25/03/2021 às 19h02min - Atualizada em 25/03/2021 às 18h58min

Taison está cada vez mais perto do Internacional

Com o contrato do atacante acabando em julho, o Colorado procura alguma forma de antecipar sua chegada

Lucas Godois - Editado por Amanda Cruz
Taison e D'Alessandro no Colorado em 2009. (Foto: Divulgação/Internacional)
O Internacional de Porto Alegre avançou o contato para ter o atacante de 33 anos, que está desde 2010 no Campeonato Ucraniano. Em toda janela que se abre para o mercado internacional, há especulações que Taison voltará para o seu time do coração. Entretanto dessa vez, parece que a vontade do jogador de ficar perto da família irá acontecer de verdade.

O brasileiro que é camisa 10 e capitão foi afastado do Shakhtar Donetsk, não está sendo relacionado pelos jogos e está treinando com o time B. Especula-se que esse é um movimento do time ucraniano para pressioná-lo a assinar uma renovação de contrato. Porém, desde o começo dos campeonatos, Taison já falava de sua temporada de despedida e do seu desejo de retornar para casa. O seu contrato vigente vai até 30 de junho e já poderia ter assinado um pré-contrato, mas segundo fontes próximas ao jogador, fala-se que não o fez por respeito ao clube e a torcida.

Segundo jornalistas identificados com o clube gaúcho, do portal Vozes do Gigante, Taison já teria tudo acertado com a equipe. O atacante teria aceitado os valores que se adequam a realidade financeira do Internacional, que não está nada bem, pois, seriam cerca de 650 mil reais por mês. Um valor bem abaixo da cifra milionária que recebe hoje na Ucrânia. O contrato provavelmente terá bônus de metas e será de três anos, como o atleta exige.  

Um dos empresários do jogador, Diego Dornelles, está em solo ucraniano para tentar resolver toda a confusão que envolve o nome do seu representante. O Colorado espera ansiosamente que se resolva o quanto antes e tenta maneiras de conseguir trazer Taison antes do fim do seu contrato para disputar a fase de grupos da Copa Libertadores, porém não enxerga o Shakhtar facilitando as negociações.

O Inter ainda despertou interesse no lateral-esquerdo Marquinhos Cipriano, que também defende o time de Donetsk. A posição é uma carência crônica do clube, que liberou recentemente Uendel para o Cuiabá, que já vinha com uma relação de desgaste com a torcida. Segundo a Revista Colorada, deve-se abrir negociações para empréstimo do atleta com passe fixado em dois milhões de euros. Marquinho foi revelado pelo São Paulo como meio de campo, mas, acabou sendo recuado ao longo do tempo.

Em contrapartida, o Shakhtar teria avisado a cúpula do Inter que está disposto a pagar seis milhões de euros (cerca de 39 milhões de reais) pelo lateral direito da base, Vinicius Tobias, que tem apenas 17 anos e nunca jogou pelo profissional. Vini, como é conhecido, é uma das grandes promessas da base colorada e tem passe fixado em 391 milhões de reais. Outros gigantes europeus já sondaram o Internacional a respeito do jogador, como Real Madrid, Juventus, Bayern de Munique e Manchester City.

O Inter, que tem como meta angariar 90 milhões de reais em vendas, pode nem ver sua joia da base fardar no time principal. Entretanto essa negociação pode ser um facilitador para ter Taison, que tem a camisa 10 o esperando no Beira-Rio. Desta maneira, pelo Colorado foram apenas 91 jogos e mais quatro títulos: a Copa Sul-Americana em 2008, a Copa Suruga e Gaução em 2009 e a Copa Libertadores em 2010.

Pelo Shakhtar Donetsk, onde está desde 2012, foram 299 jogos, em que fez 55 gols e 78 assistências. Ganhou seis Campeonatos Ucranianos, em que foi duas vezes o melhor jogador, cinco Copas da Ucrânia e quatro Supercopas da Ucrânia. Além disso, conseguiu estar presente na Seleção da Liga Europa da UEFA, na temporada 2019-20, onde ajudou a levar o clube a semifinal.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »