28/04/2021 às 18h09min - Atualizada em 28/04/2021 às 18h06min

Manchester City abre vantagem fora de casa para a final da UEFA Champions League

Com falhas individuais nos gols do City, PSG perde um pouco a cabeça e acaba sofrendo as consequências na partida de ida

João Fellipe Ramos - Editado por Juan Camilo
Comemoração de Mahrez (Foto: Divulgação/Twitter-Manchester City)
Na última quarta-feira (28), o PSG recebeu o Manchester City em partida válida pelas semifinais da UEFA Champions League. O duelo acabou com vitória inglesa por 2 a 1, com gols de De Bruyne e Mahrez. Já pelo Paris o gol foi do Marquinhos. Com esse placar, a equipe parisiense precisa vencer fazendo dois gols para chegar na grande final.

PRIMEIRO TEMPO
O Manchester City, começou mostrando seu estilo de jogo tocando bola e assim, buscou abrir espaços nas linhas defensivas do PSG, que nos minutos manteve suas linhas muito compactadas, impedindo que De Bruyne, Foden e Bernardo Silva tenham chances de infiltração.

Com o passar dos minutos, o Paris teve sua chance mais perigosa, em escanteio, Neymar e Verratti tabelaram e a bola chegou no brasileiro que finalizou bloqueado e exigiu defesa importante de Ederson nos primeiros 10 minutos.

Os mandantes continuaram com a bola no setor ofensivo, aos 13 minutos, Di María conseguiu escanteio e foi cobrar. Seu cruzamento foi milimétrico na cabeça de Marquinhos que subiu mais que todos e resvalou na bola, inaugurando o placar para a equipe parisiense nas semifinais da Champions League.

Como resposta, em jogada característica do City, João Cancelo cruzou na segunda trave e Bernardo Silva se esticou e tocou no canto de Navas, porém o goleiro mandante estava no canto onde a bola foi e tocou para a linha de fundo, evitando o gol de empate.

O PSG teve outra chance na bola parada, Neymar cruzou na primeira trave e Paredes subiu junto ao Rúben Díaz, porém o jogador parisiense se antecipou e tocou em direção a meta inglesa, a bola passou do lado do ângulo direito de Ederson e foi para fora.

Com 41 minutos, o PSG errou na saída, Bernardo Silva aproveitou, e tocou nos pés do Foden que estava de frente pro gol e soltou o pé, porém Navas posicionado espalmou a bola e defendeu em dois tempos uma das melhores chances do City no primeiro tempo.

As equipes expuseram suas ideias de jogo, logo nos primeiros minutos, o PSG com um meio-campo com muita combatividade e buscou os contra-ataques com Dí Maria, Mbappé e Neymar. Já o City, buscou dominar o meio-campo com passes invertidos e chegadas próximas à entrada da área, porém a finalização dos visitantes não foi eficiente, logo o placar refletiu o que foi apresentado na primeira etapa da semifinal.



SEGUNDO TEMPO
Na volta para etapa final do jogo de ida, Neymar voltou com uma proteção em seu cotovelo, pois caiu encima do braço em um lance com João Cancelo ,aos 20 minutos, da primeira etapa.

O Manchester City, durante os 10 minutos da segunda etapa, avançou suas linhas para pressionar a saída de bola parisiense, com isso, conseguiu manter a bola no seu setor ofensivo, e por lá giravam a fim de abrir espaços com inversões de bola e lançamentos, porém sem sucesso de chegar de forma perigosa na meta de Keylor Navas.

Já buscando mais ofensividade, Pep Guardiola mexeu pela primeira vez, tirando o já amarelado João Cancelo, para a entrada de Zinchenko com 15 minutos.

Manchester City,aos 18 minutos, a jogada trabalhada no escanteio, De Bruyne alçou na área, porém ninguém tocou na bola e ela passou por todos e Navas acabou deixando passar, em falha, o elenco de Guardiola empatou a partida fora de casa.

Minutos depois, Mahrez cobrou falta com perfeição entre Paredes e Gueye, virando o jogo para o Manchester City, e com esse placar a equipe inglesa criou ótima vantagem e minutos depois o jogo começou a criar ares um pouco mais agressivos.

Naquela altura, a equipe do City tornou-se extremamente agressiva na área ofensiva, trabalhando a bola com mais agilidade e contou muito com o cansaço parisiense, dessa forma, os espaços foram aparecendo. A equipe parisiense perdeu a cabeça pós segundo gol, e Gueye entrou de forma criminosa no tornozelo de Gundogan, consequentemente foi expulso da partida.

A partida de ida teve um tempo para cada equipe, e cada um soube aproveitar da melhor forma possível, porém na segunda etapa, pós virada os jogadores parisienses acabaram perdendo a cabeça e consequentemente perderam Gueye para o jogo de volta da semifinal.

PRÓXIMOS CONFRONTOS
Os próximos confrontos das equipes são por suas ligas nacionais. O Manchester City volta à Inglaterra para enfrentar o Crystal Palace, podendo ser campeão da Premier League já nessa rodada, o jogo acontece no próximo sábado (1) às 8h30 da manhã. Já o PSG fica no Parque dos Príncipes para enfrentar o Lens no mesmo sábado às 12h ((todos em horário de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »