15/05/2019 às 20h04min - Atualizada em 15/05/2019 às 20h04min

Manchester City fatura bicampeonato da Premier League na última rodada

Com corrida emocionante para o título, City superou Liverpool com vantagem de um ponto

Murillo Ciotti - editado por Taynã Melo
Glyn Kirk/AFP e Reprodução/Twitter/Manchester City
No último domingo (12), o Manchester City finalmente se consagrou como o campeão do Campeonato Inglês da edição de 2018/2019. Garantindo o bicampeonato consecutivo na última rodada, os cityzens aplicaram uma goleada contra o Brighton fora de casa pelo placar de 4 a 1. E para quem imagina que foi uma campanha fácil, está enganado.  O Liverpool estava no caminho para torná-la difícil.

Os reds disputaram a primeira colocação com o City desde a 9ª rodada do campeonato. Mas nesse conflito acirrado e emocionante, com algumas ultrapassagens entre os rivais na liderança, foi somente na 38° rodada que o Manchester, com diferença de um ponto para o adversário (98 contra 97 pontos), levantou a taça do campeonato mais disputado do mundo.

De fato, não é fácil ser bicampeão seguido da Premier League, e, para a equipe realizadora desse feito na edição, é necessário exaltar todo o elenco e é claro, o comandante dos cityzens, Pep Guardiola. O técnico, que coleciona vários títulos, teve importante papel em mais essa conquista para sua carreira. Foram 38 jogos com 32 vitórias, dois empates e apenas quatro derrotas, sendo o clube com mais gols marcados (95) e a segunda defesa menos vazada (23), perdendo apenas para o vice-campeão Liverpool, com 22 gols sofridos.

Guardiola celebra o bicampeonato com as mãos na taça

                                                
ANÁLISE DA CAMPANHA

O Manchester City começou o campeonato logo com um clássico na 1° rodada. Fora de casa, bateram o Arsenal por 2 a 0, resultado que já daria grande moral para um início de temporada. A partir disso, a equipe campeã passou as primeiras quinze rodadas de forma invicta, e entre esses jogos, algumas goleadas: 6 a 1 contra o Huddersfield (2° rodada); 5 a 0 contra o Cardiff (6° rodada) e Burnley (9° rodada); 6 a 1 contra o Southampton (11° rodada) e 4 a 0 fora de casa contra o West Ham (13° rodada).

Nem mesmo as derrotas que viriam poucos jogos depois, como o 2 a 0 para o Chelsea – que no segundo turno os Citizens deram a revanche com uma grande goleada de 6 a 0 – afetariam os campeões no restante da competição. Apenas com 4 resultados desfavoráveis, o clube de Manchester manteve uma regularidade e um bom futebol até a última rodada.

Nos confrontos diretos com o Liverpool, um 0 a 0 em Anfield Road e, na segunda partida, 2 a 1 para o Manchester no Etihad Stadium, esta, que foi justamente a única derrota dos Reds na Premier League, logo para o rival que levantaria o troféu.

Falando em erguer troféu, foi no Falmer Stadium, estádio em Brighton, que o time comandado pelo técnico espanhol alcançaria essa proeza. Com o Brighton pela frente, o City não se intimidou e entrou em campo mais motivado do que tudo por essa taça. Mas foi o adversário quem abriu o marcador com Glenn Murray, aos 27 minutos. Sem tempo para a preocupação vir à tona, Agüero tranquilizou os companheiros e a torcida após um minuto igualando a partida, e o zagueiro Laporte garantindo a virada em cobrança de escanteio. No segundo tempo, Mahrez e Gündogan marcaram os dois golaços que assegurava o título em suas mãos.
                                         

Agüero e Laporte, que deixaram o City mais próximo do título, comemorando


PÓS-TÍTULO

Pela sexta vez, o Manchester City é campeão do Campeonato Inglês (1937, 1968, 2012, 2014, 2018 e 2019), o seu bicampeonato consecutivo nesta edição. Pep Guardiola, vencedor do prêmio de melhor técnico da Premier League desta temporada, não deixou de exaltar a concorrência com o rival Liverpool:
 
 

Os melhores treinadores estão aqui, jogadores incríveis e especialmente esse rival que encaramos nesta temporada, o que só nos dá mais créditos pelo que nós fizemos... Eu tenho que agradecer ao Liverpool porque eles nos ajudaram a sermos melhores do que na temporada passada.


Vincent Kompany, o veterano zagueiro que manteve as esperanças e a possibilidade do título após balançar as redes e confirmar a vitória contra o Leicester na penúltima rodada, se declarou para o clube e especialmente aos fãs durante a festa do título:
 
 
Eu os amo (fãs), eu amo esse clube e tudo isso... são tantas emoções, estou muito feliz por fazer isso por eles. Estou orgulhoso e quero ganhar a FA Cup.
 
O Manchester City agora tem a chance de guardar mais um troféu em sua coleção, o clube entra em campo neste sábado (18), às 13h (horário de Brasília), para disputar a final da FA Cup contra o Watford, no Wembley Stadium, em Londres.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »