16/05/2019 às 09h36min - Atualizada em 16/05/2019 às 09h36min

Fluminense domina, cria mais chances e arranca empate no fim diante do Cruzeiro

Primeiro jogo entre as equipes válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil não deu vantagem a Tricolores ou Raposeiros no jogo da volta

Amanda Mendes - editado por Taynã Melo
Alexandre Durão/ Globo Esporte

Fluminense e Cruzeiro se enfrentaram nesta quarta-feira (15) no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro/RJ, às 21:30 (de Brasília), pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O Fluminense empatou em casa com o Cruzeiro em 1 a 1 no jogo de ida. Com esse resultado, o jogo de volta fica em aberto, uma vez que a competição nacional não possui mais o critério do gol fora de casa como desempate.

O jogo começou com o Fluminense apertando a marcação, causando dificuldade de espaço para o adversário. Yony González cruzou da esquerda, mas a defesa celeste cortou. A partida foi muito disputada no meio de campo. Léo Artur arriscou de fora da área e a bola foi à esquerda do gol do Fábio. Orejuela atacou pela direita, tocou para Rodriguinho, que passou para Fred, porém, errou o passe.
Gilberto passou por Pedro Rocha, cruzou na linha de fundo e Dedé tirou de cabeça. Yony González cobrou escanteio e Orujuela tirou. Luciano recebeu dentro da área e Dedé chegou a tempo de roubar a bola. Nino arriscou de longe e mandou a bola para fora.  Leo Artur recebeu na esquerda e lançou para Egídio cortar. Com 21 minutos de jogo, Paulo Henrique Ganso recebeu cartão amarelo. Um pouco mais tarde, o meia Rodriguinho, do Cruzeiro, também foi advertido.

Daniel cobrou escanteio e Fred afastou. Orujuela comete falta perigosa e derruba Luciano na intermediária. Daniel cobra falta na área, mas o goleiro Fábio tira de soco. Gilberto deixa Egídio para trás, bate e bola vai para fora. O primeiro tempo teve dois minutos de acréscimo, em seguida termina o primeiro tempo do jogo no Rio de Janeiro, com empate de 0 a 0 entre as equipes.

Segundo tempo

Ao recomeçar o segundo tempo da partida, Yony González recebeu na área, finalizou no canto e Fábio segurou. Caio Henrique passou para Daniel, invadiu a área e chutou. O zagueiro Léo chegou a tempo e mandou para escanteio. Nino, do Fluminense, recebeu cartão amarelo e, logo em seguida, o volante celeste Lucas Romero também recebeu cartão amarelo.

Aos 12 minutos do segundo tempo, Pedro Rocha recebeu lançamento de Robinho no meio-campo, ganhou na marcação e fez o gol do Cruzeiro. O Fluminense tentou logo responder quando Luciano recebeu dentro da área e colocou a bola no gol, mas estava em posição de impedimento e o gol anulado. Dentro da área, Léo Artur recebeu bom passe de Ganso, mas finalizou mal. Mano Menezes fez mudanças no time cruzeirense, quando sacou Rodriguinho e promoveu a entrada do volante Jadson. Em seguida, foi a vez de Fernando Diniz tirar o meia Daniel e colocar o atacante Ewandro em campo.
Yony recebeu pela esquerda, tentou fazer cruzamento e a bola acabou tocando em Dedé. Jogadores tricolores reclamaram de toque de mão do zagueiro, mas a arbitragem nada marcou. Ganso lançou para Ewandro, entrou na área sem marcação e isolou a bola. O técnico do Fluminense colocou Marcos Paulo em campo, em substituição a Léo Arthur. Mano Menezes se preocupou em manter a vitória do tirar o atacante Pedro Rocha e colocar David, um jogador mais voltado à marcação, e ainda colocou Sassá no lugar de Fred, para dar mais movimentação em caso de contragolpe.

Aos 38 minutos do segundo tempo, Luciano saiu e entra João Pedro. A arbitragem deu quatro minutos de acréscimo. Aos 45 do segundo tempo, depois de cobrança de escanteio, João Pedro, com poucos minutos em campo, marcou o gol que o torcedor do Fluminense tanto esperava e definiu o resultado dos primeiros 90 minutos do confronto.
O segundo e decisivo confronto entre Cruzeiro x Fluminense está programado para acontecer às 19h15 do dia 5 de junho, no Mineirão, em Belo Horizonte/MG. Qualquer empate leva a disputa às penalidades máximas. Quem vencer, avança às quartas de final da Copa do Brasil.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »