30/05/2019 às 17h14min - Atualizada em 30/05/2019 às 17h14min

Equipe brasileira de Ginástica Artística segue em preparação intensa para Jogos Pan-Americanos

Principal evento das Américas acontece entre os dias 26 de julho e 11 de agosto no Peru; ginastas disputam vagas às Olimpíadas

Amanda Mendes - Editado por Taynã Melo
Ginastas masculinos e femininos em treinamento ao Mundial da modalidade, disputado em Doha/QAT (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)
Os Jogos Pan-Americanos são um evento multiesportivo baseado nos Jogos Olímpicos como base. Neste ano de 2019 será realizada a 18º edição do maior evento esportivo das Américas, que começou a ser disputado na Argentina em 1951. O evento está programado para os dias 26 de julho e 11 de agosto, em Lima, capital do Peru.

A ginástica é uma modalidade esportiva que se torna uma fonte de medalhas para o Brasil. Embora o Pan seja importante, o evento serve como apronto para a Olimpíada 2020. Cada país pode levar até 12 atletas, desde que estes se classifiquem. Cada delegação pode classificar uma equipe de quatro integrantes, além de dois atletas individuais por gênero. Desde o início do século, o Brasil tem nomes importantes no masculino e no feminino. Em 2018, o melhor deles foi Arthur Zanetti. Medalhista nas duas últimas Olimpíadas, o ginasta artístico ganhou a medalha de prata nas argolas no Mundial de Doha, no Qatar. No feminino, Flávia Saraiva foi o nome de maior sucesso ao conquistar o quinto lugar na final do solo.

Os principais objetivos do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) são classificar o maior número possível de atletas e modalidades para os Jogos Olímpicos, além de obter melhores resultados em relação aos anos anteriores. Na atual temporada, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) convidou 23 ginastas para participar de um estágio de treinamentos com duração de dez dias. Estiveram presentes alguns atletas como Arthur Zanetti, Arthur Nory, Francisco Barreto Júnior, Jade Barbosa, Flávia Saraiva, Rebeca Andrade, Thaís Fidélis e Lorrane Oliveeira.

Enquanto a equipe feminina irá competir nas barras assimétricas, no salto sobre a mesa, no solo e na trave de equilíbrio, o grupo masculino disputa provas nas argolas, na barra fixa, nas barras paralelas, no cavalo com alças, no salto sobre a mesa e no solo. No Pan-2019, será a primeira vez que o Peru irá sediar o evento, diferente do Brasil, que realizou os Jogos em São Paulo (1963) e no Rio de Janeiro (2007). São esperados 6.680 atletas de 41 países, que competirão em 39 modalidades, com 22 classificatórias à Olimpíada.

Abaixo, estão descritos o quadro de medalhas da Ginástica Artística na história dos Jogos Pan-Americanos e o calendário de provas durante Lima-2019.

 
Quadro de medalhas da Ginástica Artística nos Jogos Pan-Americanos
 
  País Ouro Prata Bronze Total
1 Estados Unidos 5 6 4 15
2 Canadá 3 2 2 7
3 Colômbia 3 0 2 5
4 Cuba 2 2 1 5
5 Brasil 1 1 3 5
6 Guatemala 1 0 1 2
7 República Dominicana 0 1 0 1
8 Venezuela 0 1 0 1
9 México 0 0 1 1
10 Antígua e Barbuda 0 0 0 0
 
Calendário da Ginástica Artística nos Jogos Pan-Americanos 2019

 
Data Evento Gênero Horário
27 de julho Classificação e disputa por equipes Feminino 17h
27 de julho Classificação e disputa por equipes Feminino 19h20
27 de julho Classificação e disputa por equipes Feminino 22h30
28 de julho Classificação e disputa por equipes Masculino 18h30
28 de julho Classificação e disputa por equipes Masculino 22h30
29 de julho Individual geral Feminino 15h
29 de julho Individual geral Masculino 20h
30 de julho Solo – Final Masculino 15h
30 de julho Cavalo com alças – Final Masculino 15h40
30 de julho Salto – Final Feminino 15h40
30 de julho Barras Assimétricas – Final Feminino 17h
30 de julho Argolas – Final Masculino 17h
31 de julho Trave de equilíbrio – Final Feminino 15h
31 de julho Salto – Final Masculino 15h
31 de julho Solo – Final Feminino 16h20
31 de julho Barras paralelas – Final Masculino 16h20
31 de julho Barra fixa – Final Masculino 17h10

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »