06/01/2021 às 14h17min - Atualizada em 06/01/2021 às 14h11min

Guarani e Ponte Preta empatam e se distanciam do acesso na Série B

Macaca abre o placar no primeiro tempo com Matheus Peixoto, mas Bugre empata com gol de Mateus Ludke

Anna Voloch - editado por Stefany Cardoso
Apodi e Renanzinho em lance da partida (Foto: Reprodução/Marcos Ribolli)
O duelo entre os rivais Guarani e Ponte Preta da última terça-feira (5), acabou empatado em 1x1. A partida, que abriu a 33ª rodada da Série B, tinha mais do que a rivalidade das duas equipes de Campinas em jogo. Em mais um Dérbi disputado no Estádio Brinco de Ouro, casa do Guarani, e um dos mais disputados dos últimos anos, o empate deixou tanto o Bugre quanto a Macaca mais distantes do sonho do acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro.
 
Apesar de o acesso ainda ser matematicamente possível, os dois times precisam somar todos os 15 pontos que ainda serão disputados até o fim do campeonato. Além disso, para continuarem vivos na disputa, devem torcer contra adversários como Juventude, Cuiabá e CSA. Com o empate, o Guarani permaneceu na sexta colocação, agora com 48 pontos somados, assim como a Ponte se manteve na sétima posição, com 47.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
A partida começou com uma finalização do Guarani logo no primeiro minuto. Após jogada de Mateus Ludke, o lateral Bidu teve a oportunidade de mandar para o gol e chutou por cima do travessão. Com seis minutos de jogo, foi a vez da Macaca levar perigo ao gol adversário. De fora da área, Camilo arriscou e a bola passou perto da trave direita de Gabriel Mesquita. Nos minutos seguintes, as duas equipes seguiram pressionando. Aos 11, o Bugre chegou mais uma vez com perigo. Em jogada de Murilo Rangel, Matheus Souza recebeu de frente para o goleiro Ygor Vinhas, que fez a defesa.
 
Após a chegada do Guarani, as duas equipes seguiram com a movimentação e esfriaram o jogo. Aos 23, Camilo arriscou novamente de fora da área para a Ponte e o goleiro Bugrino novamente fez a defesa. Dois minutos depois, a Macaca abriu o placar. Em saída de Gabriel Mesquita, Camilo ficou com a bola e encontrou Bruno Rodrigues próximo à área, que rolou para Matheus Peixoto fazer o gol. 1 a 0 para o time Alvinegro no placar.
 
Ao tomar o gol, o Bugre tentou a reação. Entretanto, a marcação forte do adversário impediu o time Alviverde de concluir as jogadas. Com isso, o técnico Felipe Conceição já fez sua primeira substituição aos 42 da etapa inicial, tirando o capitão Lucas Crispim para a entrada de Rickson. Aos 48, o Guarani teve a chance do empate com Murilo Rangel, que após bater a falta na barreira, pegou o rebote e chutou para fora. Assim, o primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para a Ponte Preta.


 
SEGUNDO TEMPO
 
A etapa final começou com a Macaca no ataque, porém, Gabriel Mesquita defendeu a bola chutada por Barreto. Nos minutos seguintes, o Guarani pressionou em busca do empate. Aos oito minutos, Renanzinho desviou o cruzamento de Bidu e Ygor Vinhas fez a defesa. Aos 14, entretanto, o Bugre igualou o placar. Em saída de bola errada de Camilo, Mateus Ludke aproveitou e chutou para o gol. 1 a 1 no placar.
 
Depois de levar o empate, o técnico Fábio Moreno fez três substituições para tentar ampliar o placar. O segundo gol quase veio aos 18, quando Gabriel Mesquita tentou sair com a bola e chutou em cima de Neto Moura, quase mandando a bola para o gol.  Aos 22, no entanto, foi a vez do Guarani tentar a virada. Em chute de fora da área, Waguininho mandou para Ygor Vinhas fazer a defesa. O Bugre seguiu pressionando e, aos 27, Matheus Souza limpou toda a defesa Alvinegra, mas novamente desperdiçou a chance da virada e chutou por cima.
 
Após mais substituições dos dois lados, a Ponte chegou novamente com Bruno Rodrigues, aos 31. Cara a cara com Gabriel Mesquita, o atacante Pontepretano chutou para fora. O jogo seguiu sem muitas emoções até os minutos finais, nos quais a Ponte Preta foi para cima em busca da vitória. Aos 41, a Macaca teve chance com João Veras, que chutou para a defesa do goleiro adversário. Quatro minutos depois, Dawhan foi quem desperdiçou e cabeceou para fora. Veras ainda teve mais uma oportunidade ao tentar uma bicicleta e mandou a bola por cima do gol. O Guarani tentou a virada pela última vez em cobrança de falta aos 49, mas não aproveitou. A partida terminou com o placar de 1 a 1 no Brinco de Ouro.


 
PRÓXIMAS PARTIDAS
 
O Guarani entra em campo novamente na próxima segunda-feira, diante do CRB no Estádio Rei Pelé, às 20h. Também na segunda, a Ponte Preta recebe o Cuiabá no Estádio Moisés Lucarelli, às 17h, em mais um confronto direto pelo G-4.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »