26/02/2021 às 16h16min - Atualizada em 26/02/2021 às 16h07min

Em jogo eletrizante, Arsenal supera Benfica e avança às oitavas da Liga Europa

Gunners abriram o placar, sofreram a virada, mas conseguiram a vitória com gol de Aubameyang ao fim da partida.

Felipe Sousa - editado por Luana Cossich
Aubameyang e Saka, os destaques do Arsenal na classificação às oitavas da Liga Europa (Foto: Getty Images)
Na última quinta-feira (25), o Arsenal venceu o Benfica por 3 a 2 no Estádio Georgios Karaiskakis, na Grécia, em campo neutro com mando dos Gunners, e se classificou para as oitavas de final da Liga Europa. A partida foi acirrada, contendo duas viradas, mas o time inglês se deu melhor e o próximo adversário foi definido através de um sorteio, que ocorreu na manhã do dia seguinte (26), e será o mesmo time que eliminou o clube na edição anterior, o Olympiacos.
 
Para o Benfica, esta foi a terceira eliminação da temporada. A equipe caiu na fase preliminar da Liga dos Campeões e na Taça da Liga de Portugal, o que aumenta a pressão para cima do técnico Jorge Jesus, que também faz uma campanha decepcionante no Campeonato Português com um modesto quarto lugar.
 
O Arsenal foi, ligeiramente, melhor no primeiro tempo e abriu o placar com Aubameyang, enquanto o time português empatou perto do intervalo em gol de falta de Diogo Gonçalves. A virada veio na segunda etapa com Rafa Silva, o que obrigaria os Gunners a virar o jogo para avançar. Tierney alcançou o Benfica e, aos 42 minutos, Aubameyang classificou o time inglês..
 
Primeiro tempo
 
A primeira chance de perigo veio do Arsenal, aos 10 minutos, em um chute de fora da área de Xhaka, obrigando Hélton Leite a fazer boa defesa. Pouco tempo depois, o Benfica respondeu em finalização de Seferovic. Aos 21, Saka recebeu na intermediária e fez um passe milimétrico para Aubameyang, que finalizou com categoria na saída do goleiro para abrir o placar.
 
O Arsenal controlava as ações diante de um Benfica apático. O time português passou a incomodar na bola parada, como no cabeceio para fora de Vertonghen. Aos 42 minutos, Weigl sofreu falta próximo à área. Na cobrança, Diogo Gonçalves cobrou de forma magistral e acertou o ângulo do goleiro Leno, empatando a partida.
 
Segundo tempo
 
Na etapa final, o Arsenal chegou a marcar logo aos cinco minutos, com Aubameyang, mas o gol foi anulado por impedimento. O jogo permaneceu parelho até os 16, quando, em uma reposição do goleiro Hélton Leite, Ceballos escorou fraco para trás, permitindo o avanço em velocidade de Rafa Silva, que passou por Leno e concluiu para o gol vazio, selando a virada dos Encarnados.
 
O time inglês respondeu aos 22 minutos, quando William fez boa jogada pela esquerda e acionou Tierney dentro da área, que se livrou da marcação e finalizou cruzado e com força, sem chances para Hélton Leite. Os Gunners precisariam de mais um ponto no placar para se classificar, devido ao critério de gols marcados fora de casa.
 
O jogo, que já estava frenético, ficou ainda mais tenso e aberto, com as duas equipes criando oportunidades. Aos 42 minutos, o Arsenal se sobressaiu com o Saka avançando pela ponta direita, fazendo a finta e cruzando na cabeça de Aubameyang, que só teve o trabalho de escorar para o gol. Lucas Veríssimo teve a chance de empatar novamente para o Benfica, mas carimbou a trave em um lance anulado por impedimento.
 
Próximos confrontos
 
As equipes voltam as suas atenções para os campeonatos nacionais: O Arsenal joga no domingo (28), às 9h de Brasília, contra o Leicester no King Power Stadium. O Benfica, por sua vez, joga na segunda (1), quando recebe o Rio Ave no Estádio da Luz às 16h de Brasília.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »