19/05/2021 às 12h34min - Atualizada em 19/05/2021 às 12h23min

Em casa, São Paulo perde a invencibilidade na Libertadores

A derrota tirou o time paulista da liderança do grupo e adiou a classificação

Lucas Godois - labdicasjornalismo.com
Equipe do Racing comemorando o gol (Foto/reprodução: STAFF Conmebol))

O São Paulo recebeu o Racing na noite desta terça-feira (18), no estádio Morumbi, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. O Tricolor foi a campo com uma formação alternativa e não conseguiu repetir as atuações que o time vinha apresentando desde a chegada do técnico Crespo. A derrota por 1x0 fez a equipe paulista perder a liderança, adiar a classificação e perder a invencibilidade de 14 jogos. Entretanto o São Paulo ainda pode se classificar sem precisar do último jogo, caso os Rentistas não vença a partida contra o Sporting Cristal, na quarta-feira (19).


PRIMEIRO TEMPO 

A equipe paulista foi superior em posse de bola; mesmo com a equipe reserva, foram 65% na primeira etapa. São Paulo tentou se opor nos primeiros minutos do jogo e teve a primeira chance aos dez, Vitor Bueno carregou a bola pela esquerda e cruzou para dentro da área, Igor Gomes desviou de leve, levando muito perigo, mas o goleiro Arias estava atento e defendeu com o pé.

Ambas equipes tiveram seis finalizações na primeira etapa, sendo duas no alvo. Porém quem soube aproveitar melhor a oportunidade foi o time argentino, aos 27, Lovera recebeu na esquerda, ajeitou e cruzou para o meio da área, Novillo se antecipou à zaga e desviou de cabeça para abrir o marcador e colocar o Racing nas oitavas de finais, foi apenas o segundo gol sofrido pelo Tricolor na Libertadores.

Aos 33, o São Paulo teve a chance de empatar, em um escanteio cobrado por Igor Gomes, Diego Costa desviou de cabeça e a bola sobrou para Vitor Bueno, que dominou com o peito, girou e chutou, a oportunidade foi boa, mas a finalização foi no meio do gol, facilitando o trabalho do goleiro. Aos 42, em uma cobrança de falta, Igor gomes bateu, mas a bola passou sobre o gol.

 

SEGUNDO TEMPO 

Já aos quatro minutos, em uma cobrança de falta a favor do Racing, em que Rojas levantou a bola para a área e Orban subiu livre e fez a rede balançar, mas logo subiu a bandeira. Aos 11, o goleiro Arias saiu errado, Vitor Bueno tocou de primeira para Galeano, que encobriu o goleiro, mas estava claramente impedido. Aos 14, Orejuela cruzou na entrada da área para Igor Gomes, que dominou no peito e chutou cruzado, a bola passa rente a trave e saiu.

O São Paulo teve as mesmas dificuldades, faltou intensidade até as substituições, onde entrou Daniel Alves e Luciano. Aos 15, as substituições já deram resultado, Daniel Alves pegou o rebote do escanteio e a defesa do Racing desorganizada, levantou para Shaylon, na linha de fundo, que saiu em posição legal e tocou para o meio da área, onde Luciano finalizou mal, a bola esbarrou na sua outra perna e acabou indo nas mãos do goleiro.

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS

O São Paulo jogará contra o Palmeiras, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, na quinta-feira (20), às 22h. Já o Racing voltará a campo no domingo(23), receberá o Boca Juniors, pelas semifinais da primeira fase do Campeonato Argentino, às 15:30.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »