04/06/2021 às 19h18min - Atualizada em 04/06/2021 às 19h17min

A contribuição do turbante para o empoderamento feminino

Além de acessório, a simbologia do turbante ajuda a destrinchar e a empoderar mulheres

Jenyfer Muniz da Silva Oliveira - Editado por Yuri Anderson
Foto: Arquivo Pessoal / Anne Beatriz Santiago
O turbante se tornou um acessório bastante utilizado, principalmente por sua variedade de estampas e todas as possibilidades de utilização. Mas, além de ser um elemento utilizado no universo da moda, este adereço traz consigo um elemento de resistência e empoderamento da mulher negra. De acordo com o site Entre Culturas, a décadas o uso do turbante é comum na África principalmente para as mulheres negras, pois além de ser um acessório de representatividade, é bastante útil para a proteção do couro cabeludo e das madeixas em caso de exposição a luz solar. No Brasil, o turbante se tornou um elemento de afirmação da identidade cultural trazida pelos povos africanos quando foram escravizados.
 
Em solo brasileiro, mulheres e homens sempre buscavam alternativas de reproduzir a cultura de seu país de origem e com o turbante não foi diferente, pois com a matéria prima disponível, era feita a tentativa de criar tecidos, estampas e colorações semelhantes às existentes da África. Atualmente o turbante tem a função de reforçar os aspectos da cultura africana e como resistência na luta contra o racismo e o preconceito.
 
A história por trás do turbante 

Na África e no Brasil o turbante é um símbolo importante politicamente e culturalmente, devido o fato de servir como lembrança dos ancestrais e como auxilio ao resgate da identidade do movimento negro. Possui forte contribuição ao empoderamento das mulheres negras, incluindo um estilo único na moda.
 
Segundo Alessandro Freitas que faz parte de um templo de Umbanda sagrada, nas religiões de matriz africana o tipo de turbante mais comum é o Ojá, também conhecido como pano de cabeça, usado como proteção do "Ori", que na língua yorubá significa cabeça e nessa ocasião, ele possui a função de proteger a mente por ser fruto de pensamentos e do cultivo de crenças e fé. Cada amarração e cor do tecido transmite um significado diferente, tanto para a estética, quanto ao lado religioso.

O turbante é utilizado com um certo afeto por quem faz parte desse meio cultural e religioso, mas há pessoas que desconhecem o histórico do adereço e que usam apenas para estar na moda. A liberdade individual faz parte de uma sociedade democrática, portando, cada pessoa pode utilizar coisas que expressem suas crenças e gostos, mas é necessário entender a reponsabilidade por traz disso para que não seja considerado apropriação cultural.

A apropriação cultural significa apagar as práticas rituais e tornar invisíveis as lutas desses povos. Pessoas começam a usar roupas e acessórios sem saber seus significados e origens. Ou seja, dá margem para que elementos de uma cultura sejam banalizados, estereotipados ou simplesmente reduzidos a "exóticos". disse o poeta negro B. Easy publicou em sua conta no Twitter.
 
Empoderamento feminino 

Empoderamento é um termo bastante utilizado nos dias atuais, porém sua existência vem da década de 70. Esse termo passou a ser empregado com maior frequência através do movimento feminista com o objetivo de buscar autonomia, conhecimento, controle de forças e protagonismo.

No feminismo negro, o empoderamento serve como um esforço e lembrete, para provar o contrário do pregado em argumentos racistas, pois com isso é possível entender que cada mulher negra possui sua beleza e estilo único e que carrega uma história de constante luta.
 
Para muitas mulheres, o turbante tem servido como auxílio na melhora da autoestima e na construção do empoderamento.Aline Gonçalves é influencer digital cristã e possui bastante interesse pela moda, quando questionada sobre a importância do turbante, disse:  "Quando uso um turbante até minha autoestima muda, e com toda certeza pra melhor. Me sinto empoderada, por saber que eu posso ser eu mesma, e isso é incrível.  O turbante é um acessório que me empodera como mulher negra, crespa e cristã. "

 
Ao falar sobre o significado do turbante, ela afirmou:  "O turbante pra mim, transmite uma história e representa muito os meus ancestrais, sem contar que o turbante é uma peça que lembra que minha luta é diária e é contínua.A peça em si, já revela o quanto nós mulheres somos fortes e corajosas. Quando uso um turbante me sinto elegante, charmosa e pronta para encarar qualquer coisa."

É possível perceber que o empoderamento feminino por ser um processo individual, não é fácil,  pois há fatores envolvidos nesta luta.
"Acredito que o uso de turbantes vai muito além da estética, está relacionado com a valorização da cultura africana. Nós mulheres negras crescemos aprendendo que o padrão da mulher branca é bonito, mas não é bem assim, o uso de turbantes demonstra a beleza da mulher negra e sua ancestralidade. Quando uso turbante me sinto empoderada." diz a trancista e modelo Anne Beatriz Santiago.
 
O turbante na moda

Na moda o turbante tem sido usado para composição de looks e até mesmo para combinar com outros acessórios. Além disso, ele tem sido essencial para as mulheres que estão passando ou já passaram pela transição capilar.
 
"Eu sou trancista e acredito que o uso tanto do turbante quanto das tranças vai muito além do estilo ou da moda. Apesar de hoje em dia estar bem globalizado e sendo visto de uma forma mais bonita e atraente, nem sempre foi assim.  Usei o turbante pela primeira vez pelo fato de estar passando pela transição e eu já estava usando trança. Com o turbante me sinto mais arrumada, me sinto uma mulher forte e cheia de autonomia, pois uso para proteger o meu cabelo e para me sentir livre com qualquer estilo." disse a trancista Ana Sara.
Já a pedagoga Winnie Lorena diz: "Comecei a usar o turbante em 2016 quando passei pela transição capilar, e usei não apenas como um acessório, mas como um símbolo de resistência. Ao usar o turbante, comecei a ver todas as possibilidades que ele tinha e decidi pesquisar sobre."

 
Diante disso, é possível compreender  que o uso do turbante tem muito significado, já que além de um artigo que complementa a vestimenta, ele carrega consigo um fator cultural. Para uma pessoa usar, é preciso que entenda a importância disso. Esse acessório carrega grande representatividade, principalmente para as mulheres negras e esse é um dos motivos pelo qual sempre deve ser lembrado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »