15/05/2019 às 12h29min - Atualizada em 15/05/2019 às 12h29min

Copa Sul-Americana: brasileiros conhecem os seus caminhos até a final

Atlético-MG, Botafogo, Corinthians e Fluminense são os representantes nacionais na competição continental

Bernardo Nascimento - Editado por Amanda Cruz
Chaveamento da Copa Sul-Americana 2019 - Foto: Reprodução/Conmebol.
Aconteceu na noite da última segunda-feira (13) em Assunção, no Paraguai, o sorteio da segunda fase da Conmebol Sul-Americana. Participaram do sorteio, os 10 times vindos da Libertadores, somados aos 22 classificados na primeira fase do torneio. Os brasileiros caíram em lados opostos nas chaves, podendo se cruzar apenas mais para frente no campeonato. Por exemplo, Botafogo Atlético-MG poderia ser um duelo na fase de oitavas de final, já Fluminense e Corinthians, se enfrentariam apenas em uma eventual quartas de final. Os jogos dessa fase acontecem nas próximas duas semanas, entre os dias 21 e 30 de maio. As fases seguintes acontecerão após a pausa para a Copa América.

Atlético Nacional (COL) x Fluminense

O tricolor carioca talvez tenha sido o mais azarado. Dentre os brasileiros, vai enfrentar o rival de mais tradição, o Atlético Nacional de Medellín (COL). O clube colombiano chega para a Sul-Americana através da Libertadores, depois de ser eliminado na terceira fase para o Libertad (PAR).

A equipe de Medellín vive uma temporada difícil, se classificou apenas na 5ª colocação para a segunda fase do campeonato local, o Torneio Apertura. Além disso, também está impedido de fazer contratações por causa de um gancho sofrido pela federação do país.

O técnico do Nacional é velho conhecido dos cariocas. Paulo Autuori foi diretor de futebol do clube das Laranjeiras, há pouco mais de um ano, tendo uma saída conturbada à época. Outro conhecido é o atacante Barcos, que já passou por Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro. O centroavante tem seis gols na temporada e é a referência do elenco.

O jogo de ida acontece no dia 23 de maio (quinta-feira), no Maracanã, às 21h30
(horário de Brasília). A partida de volta acontece no dia 30 de maio (quinta-feira), no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, às 19h15 (horário de Brasília).

Atlético-MG x Unión La Calera (CHI)

O Galo é uma das 10 equipes que chegam da Libertadores. Os mineiros vão enfrentar um adversário teoricamente tranquilo, o desconhecido Unión La Calera. Porém, o time chileno eliminou a Chapecoense na fase anterior e está boa fase no Campeonato Chileno, ocupando a 3ª posição.

Uma curiosidade é que a criação do clube foi resultado da fusão de várias equipes pequenas da cidade de La Calera, localizada na região de Valparaíso. O local tem apenas 50 mil habitantes e o Estádio Municipal Nicolás Chahuán tem capacidade para 9 mil torcedores.

O jogo de ida acontece no dia 21 de maio (terça-feira), no Chile, às 21h30
(horário de Brasília). A partida de volta acontece no dia 28 de maio (terça-feira), em Belo Horizonte, também às 21h30 (horário de Brasília).

Botafogo x Sol de América (PAR)

Outro brasileiro que vai enfrentar um adversário teoricamente fácil é o Botafogo, que joga contra o Sol de América do Paraguai. Os paraguaios se classificaram nos pênaltis na primeira fase da competição ao derrotar o Mineros de Guayana (VEN). O alvinegro eliminou o Defensa y Justiticia da Argentina vencendo os dois jogos, somando 4 x 0 no placar agregado.

O Sol de América foi eliminado nesta fase do torneio nas suas duas últimas participações na Sul-Americana. O clube é o atual 7º colocado do Campeonato Paraguaio, que conta com apenas 12 times. Com um aproveitamento de 41,2% na temporada, os paraguaios não atravessam uma boa fase. O Estádio Luis Alfonso Giagni fica localizado na cidade de Villa Elisa, região metropolitana de Assunção, e tem capacidade para 11 mil torcedores.

O fato curioso do confronto fica por conta de Loco Abreu. O jogador uruguaio teve passagem marcante em General Severiano entre 2010 e 2012. O atleta também defendeu o Sol de América, só que no ano de 2016 e em apenas 10 partidas.

O jogo de ida acontece no dia 22 de maio (quarta-feira), em Assunção, às 19h15
(horário de Brasília). A partida de volta acontece no dia 29 de maio (quarta-feira), no Estádio Nilton Santos, também às 19h15 (horário de Brasília).

Deportivo Lara (VEN) x Corinthians

O Deportivo Lara, assim como o Atlético-MG e Atlético Nacional, entrou na Sul-Americana após eliminação na Libertadores. O clube venezuelano fez parte do grupo do Cruzeiro, terminando na 3ª colocação na chave.

O principal obstáculo para a realização do jogo é a grave crise que a Venezuela passa no momento. O time venezuelano já teve jogos adiados na Libertadores em virtude de problemas de abastecimento e energia no país. A logística para o confronto é complicada não só para o Deportivo Lara, mas também para o Corinthians, que pode ter dificuldade para chegar ao local da partida.

O histórico recente entre equipes favorece os brasileiros. Na primeira fase da Copa Libertadores do ano passado, os clubes caíram no mesmo grupo. O Timão venceu os dois jogos, sendo 2 x 0 na sua arena e uma goleada histórica por 7 x 2 na Venezuela.

O jogo de ida acontece no dia 23 de maio (quinta-feira), na Arena Corinthians, às 19h15
(horário de Brasília). A partida de volta acontece no dia 30 de maio (quinta-feira), na Venezuela, às 17h (horário de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »