26/02/2021 às 13h38min - Atualizada em 26/02/2021 às 13h02min

Litígio entre Piauí e Ceará uma história sem fim

A decisão sobre essa disputa está com o STF

Pedro Mateus - Editado por Maria Paula Ramos
Foto: Cid Barbosa
A disputa de terras entre Ceará e Piauí voltou a ser debatida nas últimas semanas tanto no meio político, como entre populares dos dois estados. Essa disputa foi iniciada pelo estado do Piauí em 2011 quando estado entrou com uma ação no STF para transformar cidades na Serra da Ibiapaba em território piauiense.

História
  Esse conflito perdura desde 1880, quando houve um decreto imperial assinado pelo imperador dom Pedro II. Veja um breve resumo na imagem abaixo.


 
Discursão
No dia 19 de fevereiro, parlamentares, técnicos e prefeitos dos diversos municípios envolvidos para debater ações possíveis para acompanhar o processo jurídico que se encontra no Supremo Tribunal Federal (STF). A ação, movida pelo Piauí, tem como foco uma área que impacta o território de 13 municípios cearenses. São eles: Granja, Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Croatá, Ipueiras, Poranga, Ipaporanga e Crateús.

Para a deputada Augusta Brito do (PCdoB), presidente do Comitê de Estudos de Limites e Divisas Territoriais da Assembleia Legislativa do Ceará. É necessário que haja mobilização e ação conjunta. “Estamos tentando unir as forças, respeitando o sentimento de pertencimento das pessoas”, disse. A parlamentar, comentou que é possível sentir a angústia da população da região com o litígio e que, por isso, novas estratégias e informações precisam ser alinhadas.


Em entrevista à tv globo PI, o presidente da comissão de direto agrário e agronegócio da OAB do estado do Piauí, essa discursão trata-se de uma questão jurídica, mas não política. ‘’ o que está em jogo nessa disputa entre os estados são terras com grandes potencias agrícolas e a segurança jurídica para possíveis investidores’’ afirmou
William Calume é piauiense e natural da cidade de Teresina, relata que essa discussão tem viés político.  ‘’Na minha opinião, trata-se apenas de questões políticas, onde o Piauí almeja mais eleitores, maior arrecadação de impostos e um horizonte turístico, visto que alguns municípios estão inseridos na Serra da Ibiapaba’’ afirma. Calume completa que o governo do estado do Piauí deveria ter outras preocupações como na área da saúde, pois devido a pandemia de covid-19 alguns hospitais estão em colapso
 
Cristina Rodrigues é moradora da cidade de são benedito na serra da Ibiapaba e acredita que o governo do Piauí deveria ficar em dar mais assistência ao povo piauiense‘’ ao invés dessa disputa deveriam se preocupar e dar assistência ao povo do Piauí, em relação a segurança, educação, saúde, principalmente nesse período de pandemia’ ’afirma. Cristina completa que uma consulta a população seria a melhor solução, pois serão os principais afetados.

 
http://al.ce.gov.br/index.php/ultimas-noticias/item/93131-2302pe01-municipios-letigio https://blogdoedisonsilva.com.br/2021/02/litigio-de-terras-entre-os-estados-do-ceara-e-piaui-e-debatido-na-assembleia-legislativa/ http://www.rumosgeograficos.com/2013/06/terra-de-ninguem-area-em-dispita-entre.html https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/politica/cerca-de-245-mil-pessoas-podem-deixar-de-ser-cearenses-por-conflito-entre-ceara-e-piaui-1.3049579
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »