13/03/2021 às 23h54min - Atualizada em 13/03/2021 às 23h21min

Círculo de Fogo: The Black | Anime chega na Netflix em clima de fim do mundo

Os irmãos Taylor e Hayley procuram seus pais em uma Austrália pós-apocalíptica, mas tudo começa a dar errado quando são capturados por um grupo de bandidos

Juliane Alvarenga - Editado por Ana Terra
Círculo de Fogo: The Black é um anime original da Netflix, que estreou dia 4 de março no streaming. Os protagonistas são dois irmãos que lutam para sobreviver e enfrentam monstros que são conhecidos como Kaijus. Nesse continente em clima de fim de mundo, os dois vivem altas aventuras em um velho Jaeger enquanto procuram por seus pais, que desapareceram quando eles ainda eram crianças.

O projeto foi inspirado nos filmes de Guillermo del Toro lançado em 2013 e a sequência estrelada por John Boyega. Veja aqui as primeiras impressões sobre o anime que já teve sua segunda temporada encomendada.
Desde a divulgação do trailer ficou claro que a proposta do anime era explorar uma história sobre a ótica humana, um pouco diferente dos filmes que é mais voltado para as lutas dos robôs gigantes contra monstros alienígenas. A animação é ambientada em um continente pós apocalíptico e conta a trajetória dos irmãos, Taylor e Hayley, e a inteligência artificial Loa, que ajuda os jovens a pilotar o Jaeger, que foi encontrado por acaso.

Como umas das primeiras impressões que podemos mencionar além da sinopse, que é interessante, é a parte visual, pois pode trazer insatisfação para quem não está acostumado ou não gosta da modelação 3D. Mas não é a primeira vez que a Netflix traz este formato para seus animes e para provar isso posso mencionar Kengan Ashura, outro anime da produtora que utilizou este modelo. As cenas de luta são as que mais recebem um certo "peso". 


Há quem diga que o roteiro deixou algumas pontas soltas, como por exemplo, o momento em que os personagens Mei e Shane surgem sem muita explicação e logo depois se tornam importantes para o desenvolvimento da história. Mas precisamos considerar que foram apenas 7 episódios e a proposta desta primeira temporada claramente foi para contextualizar tudo que estava por vir e as peças essenciais deste "quebra-cabeça". Sem contar que muito provavelmente com o desenrolar da trama, temas relevantes serão trazidos á tona e possivelmente saberemos ainda mais sobre estes personagens promissores. 

A animação tem bastante ação, é um pouco apavorante ver os jovens se dando tão mal mas considerando que eles estão aprendendo á lutar é completamente compreensível e se compararmos os primeiros eps com as lutas finais, conseguimos ver o quanto eles estão evoluindo e aprendendo juntos.  

Se você gosta do gênero e não criou muita expectativa comparando com o filme, essa é uma boa pedida! O importante é entender que a pegada desta produção é outra, sobre uma nova perspectiva, mas tem um mistério envolvente que vai te deixar com vontade de assistir mais. Se ainda está com dúvida se vale a pena assistir, confere o trailer: 


REFERÊNCIA 
MATTOS, Gabriel. 'Círculo de Fogo: The Black traz anime de robôs gigantes à Netflix' LEGIÃO DOS HERÓIS, 2021. Disponível em: <https://www.legiaodosherois.com.br/2021/critica-circulo-de-fogo-the-black-netflix.html>. Acesso em 14/03/21.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »