10/03/2021 às 19h08min - Atualizada em 10/03/2021 às 19h02min

Barcelona é superior, mas empata com o PSG e fica pelo caminho na UEFA Champions League

Messi assume protagonismo na partida, mas o pênalti custou para a eliminação catalã

João Fellipe Ramos - editado por Wesley Bião
Messi lamenta pênalti perdido em Paris (Foto: Gonzalo Fuentes/REUTERS)

Na última quarta-feira (10), o PSG recebeu o Barcelona na partida de volta da UEFA Champions League. A partida acabou empatada em 1x1, com gols marcados por Mbappé e Messi. O argentino ainda teve a oportunidade de virar na primeira etapa de pênalti, mas parou no goleiro Keylor Navas. O placar agregado de 5x2 deu a classificação aos parisienses, que avançaram para as quartas de final.

 

PRIMEIRO TEMPO

 

Buscando igualar o feito de 2017, o Barcelona começou a partida com suas linhas próximas aos zagueiros parisienses. Já os mandantes, por terem uma vantagem muito elástica, tiveram que buscar controlar Messi e companhia. Durante os primeiros minutos, os visitantes rondavam a área, entretanto sem espaço para conseguir uma finalização.

 

Logo aos sete minutos, Kurzawa recebeu cartão amarelo por impedir um ataque promissor, além de preocupar Navas com uma falta próxima à meia-lua. Messi cobrou a falta e a bola acabou passando por cima da meta parisiense.

 

Buscando o primeiro gol para dar esperanças aos visitantes, Messi encontrou Dembélé passando pelas costas de Marquinhos, mas na hora da finalização o francês chutou rasteiro no contrapé de Navas, que defendeu em dois tempos.

 

Durante os primeiros 20 minutos, o Barcelona atacou em todas as direções, dando amplitude aos laterais, que, quando atacavam, viram pontas de lança para jogadas de fundo. Com essa amplitude, Dest teve a melhor chance catalã, que limpou Kurzawa e soltou o pé. A bola apenas desviou levemente nas mãos de Navas e bateu no travessão.

 

As chances a favor do Barcelona não pararam de aparecer. Dembelé na lateral da área, cruzou no ponto futuro para Messi, que por centímetros não alcançou a bola para inaugurar o placar para os visitantes.

 

Na única chance para o PSG, Icardi sofreu uma falta de Lenglet aos 29 minutos. O VAR viu pênalti e o árbitro confirmou. Kylian Mbappé finalizou alto e abriu o placar para o Paris, dificultando a remontada catalã dentro do Parc des Princes.

 

Ronald Koeman, aos 35 minutos fez sua primeira alteração: tirou Mingueza, que estava com cartão amarelo, foi substituído por Firpo. Aos 37 minutos, Pedri rolou para Messi que experimentou de fora da área e surpreendeu Navas, empatando o jogo e colocando as esperanças do Barcelona em alta ainda na primeira etapa.

 

Nos acréscimos, Kurzawa, no pé alto, acabou acertando Griezmann e foi assinalado pênalti. Messi soltou o pé e o goleiro do PSG defendeu com a perna antes da bola bater no travessão. O primeiro tempo foi todo dominado pelos mandantes que buscaram no segundo tempo, os três gols que ainda faltam para levar a partida para prorrogação.


Mbappé, autor do gol da equipe Parisiense (Foto: Reprodução/PSG - Brasil)
 

SEGUNDO TEMPO

 

Na volta para a etapa final, o PSG mudou sua postura e começou na pressão, forçando o erro dos zagueiros na fonte da construção das jogadas para assim tentar levar mais perigo ao goleiro ter Stegen, que pouco trabalhou na etapa inicial. No decorrer dos minutos, a pressão acabou e o Barcelona povoou novamente o campo defensivo da equipe francesa e voltou a rondar a área com passes, mas sem espaços para finalização.

 

Para tentar melhorar o poderio ofensivo, Mauricio Pochettino fez duas alterações: tirou Draxler e Gueye para a entrada de Danilo Pereira e Di Maria, para ter opções de contra-ataque em velocidade pelas laterais. Koeman respondeu sacando Dest para a entrada de Trincão, buscando ganhar mais velocidade pelas laterais. 

 

Aos 23 minutos, Dembélé cruzou na primeira trave e Busquets cabeceou para trás. A bola foi perigosa em direção ao gol e Navas teve que se esforçar para evitar o segundo gol espanhol.

 

O Barcelona foi para tudo ou nada nos últimos dez minutos. O treinador da equipe visitante gastou as últimas três alterações, tirando Dembélé, Busquets e Pedri para a entrada de Moriba, Pjanic e Braithwaite, como forma de fazer os três gols que ainda faltam.

O gás catalão foi acabando. Mesmo com as alterações, o Barcelona, por mais que rondasse a área, não conseguia espaço para a finalização O empate, resultado nada ideal para a equipe catalã, perdurou até o fim, fazendo com que a equipe se despedisse da Champions League.

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS


Ambas equipes voltam a jogar por suas ligas nacionais. O PSG fica no Parc des Princes para receber o Nantes no próximo domingo (14) às 17h (horário de Brasília). Já o Barcelona volta ao Camp Nou para receber o Huesca na próxima segunda-feira (15) às 17h (horário de Brasília).
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »