28/05/2019 às 11h43min - Atualizada em 28/05/2019 às 11h43min

CSA quebra jejum e vence a primeira no Brasileirão

Em casa, o time alagoano derrotou o Goiás pelo placar de 1 x 0

Luiz Eduardo - Editado por Amanda Cruz
Partida CSA x Goiás. Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas
Demorou, mas depois de seis rodadas, o CSA venceu seu primeiro jogo no Campeonato Brasileiro. A vitória veio diante do time do Goiás por 1 x 0 na noite de segunda-feira (27). O gol foi marcado pelo meia Maranhão aos 16’ do segundo tempo. Mesmo com o triunfo, os donos da casa continuam na faixa de rebaixamento, em 17° lugar. Já o verdão que parou no goleiro Jordi, cai para o 9º lugar e ainda desperdiçou a chance de assumir a vice-liderança da competição. 

1° TEMPO


Diante de menor posse de bola, os visitantes dominaram o primeiro tempo, chegando em ao menos três oportunidades. O jogo começou e com cinco minutos, Giovani Augusto acionou Kayke no contra-ataque que perdeu a disputa com o goleiro Jordi, o qual fez uma defesa ousada. Aos 11’, Kayke recebeu livre no ataque do Goiás e chutou de longe, parando na defesa do CSA. Sete minutos depois, Barcia recebeu a bola na área e mais uma vez, Jordi defendeu, dessa vez com os pés.

Quando o relógio marcava 20’, de novo Kayke ficava com liberdade na área do azulão e cruzou: Carlinhos tirou de peito. Michael estava pronto para balançar as redes. Com 24’, Giovani Augusto cobrou fechado, contudo, o goleiro alviceleste afastou a jogada. Aos 34’, Carlinhos fez o cruzamento, mas ninguém aproveitou e a bola passou por toda a área do esmeraldino. Passados mais dez minutos, Didira chutou de longe, assustando o goleiro alviverde. Já aos 46’, Kayke tocou para Leandro Barcia, livre. Na boca do gol, o centroavante finalizou e Jordi fez mais uma defesa. 
 
2° TEMPO


Na etapa final o impulso esmeraldino desapareceu e o azulão cresceu. Com Patrick Fabiano marcando gol para o CSA aos 5’, entretanto, o assistente afirmou que ele estava impedido. Após 11 minutos, o mesmo Patrick deu um passe para Maranhão nas costas da defesa adversária, tirando do Tadeu e abrindo o placar em 1 x 0 no Estádio Rei Pelé. Aos 19’, Barcia finalizou de fora da área, no entanto, Jordi salvou mais uma vez a equipe alagoana.

Com chuva forte no campo, as chances foram diminuindo. A partida voltou a ficar quente aos 38’ com Carlinhos cruzando da esquerda e Tadeu defendendo. Na sobra, Patrick Fabiano tentou na segunda trave, porém, Didira não chegou no lance. Nos acréscimos, Cassiano soltou o pé, Tadeu abriu a mão para defender e no rebote, o volante Naldo furou a jogada e perdeu o gol. 
“Primeiro tempo muito bom. Criamos várias chances em jogadas trabalhadas e com infiltrações, mas não definimos o jogo. No segundo, o CSA foi mais agudo. O lance do gol deles era evitável. Não poderíamos ter deixado o jogador deles sair livre. A chuva também prejudicou depois. Pagamos o preço por não termos feito o gol no primeiro tempo. Se tivéssemos feito pelo menos um, mudaria o jogo”, disse em entrevista depois do jogo, o técnico do Verdão, Claudinei Oliveira.

PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Na próxima rodada, o CSA vai até Belo Horizonte jogar contra o Atlético-MG, domingo (2) às 19h (horário de Brasília) no Independência. O Goiás enfrentaria o Corinthians no sábado (1), em São Paulo, mas o jogo foi adiado e sem data definida. Dessa forma, o próximo compromisso da equipe de Goiânia será contra a Chapecoense, dia 10 de junho (segunda-feira), no Serra Dourada.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »