05/03/2021 às 13h10min - Atualizada em 05/03/2021 às 12h29min

Bibi Perigosa: ficção e realidade se misturam na trama da personagem de ‘A Força do Querer’

A personagem foi inspirada em Fabiana Escobar, que apesar de ficar conhecida como ‘Baronesa do pó’, deu a volta por cima

Anna Sales - Editado por Andrieli Torres
Fabiana Escobar (Reprodução/Istoé Independente) e Juliana Paes (Fábio Rocha)

No próximo sábado (13), irá ao ar o último capítulo da reprise da novela “A Força do Querer”, da Rede Globo. Originalmente exibida em 2017, a trama conta com diversos personagens que ganharam o carisma do público. Dentre eles, uma personagem que pode até ser considerada controversa, mas é querida pelo público: Fabiana, a Bibi Perigosa. O que alguns não sabem é que a personagem é inspirada em Fabiana Escobar, a ‘Bibi Perigosa’ da vida real. 

 

A trama da personagem é muito parecida com a vida real da Bibi Perigosa, e, isso acaba gerando uma certa identificação. No site Gshow, a atriz Juliana Paes, que interpretou a  Bibi, disse que foi a novela onde sentiu mais feliz, pois a personagem gerou uma conexão com o público. “Eu nunca escutei tanto na minha carreira frases como "eu já passei por isso" ou "minha filha já viveu isso também". Nunca tinha vivido uma personagem que colheu depoimentos da vida real com tanta intensidade como ela”, citou Juliana Paes em entrevista ao Gshow. 

 

Bibi é lembrada por sua intensidade. Além das histórias de vida parecidas, há quem se identifique com o jeito passional de ser, com a maneira que ela nunca desistiu de lutar por seus direitos, ou até mesmo pelo fato dela continuar sendo uma boa pessoa. Os motivos para gostar, são diversos, mas uma coisa é consenso: ela ficaria muito melhor se não tivesse o Rubinho para ‘atrapalhar’ a vida dela. Há também quem defenda que ela deveria ter ficado com o Caio na primeira oportunidade que teve de voltar para ele. 

 

Na vida real, a Bibi Perigosa não tinha um ‘Caio’, um ex-noivo que continuou lutando por ela, mesmo fingindo que não a amava mais, esse só existiu na ficção. Mas boa parte do que ela viveu com o ‘Rubinho’, que na vida real se chama Saulo de Sá e Silva, é verdade e é narrado no livro Perigosa, escrito pela própria Fabiana e lançado em 2017. Eles se conheceram aos 12 anos na escola que Bibi estudava e a mãe dela era diretora, no Rio de Janeiro. Ela se apaixonou por ele, mas Saulo não queria nada com. Apesar disso, eram amigos.  Anos depois, eles se reencontraram em um morro, onde Saulo estava com um fuzil na mão. Ela cita que foi um choque vê-lo assim, pois ele era inteligente e até chegou a organizar o jornalzinho da escola. 

 

Devido à guerra de facções nos morros, Saulo foi morar na casa da Bibi, que tinha acabado de perder o namorado e estava muito triste. Eles continuaram amigos e a mãe da Bibi tentou arrumar um emprego para Saulo, que queria deixar a vida do tráfico de lado. Em um trecho do livro, ela conta que Saulo tinha uma família muito complicada, pois ele foi abandonado em uma favela de São Paulo e a família dele era amiga do Fernandinho Beira-Mar, pois o pai de Saulo tinha ficado preso com o traficante. 

 

Após meses morando na mesma casa, Saulo e Bibi acabaram se apaixonando e logo ela engravidou e teve seu primeiro filho, Celso. Apesar de alguns anos depois ela ter sua segunda filha, chamada Dalila, na novela é apenas mostrado um filho, que é chamado de ‘Dedé’. Na vida real, Bibi trabalhou de todos os jeitos possíveis para sustentar seu filho, e Saulo passou em um concurso para os Correios. Depois, eles voltaram a estudar. Bibi foi fazer Serviço Social na UFRJ (a personagem fazia Direito) e Saulo, Matemática (o personagem fazia Química). 

 

Apesar de tudo estar parecendo que iria dar certo, a antiga vida de Saulo começou a procurá-lo de volta; Fernandinho Beira-Mar conseguiu seu telefone e ligou para ele. Um amigo de infância de Saulo também começou a procurá-lo e pedir favores. Assim como na novela, em que Rubinho passava cada vez mais tempo no telefone, a mãe de Bibi questionava o porquê. E tal como na novela, Bibi acreditava que ele era um santo e a mãe estaria implicando sem motivos. Um belo dia, assim como Rubinho, Saulo foi preso ‘sem motivos’. E aí começou a jornada de Bibi em busca de mostrar que ele era inocente. Quando Saulo foi preso, um policial falou que foi por política; na verdade, ele estava sendo preso para ‘prestar contas’ à sociedade, mas ainda não era o grande traficante que viria a se tornar. Saulo foi acusado de ser do bando do ‘Bem-te-vi’, o que podia colocar a vida da família inteira em risco, pois o morro onde eles moravam estava em guerra com a Rocinha, que era comandada por Bem-te-vi. Bibi então começa a se envolver nos problemas do marido quando tem que subir no morro e explicar o que estava acontecendo. 

 

Passional e capaz de loucuras pelo marido que tanto ama. Foi assim que Bibi começou a entrar para o mundo em que o marido começou a se inserir. Com a noção que tinha de Matemática e os contatos que acabou criando na cadeia, Saulo acabou se tornando um grande traficante de cocaína e ficou conhecido como ‘Barão do Pó’. Bibi, deslumbrada com o dinheiro e as festas na Rocinha, foi entrando para esse mundo, tudo porém, como a personagem da novela diria; tantos anos casada, não abandonaria o marido no momento que ele mais precisava. E assim como na ficção, depois de um tempo no morro após as fugas, ele acabou deixando de ser o marido amoroso e começou a se envolver com outras meninas. Inclusive, a famosa cena em que Bibi descobre a Carine e vai atrás dela no Salão, é real. Ela seria capaz de perdoar tudo, menos uma traição. Mas o amor a cegava. E foi quando eles decidiram juntar dinheiro, fugir e recomeçar uma nova vida. 

 

Bibi se escondeu com os filhos, Celso e Dalila, em um sítio no interior de Minas Gerais. Logo depois, fugiram para Maceió, capital de Alagoas, e se esconderam em uma casa no bairro do Feitosa. Levaram uma vida dita ‘normal’, Bibi abriu uma loja no Jacintinho, que segundo a mesma, lembrava a Rocinha. Eles usaram identidades falsas e depois de um tempo, decidiram se esconder em Maragogi, no litoral norte alagoano. Foi quando Bibi, tal como na novela, começou a perceber que o conto de fadas estava ruindo. Saulo acabou confessando que a traía e falou que o amor tinha acabado. Mas apesar disso, o amor cego continuou. 

 

Um tempo depois, ele acabou sendo descoberto e tal como na novela, policiais o prenderam após fingir que iriam alugar a casa. Bibi ficou sem dinheiro e teve que voltar para o Rio de Janeiro com os filhos. Mas após todos os problemas, ela acabou acordando e vendo o quanto o amor estava sendo prejudicial à ela quando Saulo contou para a filha que eles estavam ‘se separando aos poucos’. Isso abriu os olhos dela. E além de tudo, ele estava se comunicando com menores de idade por cartas. Então, ela preparou a maior vingança que ele poderia receber; mandou uma carta onde se separava dele e disse para ele esperar as outras chegarem à maioridade.

 

Finalmente livre do marido, ela ainda passou por diversos perrengues, foi extremamente julgada pelas atitudes que teve, mas não esmoreceu. Fez da experiência de vida uma maneira de tentar ajudar outras pessoas que passam por esses problemas. Criou um Twitter e um Blog, onde foi contando suas experiências e onde o amor cego a levou. E sua maior intenção era mostrar que o tráfico de drogas não destrói apenas o usuário ou o traficante, mas sim, destrói todos que estão à sua volta. O Blog fez tanto sucesso que foi descoberto por Glória Perez, a autora de 'A Força do Querer' e da novela Salve Jorge, de 2013, onde Bibi começou a trabalhar com a autora. Ela deu o impulso para que Bibi lançasse o livro ‘Perigosa’, em 2017, onde os fatos de sua vida são narrados.

Hoje, Bibi é roteirista, escritora, palestrante e atriz, e segundo ela, tenta devolver algo bom à Rocinha. A lição que podemos tirar, tanto da personagem, como a Bibi real, é que nunca é tarde para dar a volta por cima e tentar se reerguer. Os julgamentos irão existir, mas muitos também vão se identificar com a história de vida.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »