15/01/2021 às 09h34min - Atualizada em 15/01/2021 às 09h12min

George Orwell e o domínio público

Em 2021, as obras de George Orwell tornam-se de domínio público

Adélia Fernanda Lima Sá Machado - Editado por Gustavo Henrique Araújo
Foto: escritor e jornalista George Orwell/Reprodução: Google
Escrever sobre o governo, a repressao e as demais realidades pelas quais um país passa sempre foi desafiador, ainda mais quando o jornalista ou o escritor vive no período de 1949. Apesar dessa escrita de "gritos da injustiça" ser vista por muitos com receio e medo, para George Orwell foi visto como uma forma de apresentar ao mundo, com perspicácia e humor, a vida da sociedade comandada por um governo opressor, mostrando suas consequências.

George Orwell é conhecido pelos leitores por sua forma única de escrita, por conseguir denunciar todos os tipos de opressão de um governo totalitário com simplicidade na compreensão. O humor, a sátira e a inteligência são pontos presentes nos escritos do jornalista e escritor. As maiores obras do indiano são a distopia “1984” e sua fábula satírica “A revolução dos bichos”, ambas denunciam a opressão e o totalitarismo.

As duas maiores obras de Orwell supracitadas venderam juntas mais cópias do que qualquer outro escritor do século XX, mostrando assim sua potência e sua importância dentro da literatura mundial. Elas foram traduzidas para mais de 60 países, incluindo o Brasil, que chegou por meio da editora Companhia das Letras. Além disso, em 1999, o maior personagem do livro "1984" tornou-se um reality show, produzido pela produtora holandesa, Endemol, o conhecido "Big Brother" - o grande vilão da obra -, que, em 2000, chegou em terras brasileiras, e não é preciso mencionar o seu sucesso.



Em relação as suas obras dentro do Brasil, é necessário pontuar o seu acolhimento no meio dos leitores, é o que afirma a estudante Eliza Sá, 20, que, ao ser indagada sobre a escrita de Orwell, apontou considerar uma das suas melhores leituras nos últimos tempos:
 

Pensei que, por ser uma leitura clássica, teria dificuldade em compreender, mas não. George consegue escrever sobre assuntos e acontecimentos seríssimos de uma forma lúdica, humorada e satírica, como em "A Revolução dos Bichos", um dos melhores livros que li nos últimos tempos.


Até o ano passado, apenas a Companhia das Letras possuia o domínio de publicação das obras do escritor indiano. Porém, em 2021, completa-se 70 anos da morte do escritor, o que significa dizer que seus escritos passam a ser de domínio público. Dessa maneira, todas as editoras que pretendem publicar novas edições das obras do escritor, podem, sem precisar dos direitos autorais.


Novas edições

Desde o primeiro dia deste ano, muitas foram as divulgações das novas edições das obras do grande Orwell, as quais estão sendo visualizadas por muitos como uma pequena "disputa" entre as editoras: quem publica a melhor edição e com o menor preço. Dentre as editoras, destacam-se: Antofágica, Globo, Penguin Companhia, Via Leitura e Aleph.



Muitos leitores começaram a comprar as novas edições ainda na pré-venda, a editora Antofágica, por exemplo, ganhou destaque por ter conseguido ficar em primeiro lugar nas vendas em menos de 24h da pré-venda dos livros "A revolução dos bichos" e "1984".

George Orwell é um escritor que merece o destaque que possui, se você ainda não teve a oportunidade de conhecer sua escrita, permita-se fazê-lo e desfrutar do seu estilo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »