16/05/2019 às 14h29min - Atualizada em 16/05/2019 às 14h29min

O inverno passa

Por Adrieli Fátima Bonini - Editado por Millena Brito
Pexels
Juntamente ao emaranhado de neblina e o céu nublado, vagarosamente, o sol teima em aparecer. Parece que esse será um daqueles dias insossos de maio, quando o inverno ainda não chegou, mas os dias gelados já se fazem presentes. Em meio aos cobertores de lã e o conforto de se estar protegida do ar frio, espero a coragem para sair da cama aparecer.
A chuva fina e gelada de outono continua a cair lá fora. Encolho-me e me reviro no amontoado de cobertores e edredons. Permaneço inerte, esperando o frio cortante que atravessa o pequeno recinto vindo de uma janela aberta de madeira desaparecer. Assim como as minhas memórias. A saudade que me vem à mente. Saudade de você. Dias gelados sempre me lembrarão de tudo que nós vivemos. O inverno, de certa forma, me castiga. Cada vez mais.
A virada de uma estação é como um álbum de fotos. A cada página, uma lembrança que muda. Chego a sentir na boca o travo causado pelo sabor do vinho que adorávamos degustar, do paladar aguçado pelo teu gosto de ser livre, de se sentir livre. E sinto, mesmo não querendo, mesmo doendo, os efeitos que teu corpo deixou no meu. Marcas de uma queimadura interna. Que insiste em doer quando o inverno chega. E que continuará. Mas, que não exibe a cicatriz, que arde toda vez que penso em ti. A ironia é que isso acontece sempre que o tempo esfria. Pelo menos, o inverno passa, e esse sentimento também.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »