15/05/2019 às 19h57min - Atualizada em 15/05/2019 às 19h57min

UFC 237: Nocautes, lesão e Jéssica Bate-Estaca campeã mundial

Maioria dos brasileiros foram derrotados, mas Bate-Estaca levou a melhor na luta principal

Letícia Dias - editado por Taynã Melo
https://www.ufc.com.br/news/ufc-237-todos-os-resultados
Pôster oficial do UFC 237, o UFC Rio 10 (Foto: Divulgação/UFC)
O Rio de Janeiro recebeu no último sábado (11) o UFC 237. A 10ª edição do evento começou as 19h30 na Jeunesse Arena, que contou com diversos nomes conhecidos no octógono. Com a lesão de Anderson Silva, e derrota de José Aldo, Minotouro e Bethe Correia, a alegria ficou por conta da última luta da noite, Jéssica Bate-Estaca se consagrou campeã Peso Palha em seu país em uma luta difícil contra a americana Rose Namajunas.

No card preliminar, categoria peso Meio-Pesado, Rogério Minotouro perdeu por nocaute para Ryan Spann ainda no primeiro round. No Peso Leve, Thiago Moises venceu por decisão o americano Kurt Holobaugth. No Peso Meio-Médio dois brasileiros se enfrentaram, e Warlley Alves venceu Sérgio Moraes após um nocaute no terceiro round. A última luta do card preliminar levou a decisão aos juízes, e no duelo com B.J.Penn, Clay Guida levou a melhor por unanimidade.

A primeira luta do card principal levou Bethe Correia ao octágono, que fez uma boa luta com a mexicana Irene Aldana na categoria Peso Galo, mas após dois rounds equilibrados, em uma tentativa de queda de Bethe, Aldana encaixou um chave de braço obrigando a brasileira a dar os três tapinhas. Na segunda luta, Thiago Alves “Pitbull” perdeu na categoria Peso Meio-Médio para Laureano Staropoli, depois de uma luta muito disputada, o argentino venceu por decisão unânime. Na terceira luta José Aldo foi ovacionado na arena, mas perdeu por decisão unânime depois de três rounds na categoria Peso Pena para o australiano Alexander Volkanovski. A penúltima luta da noite foi de Anderson “Spider” Silva e Jared Cannonier no Peso Médio. Ainda no primeiro round. Jared chutou a perna direita de Anderson, que perdeu o equilíbrio e foi ao chão, o arbitro imediatamente interrompeu a luta e a vitória ficou com o americano.

O ponto alto da noite foi a disputa de cinturão da categoria Peso Palha feminino entre a brasileira Jéssica Bate-Estaca e Rose Namajunas. O primeiro round foi difícil para Jéssica, mas no segundo ela mostrou o porque de seu apelido ser  Bate-Estaca. O nocaute avassalador e preocupante trouxe o cinturão para o Brasil. Rose foi lançada no tatame brutalmente, caindo com o pescoço totalmente entortado ao chão, trazendo desespero a quem assistia o evento. Assim como Amanda Nunes e Cris Cyborg, Jéssica Bate-Estaca agora se junta ao hall de brasileiras campeãs do UFC.

CARD PRINCIPAL

Jéssica Andrade venceu Rose Namajunas por nocaute aos 2m58s do 2º round;
Jared Cannonier venceu Anderson Silva por nocaute técnico aos 4m47s do 1º round;
Alex Volkanovski venceu José Aldo por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);
Laureano Staropoli venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28);
Irene Aldana venceu Bethe Correia por finalização (chave de braço) aos 3m24s do 3º round.

CARD PRELIMINAR

Ryan Spann venceu Rogério Minotouro por nocaute aos 2m07s do 1º round;
Thiago Moisés venceu Kurt Holobaugh por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27);
Warlley Alves venceu Serginho Moraes por nocaute aos 4m13s do 3º round;
Clay Guida venceu BJ Penn por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27);
Luana Carolina venceu Priscila Cachoeira por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27);
Raoni Barcelos venceu Carlos Huachin por nocaute técnico aos 4m49s do 2º round;
Viviane Araújo venceu Talita Bernardo por nocaute aos 48s do 3º round.

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »