31/05/2019 às 00h35min - Atualizada em 31/05/2019 às 00h35min

A importância de projetos para o cenário competitivo feminino

Apesar de dificuldades, há aqueles que lutam para que elas conquistem o seu espaço nesse mundo. Com a criação de campeonatos focados no cenário feminino.

Vitória Xavier - Editado por Bárbara Miranda

O mundo de eSports está crescendo muito nos últimos tempos, consequentemente  está atraindo um grande número de pessoas que gostam de participar, sendo assistindo, apoiando ou até mesmo fazendo parte. Os sonhos de se tornarem jogadores profissionais de futebol ou Vôlei por exemplo, acabaram sendo trocados por sonhos de serem profissionais de Lol, Counter Strike, Overwatch, Rocket League, etc. É uma jornada difícil, que exige muitos sacrifícios, pois apesar do seu crescimento, o eSports ainda é algo que está no começo aqui em nosso país, portanto trabalhar na área não é algo tão simples de se conseguir.


FONTE: Campeonato E-Sports. Imagem: maisesports.

Para as mulheres o desafio é ainda maior, já que ainda há aqueles que dizem que videogames não são para meninas. Portanto é muito comum serem vítimas de afrontos enquanto estão jogando um jogo online, consequentemente muitas garotas optam em usar nomes nos jogos de uma forma que não entreguem o seu sexo, além de temerem  ligar os seus microfones. Situações como essas não deveriam ocorrer, uma vez que segundo estudos feitos pela agência de tecnologia interativa Sioux, as mulheres são as que mais jogam videogame no Brasil, com uma porcentagem de 56,6%.


FONTE: Caso polêmico que ocorreu em uma competição de Esports no começo desse ano, quando o time da ROX jogou contra um time composto de garotas e baniu todos os suportes. A internet viu isso como uma afronta. — Foto: Reprodução/Twitch Riot Russia.


Felizmente, muita gente está lutando para que as mulheres ganhem os seus espaços no mundo do eSports, com a criação de campeonatos femininos. A quem diga que isso é uma forma de “excluí-las”, porém essa divisão colabora para que as garotas fiquem mais a vontade de participar de projetos como esses, num espaço feito especialmente para elas, onde podem se sentir acolhidas e sem medo de julgamentos.

Torneio Guanandi


É um torneio semi-profissional feminino de Overwatch organizado pela equipe do Ecopoint. O nome Guanandi foi escolhido por representar uma árvore típica brasileira e de reflorestamento, mas que não é muito conhecida. Em entrevista para a ESPN a administradora do projeto, Letícia “Sammy” Moraes, contou que a ideia surgiu após uma garota postar em um grupo de Overwatch que fazia muito tempo que não via campeonatos para o público feminino, o que gerou uma grande repercussão. O projeto conta com ajuda de várias pessoas.  

As inscrições já estão encerradas, porém o torneio tem previsão de ocorrer no final de Julho, para quem quiser assistir.


 

GIRL GAMER - Edição em São Paulo!

“É um evento único e excitante que celebra e promove a competitividade feminina nos eSports.” O campeonato terá  duas modalidades : Counter-Strike: Global Offensive League of Legends, com qualificatórias onlines para definir as equipes que irão competir presencialmente em São Paulo, com as despesas com viagens e alojamento pagas. A oportunidade para essas garotas crescem ainda mais, pois as campeãs irão competir no campeonato mundial.

Serão 2 dias de festival, com a entrada gratuita (é necessário a solicitação do ingresso no site).

Local: Arena Badboy Leeroy, São Paulo
Data: 5 e 6 de Outubro, 2019.

 
REFERÊNCIAS:

CANALTECH, Mulheres são as que mais jogam videogame no Brasil. Abr 2017. Disponível em:>.Acesso: Maio 2019.

RIGON, Daniela. Torneio Guanandi quer "florescer" talentos femininos de Overwatch no Brasil. Abr 2019. Disponível em: <https://www.espn.com.br/esports/artigo/_/id/5520415/torneio-guanandi-quer-florescer-talentos-femininos-de-overwatch-no-brasil> . Acesso: Maio 2019.  

SÃO PAULO FESTIVAL, Girl Game. Junte-se a nós no BRASIL nesta Primavera para o GIRLGAMER SÃO PAULO FESTIVAL! Disponível em: <https://www.girlgamer.gg/saopaulo-br/>. Acesso: Maio 2019.

 


 

 

 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »