no travessão do goleiro esmeraldino Tadeu. Aos 39’, o volante Fabinho cabeceia sozinho e a bola foi em direção a segunda trave.
 
2° TEMPO

 
A etapa final começa quente e prontamente aos 2’ o meia Ricardinho cobra falta, mas chuta fechado para o gol. Aos 7’ a equipe do Ceará investe no ataque com Fabinho, que tenta tabela com o volante Auremir, porém se atrapalha e perde o lance.  Quando eram marcados 13 minutos, Marlone parte no ataque, mas é parado pela marcação adversária. Oito minutos depois, Júnior Brandão dispara com o ataque, mas é desarmado pelo meia Fernando Sobral. Aos 20’, o zagueiro Luiz Otávio cabeceia pra baixo e quase marca o primeiro do time cearense, protagonizando a primeira chance real de gol da segunda etapa. No momento em que eram jogados 31 minutos, houve uma cobrança de falta do lado do Ceará, Ricardinho manda na área e o novato Thiago Galhardo manda de cabeça pro fundo da rede com apenas seis minutos em campo. Nesse momento o árbitro consulta ao VAR e valida o gol de Thiago.

O mesmo jogador recebeu de Roger, limpando a marcação e batendo cruzado, assustando o goleiro Tadeu. Aos 39’, Luiz Otávio falha, Michael rouba a bola e toca pro Brandão. O centroavante avança e tenta finalizar, mas Luiz Otávio faz cobertura e recupera a jogada. Nos acréscimos, Michael cruza na área e o uruguaio Leandro Barcia cabeceia para a meta e acerta a trave. O atacante aproveita o rebote e manda pra dentro do gol. Esse foi o quarto gol de Barcia pelo Goiás, o segundo na primeira divisão. O uruguaio vai conseguindo se firmar no elenco do verdão. No último lance do jogo, Ricardinho cobra falta, Galhardo cabeceia e Tadeu espalma dando números finais a partida.
 
Depois do apito, o  jogador do Ceará, Thiago Galhardo relatou sobre a derrota:
“Fizemos um segundo tempo muito bom. Feliz de estrear com essa camisa, marcar o gol, triste com o resultado. Vamos em busca de recuperar esses pontos nos próximos jogos”
 
Porém, do lado esmeraldino, Leandro Barcia enalteceu a vitória importante:
“Obviamente fazer o gol nos deixa muito feliz, principalmente em casa. Estou muito feliz pelo gol.”

PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Na próxima rodada, o Goiás recebe o Botafogo no domingo (19), às 16h, no Serra Dourada. Já o Ceará enfrenta em casa o Grêmio, no Castelão, no mesmo dia, às 19h, os dois confrontos são pelo horário de Brasília.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »